João Manuel Ribeiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes fiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde novembro de 2013) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes fiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes fiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde novembro de 2013).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
João Manuel Ribeiro
Nacionalidade Portugalportuguesa
Data de nascimento 1968 (46 anos)
Local de nascimento Oliveira de Azeméis
Ocupação Escritor
Página oficial http://joaomanuelribeiro.net/

João Manuel Ribeiro, (Oliveira de Azeméis, 1968), é um poeta e escritor português.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Doutor em Ciências da Educação, pela Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra, com dissertação sobre A Poesia na Escola – Resposta ao texto poético e organização do ensino. Mestre em Supervisão Pedagógica e Formação de Formadores, pela mesma Faculdade[1] , com dissertação sobre A Poesia no 1.º Ciclo do Ensino Básico – Das Orientações Curriculares às decisões docentes. Master em libros y literatura infantil y juvenil, pela Universitat Autònoma de Barcelona, com monografia sobre A Poesia para a infância e juventude de Vergílio Alberto Vieira: entre tradição e modernidade.

Mestre em Teologia[2] , pela Universidade Católica do Porto, com dissertação sobre A evolução espiritual de Antero de Quental – Um itinerário da modernidade em Portugal. Licenciado em Teologia pela mesma Universidade.

Formador de professores. Formador de formadores. Formador da Direcção-Geral do Livro e das Bibliotecas. Sócio da Associação Portuguesa de Escritores. Sócio da Associação de Jornalistas e Homens de Letras do Porto.

Publicou mais de três de dezenas de títulos de Literatura infanto-juvenil, repartidos entre a narrativa e a poesia, sendo considerado como «um dos mais promissores autores de poesia para a infância». Tem acompanhando o processo de escrita com um trabalho de dinamização da literatura em Escolas Básicas do 1.º Ciclo e colégios. Dinamizou alguns projetos de escrita colaborativa com alunos, resultando desse processo alguns livros, concretamente Raras Aves Raras (2010), Quem do Alto Olhar (2011), Viagem às Viagens (2011). A sua obra conta com várias dezenas de títulos editados e que foram alvo de múltiplas recensões e alguns estudos críticos.

Obra[editar | editar código-fonte]

Literatura para crianças e jovens[editar | editar código-fonte]

Poesia[editar | editar código-fonte]

  • 2002 - Regras do mel e da flor
  • 2002 - Amores quase perfeitos e outras arritmias
  • 2003 - Livro de Explicações
  • 2007 - a circulação precoce dos relâmpagos
  • 2009 - Trajectória inconsútil do desejo
  • 2009 - O Anjo Acocorado
  • 2012 - Movimentos aleatórios

Organização de antologias[editar | editar código-fonte]

2010 - Verso a Verso - Antologia Poética (Textos de Amadeu Baptista, Francisco Duarte Mangas, João Manuel Ribeiro, Luísa Ducla Soares, Nuno Higino, José António Franco, Vergílio Alberto Vieira; Ilustrações de João Concha)
2011 - Versos de Não Sei Quê (Textos de Pedro Teixeira Neves, João Pedro Mésseder, Maria da Conceição Vicente, Violeta Figueiredo, Álvaro Magalhães e Maria Helena Pires; lustrações de Gabriela Sotto Mayor)


Antologias e obras coletivas em que está representado[editar | editar código-fonte]

  • 2010 - Verso a Verso - Antologia Poética (org. de João Manuel Ribeiro)
  • 2010 - Abril certo na hora incerta (coord. Gabriela Marques; José António Gomes; José Pedro Rodrigues; Valdemar Madureira; desenhos de Roberto Machado)
  • 2010 - Só à noite os gatos são pardos (org. Jorge Velhote e Patrícia Pereira; ilustração de Ricardo Ayres)
  • 2009 - O Menino - 5 Histórias de Natal (textos de António Mota, Francisco Duarte Mangas, João Manuel Ribeiro, Nuno Higino e Vergílio Alberto Vieira; ilustrações de José Emídio)
  • 2009 - Histórias com Regaço (textos de Álvaro Magalhães; João Manuel Ribeiro; João Pedro Mésseder; José Jorge Letria; Rosário Alçada Araújo; Vergílio Alberto Vieira; ilustrações de Teresa Lares, Isabel Mata Graça, Pedro Emanuel Santos, Alexandre Reis, João Borges e Sandra Longras).
  • 2008 - Por ser Natal (textos de Fátima Pombo, João Manuel Ribeiro, Nuno Higino, Sónia Borges, Beatriz Fontes, Diana Coimbra e Nuno Vieira; ilustrações de Anabela Dias, Flávia Leitão, Nuno Vieira, Sónia Borges e João Concha)
  • 2008 - Papiniano Carlos - No teu aniversário mando-te um cravo vermelho (autores vários; pintura de Armando Alves)

Outras publicações[editar | editar código-fonte]

  • Silva, S. R. & Ribeiro, J. M. (Org.) (2012). Luísa Ducla Soares: uma escrita lúdica, livre e crítica. Porto: Tropelias & Companhia.
  • Silva, S. R. & Ribeiro, J. M. (Org.) (2011). Vergílio Alberto Vieira. Entre Tradição e Modernidade. Porto: Tropelias & Companhia.
  • Ribeiro, J. M. (2010). «El paper de la poesia en la formació de la persona». In Glòria Bordons (Ed.). Poesia contemporània, tecnologies i educació. Actes del seminari. Facultat de Formació del Professorat de la Universitat de Barcelona, 12 e 13 de Fevereiro de 2009 (pp. 17-24). Barcelona: Universitat de Barcelona.
  • Ribeiro, J. M. (2009). «El valor pedagògic de la poesía». In Glória Bordons (Coord.). Poesia i educación - D’Internet a l’aula (pp. 15-25). Editorial Graó: Barcelona,
  • Ribeiro, J. M. (2004). Um itinerário da modernidade em Portugal: A evolução espiritual de Antero de Quental. Porto. Editorial 100.

Bibliografia sobre João Manuel Ribeiro[editar | editar código-fonte]

Ensaios, artigos, recensões e outros

  • RAMOS, Ana Margarida, «Alfabeto de Adivinhas», Casa da Leitura, Fundação Calouste Gulbenkian, 2009.
  • RAMOS, Ana Margarida, «A Casa dos Feitiços», Casa da Leitura, Fundação Calouste Gulbenkian, 2010.
  • RAMOS, Ana Margarida, «Poemas para Brincalhar», Casa da Leitura, Fundação Calouste Gulbenkian, 2009.
  • RAMOS, Ana Margarida, «Improvérbios», Casa da Leitura, Fundação Calouste Gulbenkian, 2008.
  • RAMOS, Ana Margarida, «Raras Aves Raras», Casa da Leitura, Fundação Calouste Gulbenkian, 2010.
  • RAMOS, Ana Margarida, «Cantilenas Loucas, Orelhas Roucas», Casa da Leitura, Fundação Calouste Gulbenkian, 2010.
  • RAMOS, Ana Margarida, «A Menina das Rosas», Casa da Leitura, Fundação Calouste Gulbenkian, 2008.
  • RAMOS, Ana Margarida, «Poemas da Bicharada», Casa da Leitura, Fundação Calouste Gulbenkian, 2008.
  • RAMOS, Ana Margarida, «Rondel de Rimas para Meninos e Meninas», Casa da Leitura, Fundação Calouste Gulbenkian, 2008.
  • SOTTO MAYOR, Gabriela, «Soletra a letra», Casa da Leitura, Fundação Calouste Gulbenkian, 2010.
  • SOTTO MAYOR, Gabriela, «Sopa de Letras», Casa da Leitura, Fundação Calouste Gulbenkian, 2010.
  • SOTTO MAYOR, Gabriela, «A Casa Grande», Casa da Leitura, Fundação Calouste Gulbenkian, 2009.
  • SOTTO MAYOR, Gabriela, «Algazarra de Versos», Casa da Leitura, Fundação Calouste Gulbenkian, 2010.
  • SOTTO MAYOR, Gabriela, «A Rainha da Misericórdia», Casa da Leitura, Fundação Calouste Gulbenkian, 2010.
  • SOTTO MAYOR, Gabriela, «Eu fui o Menino Jesus», Casa da Leitura, Fundação Calouste Gulbenkian, 2010.
  • SOTTO MAYOR, Gabriela, «Gémeos», Casa da Leitura, Fundação Calouste Gulbenkian, 2009.
  • SOTTO MAYOR, Gabriela, «Leitura da Ilustração em Gémeos de João Manuel Ribeiro e Helena Zália». In Actas do I Congreso Internacional Arte, Ilustración y Cultura Visual en Educación Infantil y Primária: construcción de identidades (pp. 641-646). Granada, 3-6 de Novembro de2010.
  • SOTTO MAYOR, Gabriela, «A Casa Grande», recensão publicada em Malasartes - Cadernos de Literatura para a Infância e a Juventude, nº 19, Julho 2004 / Janeiro 2005.
  • SOTTO MAYOR, Gabriela, «O Rapaz da Bicicleta de Vento e Outras Andanças», Casa da Leitura, Fundação Calouste Gulbenkian, 2010.
  • SILVA, Sara Reis da, «Meu Avô, Rei de Coisa Pouca, de João Manuel Ribeiro (texto) e Catarina Pinto (ilustrações): a memória da Literatura e do Outro». In Entre Textos - Perspectivas sobre a Literatura para a Infância e a Juventude (pp.165-170). Porto: Tropelias & Companhia.
  • SILVA, Sara Reis da, Amo-te - Poemas para gritar ao coração», Casa da Leitura, Fundação Calouste Gulbenkian, 2010.
  • PIMENTA, Rita, «Rondel de Rimas para Menino e Meninas», Público, 19 de Abril de 2008.
  • PIMENTA, Rita, «Provérbios do Avesso», Pública, 1 de Setembro de 2008.
  • PIMENTA, Rita, «Contar e recontar», Pública, 26 de Setembro de 2010.
  • PIMENTA, Rita, «O Rapaz sem Orelhas de Burro», Público, 28 de Janeiro de 2012.
  • SILVA, Gisela, «João Manuel Ribeiro: Leituras e aventuras de mão em mão», Diário do Minho, Suplemento cultural, xxx de xxxxxx de 2011.
  • MALDONADO, Manuela, «O Rapaz da Bicicleta de Vento». In Solta Palavra, 17, Setembro de 2011.
  • MALDONADO, Manuela, «Cantilenas Loucas, Orelhas Roucas». In Boas Leituras, 2011 - http://www.boasleituras.com/Recomenda.htm
  • MALDONADO, Manuela, «Meu Avô, Rei de Coisa Pouca». In Boas Leituras, 2011 - http://www.boasleituras.com/Recomenda.htm
  • MALDONADO, Manuela, «Eu fui o Menino Jesus» In Boas Leituras, 2010 - http://www.boasleituras.com/Recomenda.htm
  • MALDONADO, Manuela, «A Menina das Rosas». In Boas Leituras, 2009 - http://www.boasleituras.com/Recomenda.htm
  • MALDONADO, Manuela, «Improvérbios». In Boas Leituras, 2009 - http://www.boasleituras.com/Recomenda.htm

Referências

  1. João Manuel Ribeiro (em português). Póvoa de Varzim / Portal Municipal. Página visitada em 27 de Novembro de 2013.
  2. Francisca Cunha Rêgo (10 de Março de 2011). João Manuel Ribeiro: Paixão pela fantasia (em português). Jornal de Letras, Artes e Ideias. Página visitada em 27 de Novembro de 2013.