Joana, Princesa da Beira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes (desde dezembro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
A Princesa da Beira D. Joana
Realeza Portuguesa
Casa de Bragança
Descendência
Duchy of Braganza (1640-1910).png

D. Joana de Bragança (16 de Setembro de 1636 - 17 de Novembro de 1653) foi a terceira filha a nascer do enlace entre o então Duque de Bragança, D. João II (futuro Rei D. João IV de Portugal) e da sua esposa D. Luísa de Gusmão, no dia 18 de Setembro de 1635, no Paço Ducal de Vila Viçosa.

Em 1645, sendo na altura a filha mais velha de D. João IV, tornou-se a primeira Princesa da Beira, título criado por seu pai para ser atribuído à filha mais velha do monarca de Portugal.

D. Joana faleceu em Lisboa, em 17 de Novembro de 1653, poucos meses volvidos sobre a morte do herdeiro do trono, o Príncipe D. Teodósio, facto que muito entristeceu a família real portuguesa. Foi inicialmente sepultada no Mosteiro dos Jerónimos, tendo sido depois trasladada para o Panteão dos Braganças em São Vicente de Fora.

Precedida por:
criação
Brasão do Príncipe da Beira
Princesa da Beira

1645 - 17 de Novembro de 1653
Sucedida por:
D. Catarina