Joannesia princeps

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Como ler uma caixa taxonómicaJoannesia princeps
Joannesia princeps - Jardim Botânico de Brasília - DSC09714.JPG

Estado de conservação
Status iucn2.3 VU pt.svg
Vulnerável (IUCN 2.3)
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Malpighiales
Família: Euphorbiaceae
Género: Joannesia
Espécie: J. princeps
Nome binomial
Joannesia princeps
Vell.

Indaguaçu (Joannesia princeps) é uma árvore endêmica do Brasil.

Características[editar | editar código-fonte]

  • Com base nas informações do Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais, a árvore Indaguaçu tem o nome científico Joannesia princeps, como nomes populares somam diversas demoninações como: boleira, andá, andá açu, andá guaçu, arapacú, arrebenta cavalo, bagona, boleiro, coco de bugre, coco de gentio, coco depurga, cotieira, cutieiro, dandss, fruta de arara, indaiaçu, indaguaçu, indaiuçu, purga de cavalo, purga de gentio, purga de paulista, purga dos paulistas, purga de cavalo.
  • Árvore da família Euphorbiaceae. Está muito ameaçada.
  • Altura: 20 m.
  • Diâmetro: 10 m.
  • Ambiente: Pleno Sol.
  • Clima: Tropical úmido, Equatorial.
  • Origem: Pará, Região Sudeste, Região Nordeste.
  • Época de Floração: Inverno.
  • Propagação: Sementes.
  • Mes(es) da Propagação: Março, Abril, Maio.
  • Persistência das folhas: Caduca.
  • Obs: Prefere terrenos secos. A madeira é útil para a produção de celulose e canoas. O óleo das sementes é medicinal e pode substituir o óleo de linhaça. Esta espécie pode ser usada para sombreamento de pastos. A floração se dá junto com o surgimento da folhagem nova
  • Sendo o indivíduo mais antigo que se tem notícias, a árvore localizada no município de Lorena-SP bairro do quatinga registra mais de oitenta anos.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]