Joacaz de Judá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Maio de 2012). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Joacaz ou Jeoacaz (n. 633 a.C.) foi o 17º rei de Judá.

Nasceu em 633 a.C., filho de Josias e de Hamutal, filha de Jeremias de Libna. Seu nome era Shallum, e foi trocado para Joacaz para dar sorte. Foi ungido pelo povo para suceder seu pai Josias no trono, embora fosse dois anos mais jovem que seu irmão Eliakim.[1] Foi o primeiro rei de Judá a morrer no exílio.

Por ter executado uma política de animosidade ao Egito, que era a potência dominante na região, foi deposto e exilado pelo faraó Necho II, que o substituiu por seu irmão, Joaquim. No Livro dos Reis, ele é julgado negativamente por práticas idólatras.

William F. Albright data seu reinado em 609 a.C., data com a qual E. R. Thiele concorda.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. James Ussher, The Annals of the World [em linha]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • H. R. Hall, História Antiga do Oriente Próximo, Rio de Janeiro, CEB, 1948.
Precedido por
Josias
Rei de Judá:
Sucedido por
Joaquim
Ícone de esboço Este artigo sobre religião é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.