João de Lobeira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

João Pires de Lobeira (c. 12331285) foi um trovador português que viveu na corte de Afonso III. Possivelmente é o autor da adaptação, em prosa, do romance de Amadis de Gaula.

Até o século XIX, considerava-se que o autor da obra fosse um certo Vasco de Lobeira. Entretanto, em 1880, foi publicado o Cancioneiro da Biblioteca Nacional,[1] contendo cantigas medievais, em galaico-português, dentre as quais figura, subscrito por João de Lobeira, o lai de Leonoreta, poema que também aparece na versão do Amadis de Gaula elaborada por Garci Rodríguez de Montalvo. É possível, portanto, que João Lobeira tenha sido o autor dos três livros originais do romance, o qual o seu descendente, Vasco de Lobeira, teria apenas revisto e completado.[2]

Referências

  1. Também conhecido como Cancioneiro Colocci-Brancuti, foi publicado originalmente como Il Canzoniere portoghese Colocci-Brancuti, publicato nelle parti che completano il Codice Vaticano 4803. Halle, Niemeyer, 1880
  2. "Amadis de Gaula ou o mito da soledade", por António Cândido Franco.