Joana de Évreux (1382-1412)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Joana
Regente e Herdeira de Navarra
Condessa de Foix
Reinado 1412 - julho de 1413
Predecessor Joana de Aragão
Sucessor Joana d'Albret
Cônjuge João I, Conde de Foix
Casa Casa de Évreux
Casa de Foix-Grailly
Pai Carlos III de Navarra
Mãe Leonor de Castela
Nascimento 1382
Morte julho de 1413
Béarn, França
Religião Cristianismo

Joana de Évreux (1382 - Béarn, julho de 1413) foi uma infanta de Navarra, a filha mais velha do rei Carlos III de Navarra e de Leonor de Castela. Recebeu seu nome em homenagem à sua tia, Joana, futura duquesa da Borgonha e rainha da Inglaterra.

Em 1401, ela foi prometida em casamento a Martim I da Sicília, viúvo de Maria da Sicília, mas não chegaram a se casar. Martim desposaria, no ano seguinte, a irmã mais nova de Joana, Branca.

Também em 1402, com a morte de seus irmãos Carlos (nascido em 15 de agosto de 1397) e Luís (nascido em 1401), Joana se tornou a herdeira do trono de Navarra, reconhecida em 3 de dezembro daquele ano, em Olite. Nesse ínterim, ela casou com João I, conde de Foix, em 12 de novembro.

Joana chegou a atuar como regente durante ausência de seus pais. Ela veio a falecer em julho de 1413, em Béarn, com cerca de 31 anos de idade. Nao deixou filhos. A herança de Navarra então passou para sua irmã mais nova, rainha viúva da Sicília, que se tornou Branca I de Navarra, a última da dinastia de Évreux. João de Foix permaneceu viúvo por nove anos. Sua segunda esposa também se chamava Joana.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedida por:
Luís de Évreux
Brasão da dinastia de Évreux
Herdeira de Navarra

3 de dezembro de 1402 - julho de 1413
Sucedida por:
Branca de Évreux
Precedida por:
Arquibaldo de Grailly
Brasão de Foix-Béarn
Condessa de Foix, de Béarn e de Marsan
Co-princesa de Andorra

12 de novembro de 1402 - julho de 1413
Sucedida por:
Joana de Albret