João Mineiro & Marciano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
João Mineiro e Marciano
Informação geral
Origem Brasil
País  Brasil
Gênero(s) Sertanejo, Romântico
Período em atividade (19731993)
Gravadora(s) PolyGram (atual Universal Music), Copacabana (divisão da EMI Music Brasil)
Página oficial [1]
http://www.marciano.art.br/
Integrantes José Marciano - primeira voz
João Mineiro - segunda voz

João Sant'Ângelo e José Marciano, ou simplesmente João Mineiro e Marciano foi uma dupla de músicos brasileiros do estilo sertanejo. Fizeram sucesso nos anos 80, tendo um programa na TV, mas separaram em 1993.

História da dupla[editar | editar código-fonte]

A dupla sertaneja João Mineiro e Marciano teve início em 1970 após João Mineiro desfazer uma parceria que já durava 8 anos com a dupla João Mineiro e Zé Goiás tendo a sorte de encontrar José Marciano, que planejava formar uma dupla sertaneja voltada para a música romântica.

O primeiro álbum, da então dupla recém-formada, foi lançado em 1973 pela gravadora Chororó Discos, e obteve sucesso com as músicas: “Filha de Jesus” e “Chovisco da Madrugada”, em parceria com o poeta Goiá a prensagem do disco foi paga por João Mineiro.

Em 1986 devido ao sucesso, e também ao fato de que a música sertaneja ser muito tocada no Brasil, começaram a apresentar aos domingos o programa de TV "João Mineiro e Marciano Especial" no SBT, nas manhãs de domingo, no qual cantavam e recebiam convidados.

Apesar da carreira bem sucedida até aquele momento, e fazendo turnê nos Estados Unidos em 1990, gravando disco em espanhol em 1991, e lançando o disco “Dois Apaixonados”, a dupla se desfez em 1993, por razões ainda não muito esclarecidas, fazendo desse disco o último da carreira dos dois, mas existem rumores de que existia uma briga judicial entre eles.

Após a separação em 1993 João Mineiro formou a duplas como: João Mineiro e Marino e João Mineiro e Marcian (isto mesmo sem o "O" no final) ambas formações gravaram um disco apenas pois a dupla que se consolidou foi João Mineiro e Mariano que se manteve até o dia 24 de Março de 2012, quando faleceu João Mineiro. Marciano seguiu carreira solo até os dias de hoje.

Em 2008, João Mineiro & Mariano, realizaram turnê pelo Brasil e estariam preparando um DVD com a participação de grandes nomes, como Milionário & José Rico, Teodoro & Sampaio, Cezar & Paulinho e outros. O DVD (intitulado “Coração não Cansa”) conteria quatro músicas inéditas.

Morte[editar | editar código-fonte]

No dia 24 de março, de 2012, uma noite de sábado, João Sant'Angelo, o João Mineiro, falecia em sua casa em Campo Limpo Paulista depois de passar mal e vindo a ter uma parada cardíaca, depois de complicações devido á uma cirurgia de vesícula. Ele sofria de Diabetes e estava internado em Jundiaí, onde foi velado até às 16:30 horas e depois levado para sua cidade natal Andradas Sul de Minas Gerais.

A dupla fazia parceria com a João Mineiro e Marciano através do site[1]

Integrantes[editar | editar código-fonte]

João Sant´Angelo

José Marciano

Músicas conhecidas[editar | editar código-fonte]

As músicas mais conhecidas da carreira da dupla foram:

Discografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. João Mineiro e Mariano

[4] Facebook Pra Sempre Sertanejo