João Morais Leitão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
João Morais Leitão
João Morais Leitão
Ministro(a) de Portugal Portugal
Mandato VI Governo Constitucional
  • Ministro dos Assuntos Sociais 1980

VII Governo Constitucional

  • Ministro das Finanças e do Plano 1981

João António Morais da Silva Leitão (Covilhã, 4 de setembro de 1938Lisboa, 18 de fevereiro de 2006) foi um advogado e político português.

Licenciado pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, foi admitido na Ordem dos Advogados em 1962. Foi também director de contencioso do Banco Pinto e Sotto Mayor, até 1968, e administrador-delegado da companhia de seguros Mundial Confiança, até à sua estatização, a 11 de Março de 1975.

Em 1974 estava entre os fundadores do Centro Democrático Social. Com a Aliança Democrática foi ministro dos Assuntos Sociais do VI Governo Constitucional e das Finanças e do Plano, no VII Governo Constitucional.

Como advogado, foi primeiro vice-presidente do Conselho Geral da Ordem, entre 1990 e 1992, e membro do seu Conselho Superior, entre 1996 e 1998. Foi sócio-fundador da firma[1] , uma das maiores sociedades de advogados portuguesas.

Funções governamentais exercidas[editar | editar código-fonte]

Referências


Precedido por
Acácio Pereira Magro
Ministro dos Assuntos Sociais
VI Governo Constitucional
Sucedido por
Francisco Pinto Balsemão


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.