João Sousa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Tenista João Sousa
Joao Sousa RG13 (9).JPG
João Sousa em Roland Garros em 2013
País  Portugal
Residência Barcelona, Espanha
Data de nasc. 30 de março de 1989 (25 anos)
Local de nasc. Guimarães, Portugal
Altura 1,85 m
Peso 73 kg
Treinado por Luís Miguel Coutinho[1]
Álvaro Margets
Frederico Marques (2011–)
Profissionalização 2005
Mão Direita (esquerda c/ duas mãos)
Prize money US$ 1 515 887[2]
Simples
Vitórias-Derrotas 51–60 (45,9%)
Títulos 1
Melhor ranking Nº 35 (14 de Julho de 2014)
Ranking atual simples Nº 54 (15 de Dezembro de 2014)
Resultados de Grand Slam
Open da Austrália 2R (2013)
Open da França 2R (2013)
Wimbledon 1R (2014)
U.S. Open 3R (2013)
Torneios principais
Duplas
Vitórias-Derrotas 17–27 (38,6%)
Títulos 0
Melhor ranking Nº 80 (10 de Novembro de 2014)
Resultados de Grand Slam de Duplas
Open da Austrália 1R (2014)
Open da França 3R (2014)
Wimbledon 1R (2014)
U.S. Open 2R (2014)
Última atualização em: 15 de Dezembro de 2014'.

João Sousa (Guimarães, 30 de Março de 1989) é um tenista profissional[3] [4] português. Em 10 de Setembro de 2012 subiu à 107.ª posição no ranking de simples, tornando-se pela primeira vez no número um de Portugal[5] , posição que mantém actualmente. Em 15 de Outubro de 2012, conseguiu entrar no Top 100 do ranking de simples, na 99.ª posição, tornando-se o quarto português a entrar no Top 100 do ranking. A 29 de Setembro de 2013 subiu à 51.ª posição no ranking de simples, após a sua vitória no ATP de Kuala Lumpur de 2013[6] , tornando-se o primeiro tenista luso a lograr um título ATP[7] . A vitória no torneio de "Kuala Lumpur", na Malásia, permitiu também a João Sousa atingir a melhor posição de sempre de um português na hierarquia mundial do ténis[8] . Em 7 de Outubro de 2013, conseguiu a sua melhor posição até então no ranking de simples, na 49.ª posição[9] [10] , tornando-se o primeiro português a entrar no Top 50 do ranking ATP[11] [12] [13] [14] . A 31 de Março de 2014, subiu ao 38.º lugar[15] no ranking de simples mundial, a sua melhor posição de sempre até então, e a melhor de sempre de um tenista português, tornando-se o primeiro português a entrar no Top 40 do ranking ATP.[16] [17] [18] [19] [20] [21] [22]

A 14 de Julho de 2014, consegue a sua a melhor posição de sempre subindo ao 35.ª lugar[23] no ranking de simples mundial, após disputar a sua 2ª final ATP da sua carreira, no torneio ATP de Bastad de 2014[24] , tornando-se o primeiro tenista luso a atingir 2 finais do circuito ATP[25] [26] . A disputa da final no torneio "SkiStar Swedish Open", em Båstad, na Suécia, permitiu também a João Sousa consolidar a melhor posição de sempre de um português na hierarquia mundial do ténis.[27] [28] [29] [30] [31] [32] [33] [34]

O tenista vimaranense João Sousa é um jogador cada vez mais completo e versátil em todos os pisos, como comprovam os resultados no ano de 2013, nos torneios de St. Petersburg Open onde atingiu a semi-final (SF) em "piso rápido" e Proton Malaysian Open onde venceu (V) o torneio em "piso rápido", e no corrente ano de 2014, nos torneios de UNICEF Open onde atingiu a semi-final (SF) em "relva", no SkiStar Swedish Open onde atingiu a final (F) em "terra batida", e no Moselle Open onde também atingiu a final (F) em "piso rápido", sendo o único jogador português a atingir estes resultados nos mais diversos pisos em torneios do ATP World Tour 250, e demonstrando que é capaz de jogar bem e obter bons resultados em qualquer piso. João Sousa atingiu ainda os quartos-final (QF) em "terra batida" no torneio de Rio de Janeiro Open em 2014, sendo o primeiro e único português a atingir esta fase num torneio do ATP World Tour 500. Ainda em 2014 atingiu ainda a terceira-ronda (R3) em "piso rápido" no torneio de Sony Open do ATP World Tour Masters 1000, tendo em 2013 a terceira-ronda (R3) em "piso rápido" no torneio de US Open do Grand Slam.

João Sousa foi o primeiro tenista português a defrontar o nº 1 mundial num Grand Slam, o que sucedeu com Novak Djokovic a 02.09.2013 no US Open (Grand Slam) na terceira ronda (3R) que perdeu por (0-6, 2-6, 2-6) em “piso rápido”. O tenista português defrontou novamente um outro nº1 mundial numa fase avançada de um torneio, Rafael Nadal a 22.02.2014 no Rio de Janeiro Open (ATP 500) nos quartos-final (QF) que perdeu por (1-6, 0-6) em “terra batida”. O tenista vimaranense já defrontou 11 vezes jogadores do Top 10 mundial em torneios do ATP World Tour, entre os quais nomes como Novak Djokovic (SRB); Rafael Nadal (ESP); Roger Federer (SUI); David Ferrer (ESP); Andy Murray (GBR); Stan Wawrinka (SUI); Tomas Berdych (CZE) e Marin Čilić (CRO). João Sousa venceu o espanhol David Ferrer nº 4 mundial a 27.09.2013 no Proton Malaysian Open (ATP 250) nos quartos-final (QF) por (6-2, 7-6(6)) em “piso rápido”, tornando-se o 1º português a vencer um qualquer set e encontro a um jogador do Top 10 mundial, torneio que viria a vencer, tornando-se assim o 1º português a vencer um torneio ATP.

O vimaranense João Sousa, garantiu o estatuto de cabeça-de-série no US Open 2014, com início marcado para 25 de agosto, em Nova Iorque, voltando a fazer história para o ténis nacional ao tornar-se no primeiro tenista português a alcançar tal feito num torneio do Grand Slam.[35] [36] [37]

A 22 de Setembro de 2014, João Sousa após disputar a sua 3ª final ATP da sua carreira, no torneio Moselle Open de 2014[38] , torna-se também o tenista nacional com os maiores prémios monetários no ATP Tour, o tenista de Guimarães alcançou o "Prize Money" total da sua carreira no valor de US$ 1 403 926[39] , ascendendo ao nº 409 no ranking dos tenistas mais bem pagos do mundo ATP Prize Money Leaders (US$).[40]

A 29 de Setembro de 2014, João Sousa nº1 do ranking nacional também em pares desde 13 de Janeiro de 2014, conseguiu entrar no Top 100 do ranking de pares, na 100.ª posição, tornando-se o sexto português a entrar no Top 100 do ranking de pares, e o segundo a alcançar o Top 100 na variante de singulares e pares em simultâneo. O tenista vimaranense João Sousa é um jogador cada vez mais completo e versátil em todos os pisos também na variante de pares, como comprovam os resultados no ano de 2014, nos torneios de Estoril Open onde atingiu a semi-final (SF) em "terra batida", Medibank International Sydney onde atingiu a semifinal (SF) em "piso rápido", e no torneio de Winston-Salem Open onde atingiu a semi-final (SF) também em "piso rápido". Ainda em 2014 atingiu a terceira-ronda (R3) em "terra batida" no torneio de Open Roland-Garros do Grand Slam e a segunda-ronda (R2) em "terra batida" no torneio de US Open do Grand Slam.

A 27 de Outubro de 2014, consegue a sua a melhor posição de sempre subindo ao 83.ª lugar[41] no ranking de pares mundial,após disputar meia-final ATP da sua carreira, no torneio ATP de Valência de 2014 , tornando-se o primeiro tenista luso a atingir as meias-finais de um torneio da categoria ATP 500 na variante de pares. A disputa da final no torneio Valencia Open 500, em Valência, em Espanha, permitiu também a João Sousa consolidar a melhor posição de um português na atual hierarquia mundial do ténis na variante de pares.[42]


João Sousa é detentor de vários recordes do ténis masculino nacional[43] [44] e já considerado "o melhor tenistas português" de todos os tempos.[45]


É treinado pelo ex-tenista Frederico Marques e treinam na BTT Tennis Academy em Barcelona.[46] João Sousa é por vezes apelidado de "Conquistador", apelido este que advém devido a partilhar o local de nascimento de Afonso Henriques[47] [48] , cidade berço de Portugal, Guimarães.

Ranking[editar | editar código-fonte]

Singulares / Pares[editar | editar código-fonte]

Singulares
Ranking Núm Data Semanas
Nacional ......1...... 10.06.2013 / 21.12.2014 73
Nacional ......2...... 06.05.2013 / 27.05.2013 4
Nacional ......1...... 10.09.2012 / 29.04.2013 31
Nacional ......2...... 06.08.2012 / 27.08.2012 4
Nacional ......3....... 20.02.2012 / 30.07.2012 21
Singulares
Ranking Núm Data Semanas
ATP Top 60. 26.10.2014 / 21.12.2014 8
ATP Top 50. 05.10.2014 / 26.10.2014 3
ATP Top 60. 29.09.2014 / 05.10.2014 1
ATP Top 40. 07.07.2014 / 22.09.2014 12
ATP Top 50. 12.05.2014 / 22.06.2014 6
ATP Top 40. 31.03.2014 / 04.05.2014 6
ATP Top 50. 27.01.2014 / 31.03.2014 6
ATP Top 60. 13.01.2014 / 27.01.2014 1
ATP Top 50. 06.01.2014 / 13.01.2014 1
ATP Top 60. 30.12.2013 / 06.01.2014 1
ATP Top 50. 28.10.2013 / 30.12.2013 10
ATP Top 60. 14.10.2013 / 21.10.2013 1
ATP Top 50. 07.10.2013 / 14.10.2013 1
ATP Top 100. 15.07.2013 / 07.10.2013 12
ATP Top 150. 15.04.2013 / 08.07.2013 11
ATP Top 100. 07.01.2013 / 08.04.2013 11
ATP Top 150. 03.12.2012 / 31.12.2012 5
ATP Top 100. 15.10.2012 / 26.11.2012 7
ATP Top 150. 16.04.2012 / 08.10.2012 24
Pares
Ranking Núm Data Semanas
Nacional ......1...... 13.01.2014 / 21.12.2014 42
Nacional
Nacional
Nacional
Nacional
Pares
Ranking Núm Data Semanas
ATP Top 100 19.10.2014 / 21.12.2014 9
ATP Top 150. 12.10.2014 / 19.10.2014 1
ATP Top 100. 29.09.2014 / 12.10.2014 2
ATP Top 150. 25.08.2014 / 29.09.2014 5
ATP Top 200. 07.07.2014 / 25.08.2014 6
ATP Top 150. 09.06.2013 / 07.07.2014 4
ATP Top 300. 05.05.2014 / 09.06.2014 4
ATP Top 400. 13.01.2014 / 05.05.2014 13
ATP Top 700. 21.10.2013 / 13.01.2014 12
ATP Top 500. 09.09.2013 / 21.10.2013 6
ATP Top 400. 29.07.2013 / 09.09.2013 5
ATP Top 300. 15.07.2013 / 29.07.2013 2
ATP Top 400. 08.07.2013 / 15.07.2013 1
ATP Top 500. 10.06.2013 / 08.07.2013 3
ATP Top 300. 04.03.2013 / 10.06.2013 11
ATP Top 400. 11.02.2013 / 04.03.2013 3
ATP Top 300. 14.01.2013 / 11.02.2013 3
ATP Top 400. 07.01.2013 / 14.01.2013 1
ATP Top 300. 26.11.2012 / 07.01.2013 6

Carreira[editar | editar código-fonte]

Em 2013, mais concretamente no mês de Janeiro, foi afastado do Open da Austrália[49] , ao perder com o britânico Andy Murray, número 3 da hierarquia mundial, por três sets a zero.

Andy Murray eliminou o tenista português do Open da Austrália, na segunda ronda do primeiro Grand Slam do ano. O britânico bateu Sousa, então 100.º classificado e melhor português do ranking ATP, em três sets, pelos parciais de 6-2, 6-2 e 6-4, após 1h40m de jogo.[50] [51] [52]

João Sousa, que se tornou no primeiro jogador português a defrontar o atual 'campeão olímpico' num torneio do Grand Slam, e o terceiro a atingir a 2.ª ronda do prestigiado torneio, depois de vencer na 1ª ronda o australiano John-Patrick Smith nº 244º do ranking ATP.[53] [54] [55]

Em Abril do mesmo ano, João Sousa informou nas redes sociais[56] , que a organização do Portugal Open[57] decidiu deixar o tenista luso de fora atribuindo assim o último 'wild card' disponível ao espanhol David Ferrer.

Uma decisão bastante polémica[58] com muitas críticas nas redes sociais, em particular na página oficial do "Portugal Open" no Facebook.

João Sousa, então n.º 1 do ténis nacional e nº 104 do ranking mundial ATP[59] , já se encontrava totalmente recuperado de uma lesão, reunindo todas as condições para tentar uma ainda melhor prestação do que no ano de 2012 em que atingiu os nos "quartos-de-final" do ainda denominado Estoril Open[60] [61] .

Ainda assim João Lagos[62] decidiu por não lhe atribuir o último wild card, sendo que já tinha atribuído esse mesmo a outros três portugueses classificados respectivamente nos nº 136, 233 e 282 do ATP World Tour[63] .

Em Maio do mesmo ano, o tenista vimaranense foi afastado do Roland-Garros, ao perder com o espanhol Feliciano Lopez, nº 43 mundial, por três sets a um.

João Sousa, nº 119 foi afastado na 2ª ronda do prestigiado torneio, tendo perdido pelos parciais de 3-6, 6-3, 6-4 e 6-4, em 2 horas e 36 minutos.

Em França, João Sousa demonstrou ser o melhor tenista nacional da atualidade, onde na ronda inaugural do Grand Slam francês bateu o japonês Go Soeda, n.º 124 do ranking ATP.

Em Julho do mesmo ano, João Sousa venceu o Guimarães Open.[64] batendo na final o romeno Marius Copil, por 6-3 e 6-0, em 63 minutos, conquistou o quinto título challenger da carreira, o primeiro em piso de cimento, permanecendo no top-100 do ranking ATP.

Numa final de quase sentido único, destruiu as aspirações do romeno Marius Copil, com a conquista de 11 jogos consecutivos depois de ter estado a perder por 1-3, impondo-se pelos parciais de 6-3 e 6-0, em apenas 1h03m.

Anunciada como a iniciativa mais marcante da Cidade Europeia do Desporto[65] , este challenger ATP de 42 500€ permitiu ao vimaranense, de 24 anos, e desde os 15 radicado em Barcelona, conquistar o quinto título em eventos da segunda divisão do ATP World Tour, mas uma estreia a ganhar nos chamados hardcourts.

Em Setembro do mesmo ano, João Sousa foi afastado do US Open, ao perder com o sérvio Novak Djokovic, número 1 mundial, por três sets a zero.[66] [67] [68] [69] [70]

Em Nova Iorque, num Arthur Ashe Stadium[71] [72] [73] , que é o maior estádio de ténis do Mundo (capacidade para 23500 lugares), com uma assistência de cerca de 22 mil espetadores, jogou pela primeira vez com o líder da hierarquia mundial do ténis, tendo perdido pelos parciais de 6-0, 6-2 e 6-2, em 1 hora e 40 minutos.

Então 95.º do ranking, exibiu-se a bom nível e deu bastante luta, contudo, encontrou um adversário que está no topo da forma.

João Sousa, que se tornou no primeiro jogador português a defrontar o nº 1 mundial num torneio do Grand Slam, e a atingir a terceira ronda no ténis masculino[74] [75] do prestigiado torneio, alcançou dois resultados sensacionais nesta prova, ao vencer o búlgaro Grigor Dimitrov[76] , nº 29 do mundo, e o experiente finlandês Jarkko Nieminen[77] [78] , 41º do ranking ATP.

Além dos prémios monetários, o tenista de Guimarães, garantiu nos Estados Unidos mais 90 pontos para o ranking, que foram suficientes para se manter entre o top 90 ATP do circuito mundial da modalidade.

Patrocínios[editar | editar código-fonte]

João Sousa conta com o patrocínio da marca "Wilson"[79] nas raquetes e respectivo saco, que o apoia desde que chegou a Espanha. Nos seus restantes equipamentos: sapatilhas; calções; camisolas; etc., o jogador passou a ser patrocinado pela marca "Lotto" depois de ter vencido o seu primeiro Título ATP 250 na Malásia.

Carreira "finais ATP"[editar | editar código-fonte]

In translation icon.png
Este artigo ou se(c)ção possui partes em língua estrangeira.
Ajude e colabore com a tradução.

Singulares: 3 (1–2)[editar | editar código-fonte]

Legenda
Grand Slam tournaments (0–0)
ATP World Tour Finals (0–0)
ATP World Tour Masters 1000 (0–0)
ATP World Tour 500 Series (0–0)
ATP World Tour 250 Series (1–2)
Finais por Superfície
Piso rápido (1–1)
Terra batida (0–1)
Relva (0–0)
Relva artificial (0–0)
Resultado Núm Data Torneio Superfície Adversário Resultado
Vencedor 1. 29 Setembro 2013 Proton Malaysian Open, Kuala Lumpur, Malaysia Piso rápido (i) França Julien Benneteau 2–6, 7–5, 6–4
Finalista 1. 13 Julho 2014 SkiStar Swedish Open, Båstad, Sweden Terra batida (i) Uruguai Pablo Cuevas 2–6, 1–6
Finalista 2. 21 Setembro 2014 Moselle Open, Metz, França Hard (i) Bélgica David Goffin 4–6, 3–6

Carreira "outras finais"[editar | editar código-fonte]

In translation icon.png
Este artigo ou se(c)ção possui partes em língua estrangeira.
Ajude e colabore com a tradução.

Challengers e Futures[editar | editar código-fonte]

Singulares: 18 (12–6)[editar | editar código-fonte]

Legenda
Challengers (5–2)
Futures (7–4)
Títulos por Superfície
Piso rápido (3–1)
Terra batida (8–4)
Relva (0–0)
Relva artificial (1–0)
Títulos por Recinto
Ar livre (0–1)
Fechado (1–1)
Resultado Núm Data Torneio Superfície Adversário Resultado
Finalista 1. 31 Maio 2009 Spain F18, Gran Canaria, Spain Terra batida Espanha Sergio Gutiérrez-Ferrol 1–6, 6–1, 7–5
Vencedor 1. 21 Junho 2009 Spain F21, La Palma, Spain Relva artificial Itália Andrea Falgheri 6–7(2–7), 7–5, 6–3
Finalista 2. 19 Julho 2009 France F12, Saint Gervais, France Terra batida Espanha Adrián Menéndez 1–6, 6–4, 7–5
Finalista 3. 8 Novembro 2009 Spain F37, Vilafranca, Spain Terra batida Espanha Pedro Clar-Rosselló 6–1, 6–3
Vencedor 2. 23 Maio 2010 Spain F17, Valldoreix, Spain Terra batida Rússia Ivan Nedelko 6–0, 6–3
Vencedor 3. 29 Maio 2010 Spain F18, Tenerife, Spain Piso rápido Alemanha David Thurner 7–5, 6–4
Vencedor 4. 5 Junho 2010 Spain F19, Lanzarote, Spain Piso rápido Suíça Michael Lammer 7–5, 6–4
Finalista 4. 3 Outubro 2010 Spain F35, Martos, Spain Piso rápido Espanha Adrián Menéndez 7–5, 7–6(7–6)
Vencedor 5. 8 Maio 2011 Spain F14, Balaguer, Spain Terra batida Japão Taro Daniel 6–3, 6–1
Vencedor 6. 15 Maio 2011 Spain F15, Lleida, Spain Terra batida Espanha Roberto Carballes 6–3, 6–3
Vencedor 7. 5 Junho 2011 Fürth, Germany Terra batida Alemanha Jan-Lennard Struff 6–2, 0–6, 6–2
Vencedor 8. 23 Outubro 2011 Spain F38, Sabadell, Spain Terra batida Alemanha Marcel Zimmermann 3–6, 7–6(7–4), 6–4
Vencedor 9. 15 Abril 2012 Mersin, Turkey Terra batida Espanha Javier Martí 6–4, 0–6, 6–4
Vencedor 10. 29 Julho 2012 Tampere, Finland Terra batida França Éric Prodon 7–6(7–5), 6–4
Finalista 5. 2 Setembro 2012 Como, Italy Terra batida Áustria Andreas Haider-Maurer 3–6, 4–6
Vencedor 11. 9 Junho 2013 Fürth, Germany Terra batida Estados Unidos Wayne Odesnik 3–6, 6–3, 6–4
Finalista 6. 14 Julho 2013 San Benedetto, Italy Terra batida Eslováquia Andrej Martin 4–6, 3–6
Vencedor 12. 28 Julho 2013 Guimarães, Portugal Piso rápido Roménia Marius Copil 6–3, 6–0

Pares (11–3)[editar | editar código-fonte]

Legenda
Challengers (2–1)
Futures (9–2)
Títulos por Superfície
Piso rápido (4–1)
Terra batida(6–2)
Relva (0–0)
Relva artificial(1–0)
Resultado Núm Data Torneio Superfície Parceiro Adversáro Resultado
Vencedor 1. 3 Fevereiro 2008 Spain F4, Murcia, Spain Terra batida Espanha Bartolomé Salvá-Vidal Grécia Alex Jakupovic
Espanha Carles Poch
6–7(5–7), 6–1, [10–2]
Finalista 1. 25 Maio 2008 Spain F20, Valldoreix, Spain Terra batida Portugal Frederico Marques Espanha Pedro Clar
Espanha Carlos Rexach-Itoiz
6–1, 6–2
Vencedor 2. 10 Agosto 2008 Spain F30, Bakio, Spain Piso rápido Espanha Georgi Roumenov Espanha Agustin Boje
Espanha Andoni Vivanco
7–6(7–6), 7–6(7–4)
Vencedor 3. 14 Agosto 2009 Spain F28, Irun, Spain Terra batida Espanha Georgi Roumenov Portugal Gonçalo Falcão
Israel Saar Steele
6–2, 6–3
Vencedor 4. 27 Setembro 2009 Portugal F5, Espinho, Portugal Terra batida Portugal Gonçalo Falcão Espanha Jordi Marse-Vidri
Austrália Allen Perel
7–5, 6–3
Vencedor 5. 28 Maio 2010 Spain F18, Tenerife, Spain Piso rápido Espanha Georgi Roumenov Espanha Agustin Boje-Ordonez
Espanha Marcelo Palacios-Siegenthale
6–1, 6–4
Vencedor 6. 4 Junho 2010 Spain F19, Lanzarote, Spain Piso rápido Espanha Georgi Roumenov Suíça Michael Lammer
França Luduvic Walter
7–6(7–4), 6–0
Vencedor 7. 11 Julho 2010 Spain F20, Tenerife, Spain Relva artificial Espanha Georgi Roumenov Espanha Carlos Gomez-Herrera
Espanha Roberto Ortega-Olmedo
7–6(7–2), 6–2
Vencedor 8. 1 Agosto 2010 Tampere, Finland Terra batida Portugal Leonardo Tavares Letónia Andis Juška
Letónia Deniss Pavlovs
7–6(7–3), 7–5
Vencedor 9. 10 Outubro 2010 Spain F36, Córdoba, Spain Piso rápido Espanha Israel Vior Espanha Ivan Arenas
Espanha Enrique Lopez-Perez
7–6(7–6), 4–6, [10–3]
Finalista 2. 7 Outubro 2011 Córdoba, Spain Piso rápido Espanha Gerard Granollers Espanha Miguel Ángel López Jaén
Espanha Gabriel Trujillo-Soler
6–4, 6–4
Vencedor 10. 23 Outubro 2011 Spain F38, Sabadell, Spain Terra batida Canadá Steven Diez Espanha Miguel Ángel López Jaén
Espanha Gabriel Trujillo-Soler
6–3, 3–6, [10–7]
Vencedor 11. 9 Junho 2012 Fürth, Germany Terra batida Espanha Arnau Brugués-Davi Austrália Rameez Junaid
Índia Purav Raja
7–5, 6–7(4–7), [11–9]
Finalista 3. 14 Julho 2013 San Benedetto, Italy Terra batida Itália Alessandro Giannessi França Pierre-Hugues Herbert
França Maxime Teixeira
4–6, 3–6

Performance Timeline[editar | editar código-fonte]

In translation icon.png
Este artigo ou se(c)ção possui partes em língua estrangeira.
Ajude e colabore com a tradução.

W / F / SF / QF / #R / RR / Q# / A / P / Z# / PO / SF-B / F / S / G / NMS / NH

Won tournament, or reached Final, Semifinal, Quarterfinal, Round 4, 3, 2, 1; competed at a Round Robin stage, lost in Qualification Round; absent from tournament event; played in a Davis Cup Zonal Group (with its number indication) or Play-off; won a bronze, silver (F or S) or gold medal at the Olympics. Finally, a downgraded Masters Series/1000 tournament (Not a Masters Series) or a tournament that was Not Held in a given year. To avoid confusion and double counting, these charts are updated either at the conclusion of a tournament, or when the player's participation in the tournament has ended.

Singles[editar | editar código-fonte]

Tournament/Year 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 SR W–L
Grand Slam Tournaments
Australian Open A A A Q1 Q3 2R 1R 0 / 2 1–2
French Open A A A A 1R 2R 1R 0 / 3 1–3
Wimbledon A A A Q1 Q2 Q3 1R 0 / 1 0–1
US Open A A A Q2 Q1 3R 2R 0 / 2 3–2
Win–Loss 0–0 0–0 0–0 0–0 0–1 4–3 1–4 0 / 8 5–8
ATP World Tour Masters 1000
Indian Wells A A A A A Q1 2R 0 / 1 1–1
Miami A A A A A 1R 3R 0 / 2 2–2
Monte Carlo A A A A A A 1R 0 / 1 0–1
Madrid1 A A A A A Q1 1R 0 / 1 0–1
Rome A A A A A A 1R 0 / 1 0–1
Montreal / Toronto A A A A A A 1R 0 / 1 0–1
Cincinnati A A A A A Q2 2R 0 / 1 1–1
Paris A A A A A Q1 1R 0 / 1 0–1
Shanghai NH A A A A A 1R 0 / 1 0–1
SR 0 / 0 0 / 0 0 / 0 0 / 0 0 / 0 0 / 1 0 / 9 0 / 10 N/A
Win–Loss 0–0 0–0 0–0 0–0 0–0 0–1 4–9 N/A 4–10
ATP World Tour 500 Series
Acapulco A A A A A 2R 2R 0 / 2 2–2
Barcelona A A A A 2R A 1R 0 / 2 1–2
Valencia A A A A A 2R 1R 0 / 2 1–2
Hamburg A A A Q1 A A 2R 0 / 1 1–1
Rio de Janeiro Not Held QF 0 / 1 2–1
Pequim A A A A A A 2R 0 / 1 1–1
SR 0 / 0 0 / 0 0 / 0 0 / 0 0 / 1 0 / 2 0 / 6 0 / 9 N/A
Win–Loss 0–0 0–0 0–0 0–0 1–1 2–2 5–6 N/A 8–9
ATP World Tour 250 Series
Chennai A A A A Q2 1R A 0 / 1 0–1
Auckland A A A A Q1 A A 0 / 0 0–0
Sydney A A A A A 1R 1R 0 / 2 0–2
Montpellier Not Held Q2 NH A A 2R 0 / 1 1–1
Viña del Mar A A A A A 1R A 0 / 1 0–1
São Paulo A A A A A Q1 A 0 / 0 0–0
Buenos Aires A A A A A 1R 1R 0 / 2 0–2
Marseille A A A Q2 A A A 0 / 0 0–0
Estoril 2R Q2 Q1 2R QF A 1R 0 / 4 4–4
Düsseldorf Not Held Q3 2R 0 / 1 1–1
Umag A A A A 1R A 2R 0 / 2 1–2
Gstaad A A A A Q3 A A 0 / 0 0–0
Winston-Salem A A A A A 2R 2R 0 / 2 2–2
St. Petersburg A A A A A SF NH 0 / 1 3–1
Kuala Lumpur A A A A A W 1R 1 / 1 5–1
Moscow A A A A A 1R A 0 / 1 0–1
Stockholm A A Q3 A A A 1R 0 / 1 0–1
Doha A A A A A A 1R 0 / 1 0–1
Casablanca A A A A A A 2R 0 / 1 1–1
Halle A A A A A A 2R 0 / 1 1–1
s’Hertogenbosch A A A A A A SF 0 / 1 3–1
Båstad A A A A A A F 0 / 1 4–1
Metz A A A A A A F 0 / 1 4-1
SR 0 / 1 0 / 0 0 / 0 0 / 1 0 / 2 1 / 8 0 / 15 1 / 26 N/A
Win–Loss 1–1 0–0 0–0 1–1 2–2 9–7 17–15 N/A 30–26
National Representation
Summer Olympics A Not Held A Not Held 0 / 0 0–0
Davis Cup Z2 Z2 Z2 Z1 Z1 Z2 Z1 0 / 7 10–7
Career statistics
2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 SR W–L
Tournaments Played 1 0 0 1 4 15 34 Career total: 54
ATP Finals 0 0 0 0 0 1 2 Career total: 3
ATP Titles 0 0 0 0 0 1 0 Career total: 1
Statistics by surface
Hard Win–Loss 0–1 1–0 0–0 0–1 2–1 13–10 13–19 N/A 29–32
Clay Win–Loss 2–1 1–0 1–1 2–1 3–4 3–4 7–13 N/A 19–24
Grass Win–Loss 0–0 0–0 0–0 0–0 0–0 0–0 4–3 N/A 4–3
Overall Win–Loss 2–2 2–0 1–1 2–2 5–5 16–14 24–35 N/A 52–59
Win (%) 50% 100% 50% 50% 50% 53% 41% Career Win (%): 47%
Year-End Ranking 592 443 244 192 101 49 $1,248,562

1Held as Hamburg Masters (outdoor clay) until 2008, Madrid Masters (outdoor clay) 2009–present.

Doubles[editar | editar código-fonte]

Tournament/Year 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 SR W–L
Grand Slam tournaments
Australian Open A A A A A A 1R 0 / 1 0–1
French Open A A A A A A 3R 0 / 1 2–1
Wimbledon A A A A A Q1 1R 0 / 1 0–1
US Open A A A A A A 2R 0 / 1 1–1
Win–Loss 0–0 0–0 0–0 0–0 0–0 0–0 3–4 0 / 4 3–4
ATP World Tour Masters 1000
SR 0 / 0 0 / 0 0 / 0 0 / 0 0 / 0 0 / 0 0 / 0 0 / 0 N/A
Win–Loss 0–0 0–0 0–0 0–0 0–0 0–0 0–0 N/A 0–0
ATP World Tour 500 Series
Hamburg A A A A A A 1R 0 / 1 0–1
Rio de Janeiro Not Held 1R 0 / 1 0–1
Valencia A A A A A A SF 0 / 1 2–1
SR 0 / 0 0 / 0 0 / 0 0 / 0 0 / 0 0 / 0 0 / 3 0 / 3 N/A
Win–Loss 0–0 0–0 0–0 0–0 0–0 0–0 2–3 N/A 2–3
ATP World Tour 250 Series
Estoril A 1R A 1R 1R A SF 0 / 4 2–4
Buenos Aires A A A A A 1R 1R 0 / 2 0–2
Doha A A A A A A 1R 0 / 1 0–1
Sydney A A A A A A SF 0 / 1 2–1
Montpellier Not Held A NH A A 1R 0 / 1 0–1
Casablanca A A A A A A QF 0 / 1 1–1
Düsseldorf Not Held A QF 0 / 1 1–1
s’Hertogenbosch A A A A A A 1R 0 / 1 0–1
Umag A A A A A A QF 0 / 1 1–1
Winston-Salem A A A A A A SF 0 / 1 2–1
Kuala Lumpur A A A A A A QF 0 / 1 1–1
Stockholm A A A A A A 1R 0 / 1 0–1
SR 0 / 0 0 / 1 0 / 0 0 / 1 0 / 1 0 / 1 0 / 12 0 / 16 N/A
Win–Loss 0–0 0–1 0–0 0–1 0–1 0–1 10–12 N/A 10–16
National Representation
Summer Olympics A Not Held A Not Held 0 / 0 0–0
Davis Cup Z2 Z2 Z2 Z1 Z1 Z2 Z1 0 / 7 2–4
Career statistics
2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 SR W–L
Tournaments Played 0 1 0 1 1 1 17 21
Finals Reached 0 0 0 0 0 0 0 0
Titles 0 0 0 0 0 0 0 0
Statistics by surfasse
Hard Win–Loss 0–0 0–0 0–0 0–0 0–2 1–0 8–20 0 / 9 9–13
Clay Win–Loss 0–0 0–1 0–0 0–1 0–1 1–1 7–8 0 / 12 8–12
Grass Win–Loss 0–0 0–0 0–0 0–0 0–0 0–0 0–2 0 / 2 0–2
Statistics by setting
Outdoor Win–Loss 0–0 0–1 0–0 0–1 0–2 0–1 12–15 0 / 19 12–20
Indoor Win–Loss 0–0 0–0 0–0 0–0 0–1 2–0 3–6 0 / 4 5–7
Overall Win–Loss 0–0 0–1 0–0 0–1 0–3 2–1 15–21 0 / 23 17–27
Win (%) N/A 0% N/A 0% 0% 67% 42% Career Win (%): 39%
Year-End Ranking 607 706 281 403 299 633 $104,073

Vitórias sobre jogadores do "top 10"[editar | editar código-fonte]

Tipo 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 Total
Singulares 0 0 0 0 0 1 0 1
Pares 0 0 0 0 0 0 2 2

Singulares[editar | editar código-fonte]

Sousa tem uma vitória sobre jogadores no "top-10 ranking ATP".

# Jogador Núm Torneio Superfície Rd Resultado Sousa
"Núm"
2013
1. Espanha David Ferrer 4 Kuala Lumpur, Malaysia Hard (i) QF 6–2, 7–6(8–6) 77

Pares[editar | editar código-fonte]

# Parceiro Oponente Núm Torneio Superfície Rd Resultado Sousa
"Núm"
2014
1. República Checa Lukáš Rosol Estados Unidos Bob Bryan
Estados Unidos Mike Bryan
1 Sydney, Australia Hard QF 3–6, 6–3, [14–12] 633
2. Argentina Leonardo Mayer Áustria Alexander Peya
Brasil Bruno Soares
3 Valencia, Spain Hard R1 3–6, 6–1, [10–7] 97

Frente-a-frente vs. Jogadores Top 20[editar | editar código-fonte]

Vitórias-Derrotas de João Sousa em encontros contra jogadores do "top-20 ranking ATP" ou melhor são as seguintes:

Jogadores que estiveram com ranking de nº. 1 do mundo a bold.

* Estatísticas atualizadas a 2 de Outubro de 2014.

Prémios monetários no ATP Tour[editar | editar código-fonte]

Ano Majors vitórias ATP Total vitórias Prémios ranking Prémios monetários
2008 0 0 0 $ 16,751 518
2009 0 0 0 $ 13,009 555
2010 0 0 0 $ 28,766 387
2011 0 0 0 $ 56,845 276
2012 0 0 0 $ 128,390 183
2013 0 1 1 $ 496,686
2014 0 0 0 * $ 607,089 51
Carreira * 0 1 1 $ 1,403,926 409
* Estatísticas atualizadas a 22 de Setembro de 2014.

Davis Cup[editar | editar código-fonte]

In translation icon.png
Este artigo ou se(c)ção possui partes em língua estrangeira.
Ajude e colabore com a tradução.

Sousa has played for the Portugal Davis Cup team since 2008. His singles record is 10–7 and his doubles record is 2–4 (12–11 overall)[80] .

Participations (23)[editar | editar código-fonte]

Singles (17)[editar | editar código-fonte]

Edition Round Date Against Surface Opponent W/L Result
2008 Davis Cup
Europe/Africa Group II
QF 18–20 July 2008 Chipre Cyprus Clay Eleftherios Christou Win 6–3, 6–3
SF 19–21 September 2008 Ucrânia Ukraine Hard Illya Marchenko Loss 3–6, 3–6
2009 Davis Cup
Europe/Africa Group II
1R 6–8 March 2009 Chipre Cyprus Hard Philippos Tsangaridis Win 6–3, 6–1
PO 10–12 July 2009 Argélia Algeria Clay Sid-Ali Akkal Win 6–3, 6–0
2010 Davis Cup
Europe/Africa Group II
QF 9–11 July 2010 Chipre Cyprus Clay Eleftherios Christou Win 6–1, 6–0
SF 17–19 September 2010 Bósnia e Herzegovina Bosnia and Herzegovina Clay Damir Džumhur Loss 6–4, 4–6, 1–6
2011 Davis Cup
Europe/Africa Group I
1R 4–6 March 2011 Eslováquia Slovakia Clay Martin Kližan Win 6–2, 4–1, ret
2R 8–10 July 2011 Suíça Switzerland Hard Marco Chiudinelli Loss 3–6, 4–6
2012 Davis Cup
Europe/Africa Group I
2R 6–8 April 2012 Israel Israel Hard Andy Ram Win 7–5, 6–0
2R PO 14–16 September 2012 Eslováquia Slovakia Hard Lukas Lacko Win 6–4, 6–4, 6–3
Martin Kližan Loss 2–6, 5–7, 7–6(11–9), 1–6
2013 Davis Cup
Europe/Africa Group II
1R 1–3 February 2013 Benim Benin Clay Loic Didavi Win 6–1, 6–3, 6–0
3R 13–15 September 2013 Moldávia Moldova Hard Maxim Dubarenco Win 6–7(4–7), 7–6(7–4), 6–1, 6–4
Radu Albot Loss 6–3, 6–3, 3–6, 4–6, 9–11
2014 Davis Cup
Europe/Africa Group I
1R 31 January – 2 February 2014 Eslovénia Slovenia Hard Janež Semrajč Win 6–1, 6–4, 4–6, 6–0
Blaž Kavčič Loss 5–7, 5–7, 2–6
2R PO 12–14 September 2014 Rússia Russia Hard Evgeny Donskoy Loss 6–7(7–9), 4–6, 6–3, 1–6

Doubles (6)[editar | editar código-fonte]

Edition Round Date Partnering Against Surface Opponents W/L Result
2012 Davis Cup
Europe/Africa Group I
2R 6–8 April 2012 Gastão Elias Israel Israel Clay Andy Ram
Jonathan Erlich
Loss 4–6, 4–6, 3–6
2R PO 14–16 September 2012 Gastão Elias Eslováquia Slovakia Hard Michal Mertiňák
Filip Polášek
Loss 5–7, 6–4, 6–7(5–7), 3–6
2013 Davis Cup
Europe/Africa Group II
1R 1–3 February 2013 Pedro Sousa Benim Benin Clay Alexis Klegou
Loic Didavi
Win 6–2, 6–1, 6–1
3R 13–15 September 2013 Gastão Elias Moldávia Moldova Hard Andrei Ciumac
Roman Borvanov
Win 6–3, 6–4, 6–3
2014 Davis Cup
Europe/Africa Group I
1R 31 January–2 February 2014 Gastão Elias Eslovénia Slovenia Hard Blaž Kavčič
Grega Žemlja
Loss 3–6, 5–7, 6–7(5–7)
2R PO 12–14 February 2014 Gastão Elias Rússia Russia Hard Konstantin Kravchuk
Andrey Rublev
Loss 3–6, 4–6, 4–6

Referências

  1. João Sousa: Chegou ao top para ficar site Jornal O Público. Visitado em 25-09-2013.
  2. Fonte
  3. João Sousa site Amortie: o portal do ténis português.
  4. João Sousa: Serviço completo site do Jornal Sol. Visitado em 06-10-2013.
  5. Vimaranense João Sousa passou a ser o n.º 1 do ténis nacional! site Guimarães TV. Visitado em 31-08-2012.
  6. JOAO SOUSA FIGHTS BACK TO BECOME FIRST PORTUGUESE TO WIN AN ATP TOUR TITLE oficial site Malaysian Open. Visitado em 29-09-2013.
  7. MALAYSIAN OPEN 2013: SOUSA BEATS BENNETEAU TO CLAIM MAIDEN TITLE oficial site ATP World Tour. Visitado em 29-09-2013.
  8. Ténis: João Sousa no 51º lugar no ranking ATP site Guimarães Digital. Visitado em 30-09-2012.
  9. Ténis: João Sousa ocupa 49.º lugar do ranking ATP site Guimarães Digital. Visitado em 07-10-2013.
  10. Ténis: Vimaranense João Sousa entra no top-50 do ranking mundial! site Guimarães TV. Visitado em 07-10-2013.
  11. Rankings ATP: João Sousa estreia-se no top 50 site Jornal Record. Visitado em 07-10-2013.
  12. João Sousa entre os 50 melhores do mundo site Jornal A Bola. Visitado em 07-10-2013.
  13. Título não preenchido, favor adicionar site Jornal O Jogo. Visitado em 08-10-2013.
  14. Ténis: João Sousa já está no top 50! site Guimarães Digital. Visitado em 07-10-2013.
  15. ATP Singles Rankings - Top 100: 31.03.2014 site ATP World Tour. Visitado em 31-03-2014.
  16. TÉNIS: João Sousa já é o 38º no ranking ATP site Guimarães Digital. Visitado em 31-03-2014.
  17. Título não preenchido, favor adicionar site Guimarães TV. Visitado em 31-03-2014.
  18. DESPORTO - Ténis: João Sousa faz história com 38.º posto site Jornal Diário de Notícias. Visitado em 31-03-2014.
  19. DESPORTO: Pela primeira vez, há um português entre os 40 melhores tenistas do mundo: João Sousa subiu ao 38.º lugar do ranking ATP. site Jornal Público. Visitado em 31-03-2014.
  20. Ranking ATP: João Sousa sobe ao 38.º posto e bate recorde - Vimaranense continua a fazer história site Jornal Record. Visitado em 31-03-2014.
  21. TÉNIS: João Sousa sobe ao 38.º lugar do ranking ATP site Jornal A Bola. Visitado em 31-03-2014.
  22. TÉNIS: João Sousa entra no top 40 site Jornal O Jogo. Visitado em 31-03-2014.
  23. ATP Singles Rankings - Top 100: 17.07.2014 site ATP World Tour. Visitado em 14-07-2014.
  24. Joao Sousa, of Portugal, won todays semi-final against Argentines defending champion Carlos Berlocq oficial site SkiStar Swedish Open. Visitado em 12-07-2014.
  25. SWEDISH OPEN 2014: Sousa Overcomes Berlocq oficial site ATP World Tour. Visitado em 12-07-2014.
  26. Bastad 2014 Saturday Interview Sousa oficial site ATP World Tour. Visitado em 12-07-2014.
  27. TÉNIS site Guimarães TV. Visitado em 14-07-2014.
  28. DESPORTO site Guimarães Digital. Visitado em 14-07-2014.
  29. João Sousa sobe ao 35º posto do ranking mundial site Rádio Fundação. Visitado em 14-07-2014.
  30. DESPORTO - Ténis: João Sousa na melhor posição de sempre no "ranking" ATP site Jornal Diário de Notícias. Visitado em 14-07-2014.
  31. DESPORTO: João Sousa sobe cinco lugares até à melhor posição de sempre no ranking ATP site Jornal Público. Visitado em 14-07-2014.
  32. Ténis: João Sousa alcança melhor ranking de sempre - TENISTA PORTUGUÊS SOBE AO 35.º POSTO MUNDIAL site Jornal Record. Visitado em 14-07-2014.
  33. TÉNIS: João Sousa sobe para 35.º no ranking site Jornal A Bola. Visitado em 14-07-2014.
  34. TÉNIS: João Sousa na melhor posição de sempre site Jornal O Jogo. Visitado em 14-07-2014.
  35. DESPORTO: João Sousa é cabeça-de-série no US Open site Guimarães Digital. Visitado em 18-08-2014.
  36. DESPORTO: João Sousa primeiro português cabeça-de-série num Grand Slam site Jornal Público. Visitado em 18-08-2014.
  37. Ténis: US Open: Nadal desiste e João Sousa será cabeça-de-série site Jornal Record. Visitado em 18-08-2014.
  38. Résultats des finales du dimanche 21 septembre oficial site Moselle Open. Visitado em 21-09-2014.
  39. Fonte
  40. http://www.atpworldtour.com/Press/Rankings-and-Stats.aspx
  41. ATP Doubles Rankings - Top 100: 27.10.2014 site ATP World Tour. Visitado em 27-10-2014.
  42. Ténis: João Sousa nas meias-finais de pares em Valência - MELHOR RESULTADO DA ÉPOCA NA VARIANTE site Jornal Record. Visitado em 27-10-2014.
  43. João Sousa recordista: disputa apenas torneios atp toda a época site Jornal Record. Visitado em 18-09-2014.
  44. João Sousa dá luta mas não resiste a Cilic na China site Guimarães Digital. Visitado em 02-10-2014.
  45. DESPORTO: VÍDEO: João Sousa faz história no ténis nacional ao vencer ATP de Kuala Lumpur site Guimarães Digital. Visitado em 29-09-2013.
  46. http://www.atpworldtour.com/Tennis/Players/So/J/Joao-Sousa.aspx
  47. João Sousa: «Gosto do nome de conquistador» site Jornal Record. Visitado em 02/10/2013.
  48. “Conquistador” João Sousa homenageado em Guimarães SAPO Desporto. Visitado em 03/10/2014.
  49. Australian Open oficial site Australian Open. Visitado em 13-09-2013.
  50. Português João Sousa eliminado por Andy Murray do Open da Austrália Jornal de Notícias. Visitado em 17-01-2013.
  51. João Sousa eliminado site do Jornal Record. Visitado em 17-01-2013.
  52. FOTOS: João Sousa defrontou Andy Murray site do Jornal Record. Visitado em 17-01-2013.
  53. João Sousa defronta australiano na estreia site do Jornal Record. Visitado em 11-01-2013.
  54. João Sousa na segunda ronda do Open da Austrália site do Jornal Record. Visitado em 15-01-2013.
  55. Andy Murray amplamente favorito site do Jornal Record. Visitado em 16-01-2013.
  56. Desporto: João Sousa fora do Portugal open em ténis site Guimarães Digital. Visitado em 27-04-2013.
  57. Portugal Open (27 Abril - 5 Maio) 2013 site oficial Portugal Open. Visitado em 27-04-2013.
  58. João Lagos acertou em deixar João Sousa de fora? site Amortie: o portal do ténis português. Visitado em 27-04-2013.
  59. João Sousa: Ranking ATP History "singles" oficial site ATP World Tour. Visitado em 27-04-2013.
  60. Desporto: João Sousa tenta meias-finais e igualar Frederico Gil site do portal notícias Sapo. Visitado em 04-05-2012.
  61. Estoril Open 2012: João Sousa afastado nos "quartos" site do Jornal Record. Visitado em 04-05-2012.
  62. Portugal Open: João Lagos roubou o "wild card" a João Sousa para realizar sonho de David Ferrer site da Revista Visão. Visitado em 27-04-2013.
  63. Portugal Open: Listas de Jogadores 2013 site oficial Portugal Open. Visitado em 27-04-2013.
  64. João Sousa campeão em casa site oficial Guimarães Open. Visitado em 30-07-2013.
  65. João Sousa vence Guimarães Open site oficial Guimarães cidade europeia do desporto 2013. Visitado em 28-07-2013.
  66. NEWS: Djokovic beats Sousa in third round rout oficial site US Open. Visitado em 02-09-2013.
  67. PHOTOS: Novak Djokovic vs. João Sousa oficial site US Open. Visitado em 02-09-2013.
  68. Djokovic Marches Into US Open Fourth Round oficial site ATP World Tour. Visitado em 01-09-2013.
  69. «Foi bom ouvir gritar o meu nome» - João Sousa site jornal A Bola. Visitado em 03-09-2013.
  70. US OPEN: Vimaranense João Sousa afastado pelo número 1 mundial (vídeo) site Guimarães TV. Visitado em 02-09-2013.
  71. US OPEN: Seating Charts oficial site US Open. Visitado em 26-08-2013.
  72. Purchase Tickets: US OPEN Virtual Arthur Ashe Venue oficial site US Open. Visitado em 26-08-2013.
  73. Seating Chart: US OPEN Arthur Ashe oficial site US Open. Visitado em 26-08-2013.
  74. US OPEN: João Sousa na terceira ronda! site Guimarães TV. Visitado em 30-08-2013.
  75. How The US Open 3rd Rd Shapes Up oficial site ATP World Tour. Visitado em 31-08-2013.
  76. João Sousa faz história no US Open de Ténis site Guimarães Digital. Visitado em 28-08-2013.
  77. US Open: João Sousa bate Nieminen e encontra Djokovic na terceira ronda Jornal Expresso. Visitado em 30-08-2013.
  78. SENSACIONAL: João Sousa volta a vencer no US Open e vai defrontar Djokovic site Guimarães TV. Visitado em 30-08-2013.
  79. João Sousa cedeu uma entrevista à sua patrocinadora de raquetes, Wilson, que o seu site de ténis lhe traz em primeira mão! site de ténis bolamarela. Visitado em 21-02-2013.
  80. Player profile: João SOUSA (POR) site oficial Davis Cup. Visitado em 14-07-2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]