Joílson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Joílson Rodrigues Macedo)
Ir para: navegação, pesquisa
Joílson
Joilson.jpg
Informações pessoais
Nome completo Joílson Rodrigues Macedo
Data de nasc. 7 de julho de 1979 (35 anos)
Local de nasc. Rio de Janeiro (RJ),  Brasil
Nacionalidade Brasil Brasileira
Altura 1,69 m
Destro
Informações profissionais
Clube atual Brasil Tombense
Número 5
Posição Volante, Lateral-direito
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
1999–2002
2003
2004
2004–2005
2005
2005–2007
2008–2009
2009–2010
2011
2011
2011–2012
2013–
2013
Brasil América-RJ
Brasil Estrela do Norte (emp.)
Brasil América-RJ
Brasil Cruzeiro
Brasil Cabofriense (emp.)
Brasil Botafogo
Brasil São Paulo
Brasil Grêmio
Brasil Boavista (emp.)
Brasil Figueirense
Brasil Atlético-GO
Brasil Tombense
Brasil Fortaleza (emp.)





0058 0000(3)
0029 0000(1)
0016 0000(0)
0014 0000(0)
0001 0000(0)
0060 0000(4)
0036 0000(6)
0016 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 2 de novembro de 2013.

Joílson Rodrigues Macedo, mais conhecido como Joílson (Rio de Janeiro, 7 de julho de 1979), é um futebolista brasileiro que atua como volante ou lateral-direito. Atualmente está no Tombense.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Joílson passou por pequenos clubes do Rio de Janeiro, como a Cabofriense e do Espírito Santo, como o Estrela do Norte Futebol Clube. Teve destaque no Botafogo quando foi campeão da Taça Guanabara e do Campeonato Carioca. O jogador pode atuar tanto no meio-de-campo, como meia armador ou volante, quanto na lateral-direita. Habilidoso, tem no drible a sua melhor característica. Também sabe chutar e passar com precisão.

Chegado no alvinegro carioca para a disputa do Campeonato Brasileiro de 2005, por indicação do técnico PC Gusmão (ex-técnico da Cabofriense), Joílson pouco foi utilizado naquele ano.

Continuou no Botafogo em 2006 para compôr elenco. Porém, na última partida da Primeira Fase do Segundo Turno do Campeonato Carioca de Futebol de 2006, a Taça Rio, contra a Portuguesa da Ilha onde os jogadores reservas foram utilizados, Joílson se destacou fazendo um golaço driblando toda a defesa do time adversário. Assim, ganhou a confiança do treinador Carlos Roberto e ficou no banco de reservas no primeiro jogo da Final do Campeonato, contra o Madureira EC. Durante o segundo tempo daquele jogo, enquanto ainda estava 0 a 0, o titular Lúcio Flávio sofreu uma grave lesão no joelho e fora substituído por Joílson. O meio-campista entrou e ajudou na vitória do clube da Estrela Solitária por 2 a 0.

Ainda em 2006, depois do Campeonato Carioca Joílson voltou a flertar com a reserva do time. Mas, com a contusão do lateral-direito Ruy, Joílson passou a ser improvisado na lateral e foi titular quando Ruy não podia jogar. Na temporada seguinte, passou a ser titular e destaque do alvinegro na nova posição. No time montado por Cuca, Joílson passou a desempenhar a função de falso lateral, alternando sua posição entre a lateral e o meio-de-campo. Desta forma, foi campeão da Taça Rio de 2007.

No jogo da reinauguração do Estádio Olímpico João Havelange, contra o River Plate, válido pelas oitavas-de-final da Copa Sul-Americana 2007, Joílson fez o gol da vitória do Botafogo por 1 a 0, através de um chute de fora da área, encobrindo o goleiro Carrizo.

Nesse ano, o jogador recebeu o troféu de prata do Prêmio Craque do Brasileirão, por ter sido escolhido o segundo melhor lateral-direito do Campeonato Brasileiro.[1] Porém, seu contrato com o Botafogo, clube pelo qual fez 101 partidas, encerrava-se ao final de 2007 e, logo, Joílson foi seduzido por uma proposta do São Paulo, com quem assinou um novo compromisso de dois anos que se iniciará em 2008.

No dia 1 de maio de 2009, rescindiu seu contrato com o São Paulo.[2] Em 3 de maio, do mesmo ano, Joílson foi anunciado como contratação do Grêmio, de Porto Alegre.[3] [4] Fez sua estréia no dia 16 de maio de 2009 contra o Atlético-MG no estádio Mineirão, valido pela 2ª rodada do Campeonato Brasileiro 2009. O Grêmio acabou perdendo por 2 a 1.

Após ser dado como dispensável, no final de 2009, Joílson foi reincorporado ao grupo, em janeiro de 2010.[5]

No dia 13 de junho de 2010, Joílson é emprestado ao Atlético-PR pronto para assinar com o Atlético Paranaense, os exames médicos detectam uma lesão no tornozelo e que levaria algum tempo para a recuperação, fazendo com que o Atlético cancele o empréstimo do jogador, pois a equipe queria o jogador já na inter temporada, e consequentemente voltando ao Grêmio. Mas seu destino era mesmo o Atlético-PR. Depois de voltar ao Grêmio, o clube paranaense resolve contratá-lo novamente. Prestes a assinar contrato com o clube paranaense, seu empresário resolve dificultar a transação e o Atlético-PR desiste novamente de contratá-lo, assim sendo, o jogador volta ao Grêmio, tendo sido dispensado no final do seu contrato, em dezembro de 2010.

Em janeiro de 2011, acertou sua ida por empréstimo[6] para o Boavista, do Rio de Janeiro, para a disputa do Campeonato Carioca. Com o fim do estadual, foi contratado pelo Figueirense para a disputa do Brasileirão.[7] No entanto, em julho do mesmo ano foi vendido ao Atlético-GO.[8] Após ao rebaixamento do Atlético-GO para Série B, Joílson foi dispensado do clube. Em 2013, o jogador defendeu o Tombense que disputava o Campeonato Mineiro de 2013.[9]

Acertou, por empréstimo, com o Fortaleza.

Em dezembro de 2013, voltou novamente ao Tombense, após seu empréstimo.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Botafogo


São Paulo


Grêmio


Tombense


Referências

  1. GloboEsporte.com (04/12/2007)
  2. São Paulo rescinde contrato com Joílson (01/05/2009)
  3. Grêmio contrata Joilson (em Português) Portal Oficial do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense (3 de maio de 2009). Visitado em 3 de maio de 2009.
  4. Joilson aparece no BID e poderá estrear pelo Grêmio contra o Santos (em Português) clicRBS(clicEsportes) (8 de maio de 2009). Visitado em 8 de maio de 2009.
  5. Silas recorre a Joilson - FinalSports
  6. Joílson deve ser a aposta do Cruzeiro para os problemas da lateral direita GloboEsporte.com (31 de janeiro de 2011). Visitado em 20 de julho de 2012.
  7. Joílson é o terceiro nome do Boavista no Figueirense Terra (10 de maio de 2011). Visitado em 20 de julho de 2012.
  8. Atlético-GO apresenta o reforço do polivalente Joílson Lance! (19 de julho de 2011). Visitado em 20 de julho de 2012.
  9. Joilson critica dispensas no Dragão: 'Isso tinha que ser feito em setembro' GloboEsporte.com (3 de novembro de 2012). Visitado em 1 de dezembro de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]