João Vasco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes fiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes fiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes fiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

João Vasco é um actor português, que esteve ligado à formação do Teatro Experimental de Cascais, o qual ainda integra como actor e direcção,[1] e na origem da Escola Profissional de Teatro de Cascais.[2]

Biografia[editar | editar código-fonte]

João Vasco é um actor formado pelo Conservatório Nacional de Teatro. Encontra-se em actividade desde 1964. Em 1966 com Carlos Avilez, António Rama e Zita Duarte fundo o Teatro Experimental de Cascais, fazendo até hoje parte do elenco da companhia e da sua direcção. Em 1992 funda com Carlos Avilez a Escola Profissional de Teatro de Cascais onde se aposta numa formação sólida e diversificada de alunos que procurem seguir o mundo do teatro.

Teatro[editar | editar código-fonte]

  • 1965 - Esopaida - Esopo
  • 1966 - O mar - Domingos
  • 1966 - Auto de Mofina Mendes
  • 1966 - A Maluquinha de Arroios - Borbolete - o polícia
  • 1967 - D. Quixote - Barbeiro/Diabo
  • 1967 - Fedra - Teramenes
  • 1968 - O comissário da polícia
  • 1968 - Bodas de sangue
  • 1969 - Maria Stuart - Wiliam Cecil - barão de Burleigh
  • 1969 - A maçã
  • 1970 - Antepassados vendem-se - Trisavô
  • 1970 - Um chapéu de palha de Itália
  • 1970 - Auto da Índia - Marido
  • 1970 - Auto da barca do Inferno - Onzeneiro
  • 1970 - Breve sumário da história de Deus - São João
  • 1971 - Ivone, princesa da Borgonha - Camareiro
  • 1971 - Sinfonieta - Tenor
  • 1971 - Acto sem palavras
  • 1972 - Camões 72 - Auto de El-Rei Seleuco + Anfitriões - El-Rei Seleuco/Calisto/Sósea
  • 1973 - Fuenteovejuna - Comendador
  • 1975 - Cerimonial para um combate - 2º Juiz
  • 1976 - Despedimento sem justa causa
  • 1977 - O vento nas ramas do sassafraz - Dr. William Buttler
  • 1978 - As profecias do Bandarra - Bandarra
  • 1979 - A mãe, comédia repugnante do filho da mãe - Léon Cobraski - o filho
  • 1981 - Onde Vaz, Luiz? - Cauteleiro/Marido/Leiloeiro/Chefe da trupe/D. João III/Fernão Mendes Pinto
  • 1982 - Portugal, anos quarenta
  • 1983 - Jedermann - Cozinheiro/Primo Gordo/Mamonn, deus da riqueza
  • 1984 - A aurora da minha vida - Quieto
  • 1985 - Virginia
  • 1987 - Tartufo - Orgon - marido de Elmira
  • 1988 - Macbeth - Porteiro
  • 1988 - Opereta - O Professor
  • 1988 - D. João no jardim das delícias - Dr. Graciano
  • 1989 - A morte de Danton - Robespierre - membro do Comité de Salvação Pública/2º Carroceiro/1º Carrasco
  • 1990 - Rei Lear - Lear, rei da Bretanha
  • 1990 - Rei Lear - Voz/es-"off"
  • 1991 - A lua desconhecida - Sarmento
  • 1991 - Leandro, rei da Helíria - Rei Leandro
  • 1991 - La Nonna - La nonna
  • 1992 - Espectros - Jacob Engstrand - carpinteiro, pai de Regina
  • 1993 - Alta vigilância - O Vigilante
  • 1993 - Os biombos - Sir Harold/Madani - a boca/Uma Voz
  • 1994 - Breve sumário da história de Deus - S. João
  • 1994 - O diário de Anne Frank - Sr. Van Daan
  • 1995 - Está lá fora um inspector - Inspector Goole
  • 1996 - Portugal, anos quarenta
  • 1997 - A Dama das Camélias - Jorge Duval
  • 1997 - Dom Quixote
  • 1998 - Auto da Índia + Auto da Barca do Inferno - Marido/Onzeneiro
  • 1998 - O leão no Inverno - Henrique II
  • 1999 - Lorca, Federico
  • 1999 - A desobediência
  • 1999 - Os negros
  • 2001 - Taking sides - Furtwangler
  • 2001 - Tríptico TEC - Camões (in: Os Lusíadas)
  • 2002 - Indecência flagrante - Os três processos de Oscar Wilde
  • 2003 - Noite de anões + Com a pistola de Antero - Voz/es-"off"
  • 2005 - Auto do solstício do Inverno - Jornalista
  • 2005 - O vento nas ramas do sassafraz - Dr. William Buttler
  • 2006 - Inês de Portugal - coroa de amor e morte
  • 2007 - A visão de Amy
  • 2007 - A cozinha
  • 2008 - A Boba - Voz/es-"off"
  • 2008 - João Bosco, rebelde sonhador - Cavour
  • 2011 - Bruxas de Salem - Vice-Governador Danforth

Referências

  1. Teatro de Cascais adia homenagem a António Feio. Jornal de Notícias. Página visitada em 28 de abril de 2012.
  2. João Vasco - meio século a fazer cultura. Cyberjornal. Página visitada em 28 de abril de 2012.
Ícone de esboço Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.