João Leithardt Neto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes fiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde julho de 2012) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes fiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes fiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
João Leithardt Neto
Informações pessoais
Data de nasc. 6 de janeiro de 1958 (56 anos)
Local de nasc. Passo Fundo,  Brasil
Altura 182 cm
Apelido Kita
Informações profissionais
Posição atacante
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
1984-1985
1986
1986-1987
1988
1989
1990
Internacional
Inter de Limeira
Flamengo
Portuguesa
Grêmio
Atlético-PR
0027 0000(7)
0039 000(24)
0020 0000(9)
0020 0000(8)
0007 0000(3)
Seleção nacional
1984 Brasil Brasil 0004 0000(1)
Medalhas
Jogos Olímpicos
Prata Los Angeles 1984 Competição de equipe

João Leithardt Neto, mais conhecido como Kita (Passo Fundo, 6 de janeiro de 1958), é um ex-futebolista brasileiro,[1] foi centroavante e jogou no Internacional de Porto Alegre, na Internacional de Limeira, no Flamengo, na Portuguesa de Desportos, no Grêmio e no Atlético Paranaense, além de ter servido à Seleção Brasileira.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Jogando pelo Juventude, sob o comando de Luís Felipe Scolari, Kita fez seu primeiro grande feito no futebol ao se tornar o artilheiro do Campeonato de Gaúcho de 1983.

No ano seguinte, quando já estava no Internacional, Kita foi convocado para a Seleção Brasileira, que ganhou a medalha de prata nas Olimpiadas de Los Angeles.

Contudo, apesar da conquista olímpica em seu currículo, o auge de sua carreira provavelmente ocorreu dois anos mais tarde, durante a edição de 1986 do Campeonato Paulista, quando jogava pela Inter de Limeira.

Naquele Campeonato Paulista, Kita marcou 23 gols durante toda a competição, transformando-se no artilheiro isolado do torneio. Porém, a cima da artilharia, seus gols foram fundamentais para que a Inter de Limeira chegasse até a final contra o Palmeiras. No jogo decisivo, o artilheiro da Inter não decepcionou e voltou a marcar, contribuindo para a vitória apertada de dois a um, que garantiu o inédito título de campeão paulista para a Inter.

Logo o sucesso estrondoso na Inter de Limeira resultou em propostas de grandes clubes brasileiros, como Corinthians e Flamengo. Por fim, em setembro de 1986, Kita acabou assinando contrato com o Flamengo.

Na sua estreia com a camisa rubro-negra, marcou dois gols no Corinthians e, apesar da derrota rubro-negra, deixou boa impressão nos torcedores cariocas. kita manteve o bom desempenho nas partidas seguintes, sempre balançando as redes adversárias, quando chegou inclusive a marcar três gols em um jogo contra o Goiás. Porém, em 1987, o atacante não teve o mesmo rendimento do ano anterior e, ao término da temporada, acabou sendo negociado com a Portuguesa.

Além de Internacional, Flamengo e Portuguesa, Kita atuou por muitos outros clubes brasileiros, incluindo: Gaúcho, clube aonde iniciou sua carreira, 14 de Julho de Passo Fundo, Brasil de Pelotas, Grêmio, Figueirense, Atlético-PR, Esportivo de Bento Gonçalves e Passo Fundo.

O atacante ganhou a medalha de prata com a Seleção Brasileira de Futebol nos Jogos Olímpicos de Verão de 1984.

Artilharia[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Kita Ogol.com.br. Página visitada em 19 jun. 2012.
  2. *Estadão.com.br. Artilheiros do Campeonato Paulista 19 de janeiro de 2013. Página visitada em 4 de agosto de 2013.
  3. *São Paulo State - List of Topscorers (em inglês). Página visitada em 4 de agosto de 2013.
Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.