João V Paleólogo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde junho de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
João V Paleólogo
Imperador bizantino
Giovanni V di Bisanzio monete.jpg
João V Paleólogo
Governo
Reinado 15 de junho de 134112 de agosto de 1376
1 de julho de 137914 de abril de 1390
17 de setembro de 139016 de fevereiro de 1391
Consorte Helena Cantacuzena
Antecessor Andrónico III
Sucessor Andrónico IV
Dinastia Paleólogo
Vida
Nome completo João V Paleólogo
Ίωάννης E΄ Παλαιολόγος
Nascimento 18 de junho de 1332
Demótica, Império Bizantino
Morte 16 de fevereiro de 1391 (58 anos)
Constantinopla, Império Bizantino
Filhos Andrônico IV Paleólogo
Irene Paleóloga
Manuel II Paleólogo
Teodoro I Paleólogo de Moreia
Miguel Paleólogo
Maria Paleóloga
três filhas não nomeadas
Pai Andrónico III Paleólogo
Mãe Ana de Saboia

João V Paleólogo (em grego: Ιωάννης Ε' Παλαιολόγος; transl.: Iōannēs V Palaiologos) foi imperador bizantino. Era filho do imperador Andrónico III Paleólogo e de Ana de Saboia. Os seus avós maternos eram o conde Amadeu V de Saboia e a sua segunda mulher Maria de Brabante. Sucedeu ao seu pai como imperador de Bizâncio em 1341, com nove anos de idade.

Vida[editar | editar código-fonte]

João VI Cantacuzeno, amigo do seu pai, foi regente em seu nome e co-imperador (1347–1354), depois de ter travado uma guerra civil (1341–1347) contra a regência de Ana de Saboia. Obrigado a combater contra João Cantacuzeno, que lhe usurpara o trono durante a menoridade, João V tornou-se no único imperador em 1354 após novo conflito (1352-1357).

O seu longo reinado ficou marcado pela dissolução gradual do poder imperial. Os turcos otomanos, comandados por Solimão Paxá, filho de Orhan I, sultão otomano, conquistaram Adrianópolis (atual, Edirne) e Filipópolis (atual Plovdiv), e para mais passou a exigir o pagamento de tributo por parte do imperador. Depois de os Otomanos terem conquistado Galípoli e ameaçado Constantinopla, João V apelou ao Ocidente por auxílio, oferecendo o fim do Grande Cisma entre a Ortodoxia e o Catolicismo, submetendo-se à primazia do papa. Empobrecido pela guerra, foi detido por dívidas quando se encontrava em Veneza em 1369.

Em 1371 reconheceu a suserania do sultão otomano Murad I, o qual viria mais tarde a ajudá-lo a recuperar o seu trono (1379) depois de João V ter sido deposto pelo seu filho Andrónico IV em 1376. Em 1390, o seu neto João VII Paleólogo usurpou o trono imperial durante cinco meses, mas foi, também ele, derrubado. A João V sucedeu o seu filho Manuel II, e o seu filho mais novo Teodoro tornou-se Teodoro I Paleólogo do Despotado da Moreia em 1383.

No final do seu reinado, em 1390, João ordenou o reforço da Porta Dourada das muralhas de Constantinopla, utilizando nas obras mármore das igrejas em ruínas de Constantinopla. Com a conclusão da obra, Bayezid I, ameançando-o com guerra, exigiu que João desfizesse a construção. João V obedeceu às ordens do sultão, mas diz-se que ficou de tal modo afectado com esta humilhação que morreu de choque a 16 de fevereiro de 1391.

Família[editar | editar código-fonte]

Casou-se com Helena Cantacuzena, filha de João VI Cantacuzeno, e tiveram pelo menos nove filhos. Através deles, João se tornou ancestral dos últimos seis imperadores bizantinos e de muitos membros-chave dos paleólogos durante os últimos anos do Império Bizantino. Uma das bisnetas dele, Sofia Paleóloga, se casou com Ivan III da Rússia e se tornou a avó do famoso czar russo Ivan, o Terrível. A lista abaixo, não exaustiva, destaca alguns de seus principais descendentes:

Precedido por
Andrónico III Paleólogo
Imperador bizantino
1341 — 1347
Sucedido por
João VI Cantacuzeno
Precedido por
João VI Cantacuzeno
Imperador bizantino
1354 — 1376
Sucedido por
Andrónico IV Paleólogo
Precedido por
Andrónico III Paleólogo
Imperador bizantino
1379 — 1390
Sucedido por
João VII Paleólogo
Precedido por
João VII Paleólogo
Imperador bizantino
1390 — 1391
Sucedido por
Manuel II Paleólogo