Jogos Olímpicos de Verão de 2000

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jogos da XXVII Olimpíada
Sydney 2000
Sydney 2000 Logo.svg.png
Dados
Países participantes 199 CONs
Slogan "The Games of New Millenium"
(pt: Os Jogos do Novo Milênio)
Atletas 10.651
(6.582 homens e 4.069 mulheres)
Eventos 300 em 28 esportes
Cerimônia de abertura 15 de setembro
Cerimônia de encerramento 1 de outubro
Abertura oficial Governador Geral Sir
William Deane, em nome da
Rainha Elizabeth II
Juramento do atleta Rechelle Hawkes
Juramento do árbitro Peter Kerr
Tocha olímpica Cathy Freeman
Estádio principal Telstra Stadium
◄◄ Atlanta 1996 {{{evento}}} Atenas 2004 ►►

Jogos Olímpicos de 2000 oficialmente Jogos da XXVII Olimpíada foram um evento multiesportivo realizado em Sydney, na Austrália, entre 13 de setembro e 1 de outubro de 2000, com a cerimônia de abertura ocorrendo em 15 de setembro.[1] Foi a segunda vez que as Olimpíadas foram realizadas no hemisfério sul, sendo a primeira em Melbourne em 1956. Apesar de serem oficialmente os Jogos Olímpicos de Verão de 2000, os Jogos de Sydney ocorreram entre o fim do inverno e o início da primavera australiana.

Competiram 10.651 atletas de 199 países, em 300 eventos esportivos de vinte e oito modalidades.[1] [2]

Processo de candidatura[editar | editar código-fonte]

Resultados de candidatura dos Jogos da XXVII Olimpíada
Cidade Rodada 1 Rodada 2 Rodada 3 Rodada 4
Austrália Sydney 30 30 37 45
República Popular da China Pequim 32 37 40 43
Reino Unido Manchester 11 13 11 -
Alemanha Berlim 9 9 - -
Turquia Istambul 7 - - -

Cinco cidades se candidataram a sede dos Jogos de 2000: Pequim (China), Berlim (Alemanha), Istambul (Turquia) e Manchester (Inglaterra), além de Sydney. Brasília (Brasil) e Milão (Itália) desistiram durante o processo de candidatura. Tashkent (Uzbequistão) também manifestou interesse, mas não chegou a entregar o livro de candidatura.

A escolha ocorreu na 101ª reunião do Comitê Olímpico Internacional, realizada em Monte Carlo (Mônaco). Na primeira rodada da votação, Pequim ficou em primeiro lugar, mas não obteve a maioria absoluta. Segundo as regras do COI, nesses casos, a última colocada (no caso, Istambul) é eliminada e ocorre uma nova rodada. O processo se repete até que alguma cidade consiga maioria absoluta. No caso dessa eleição, a decisão só ocorreu na última rodada.[3]

Organização[editar | editar código-fonte]

Custos[editar | editar código-fonte]

Em 2002, o Auditor-Geral da Nova Gales do Sul informou que os Jogos de Sydney custaram AUD$ 6,6 bilhões, com um custo líquido público entre 1,7 e AUD$ 2,4 bilhões.[4] [5]

Estima-se que o impacto econômico dos Jogos foi de AUD$ 2,1 bilhões que foi coberto por fundos públicos. O crescimento econômico não foi estimulado a um benefício líquido e nos anos desde 2000, o turismo estrangeiro a Nova Gales do Sul cresceu menos do que o turismo para a Austrália como um todo. Um efeito multiplicador no maior desenvolvimento econômico não se realiza como uma simples análise "multiplicadora", não conseguindo captar que os recursos foram redirecionados de outros lugares: a construção de um estádio, os custos de outras obras públicas, tais como reformas e expansões para hospitais. Construindo espaços desportivos praticamente não aumentou o estoque total de capital produtivo nos nos seguintes aos Jogos: "centros equestres, compostos softball e corredeiras artificiais não são particularmente úteis para além de sua função imediata."[6]

Marketing[editar | editar código-fonte]

O logotipo dos Jogos de Sydney representam uma ginasta usando elementos da cultura australiana, como bumerangues (que formas as pernas e os braços da ginasta), o sol (cabeça) e a Ópera de Sydney (fita na mão da ginasta).[7] O logotipo da candidatura foi desenhado por Michael Bryce, um arquiteto e designer gráfico, cuja esposa, Quentin Bryce tornou-se governadora de Queensland em 2003 e governadora-geral da Austrália em 2008.

Pela primeira vez os Jogos Olímpicos tiveram três mascotes: Olly, uma kookaburra que representou a generosidade, Syd, um ornitorrinco representante do meio-ambiente e da energia do povo australiano, e Millie, uma equidna representante da tecnologia do novo milênio.[8]

Assim como em diversas edições anteriores (desde Amsterdã 1928), a medalha representa a deusa da vitória com um ramo de oliveira. No verso, aparecem a Ópera de Sydney, a tocha e os anéis olímpicos.[9]

Locais de competição[editar | editar código-fonte]

Estádio Olímpico de Sydney durante os jogos.

25 sedes foram utilizadas nos Jogos Olímpicos de Verão de 2000. Nove delas formaram o Parque Olímpico de Sydney (entre elas o Estádio Olímpico e o Centro Aquático). Além de Sydney, outras quatro cidades receberam competições dos Jogos (apenas partidas preliminares do futebol): Canberra, Adelaide, Melbourne e Brisbane.

O Estádio Olímpico de Sydney começou a ser construído em setembro de 1996, e foi inaugurado em março de 1999. O maior estádio olímpico já construído (com capacidade para 110.000 pessoas[10] ) recebeu, além das cerimônias de abertura e encerramento, as competições de atletismo e a final do futebol masculino, entre Camarões e Espanha. Após os Jogos, passou por uma grande reforma, em que a pista de atletismo foi retirada e a capacidade foi reduzida para 83.500 torcedores em jogos de futebol e 81.500 em jogos de críquete e futebol australiano.[11]

Com capacidade para 17.500 pessoas, o Centro Aquático Internacional sediou as competições de natação, pólo aquático, saltos ornamentais e nado sincronizado. Foi construído em 1994. Hoje em dia é um centro de treinamento para atletas australianos, além de sediar uma escola de natação.[12]

Transmissão[editar | editar código-fonte]

A maioria das imagens usadas pelas emissoras internacionais das Cerimônias de Abertura e Encerramento foram dirigidas pelo SOBO (Sydney Olympic Broadcasting Organization) de responsabilidade do diretor australiano Peter Faiman.

Tocha Olímpica[editar | editar código-fonte]

Assim como o logotipo, a tocha também foi inspirada na Ópera de Sydney. Seus detalhes lembram as águas azuis do Oceano Pacífico. A tocha possui 72 centímetros de comprimento e pesa cerca de mil gramas[13]

O revezamento da tocha começou com o acendimento da chama na Grécia no dia 12 de maio e passou por dez dias em cidades e vilas gregas. Depois seguiu para Oceania onde percorreu com o uso de um modelo especial de avião operado pela transportadora oficial, Ansett, as ilhas do Oceano Pacífico indo para Guam, as Ilhas Cook. O revezamento da tocha deixou para trás as palmeiras e praias de Tonga em 2 de junho, próxima parada foram as estações de esqui de Queenstown, na ilha sul da Nova Zelândia.

Na Austrália, o revezamento da tocha viajou mais de 27000 km e foi realizado por 11000 portadores,no maior revezamento da tocha até então na história olímpica. A chama olímpica percorreu por uma variedade de modais de transporte, incluindo um aerobarco em Bondi, o trem do Índico-Pacífico através da Planície de Nullarbor, as aeronaves Royal Flying Doctor Service no interior do deserto australiano o e de camelo em Cable Beach em Broome, no noroeste do país. A perna australiana começou Uluru, no centro geográfico da Austrália.

Modalidades disputadas[editar | editar código-fonte]

Em relação aos Jogos de 1996, o programa mudou bastante:

  • Atletismo: a Marcha atlética feminina teve sua distância aumentada de 10 km para 20 km e foram incluídos o Lançamento de martelo e o Salto com vara femininos;
  • Ciclismo de pista: foram incluídas as provas de Keirin, Madison e Sprint olímpico para os homens e Contra o relógio para as mulheres;
  • Ginástica: duas provas de Trampolim acrobático ocorreram pela primeira vez;
  • Halterofilismo: houve uma redistribuição de pessoas nas classes no masculino, fazendo seu número cair de dez para oito, além da inclusão de cinco classes femininas;
  • Lutas: houve uma redistribuição de pessoas nas classes, fazendo seu número cair de vinte para dezesseis.
  • Nado sincronizado: estreou a prova de Duetos;
  • Pentatlo moderno: estreia da prova feminina;
  • Polo aquático: o torneio feminino estreou;
  • Saltos ornamentais: quatro eventos sincronizados (Trampolim e Plataforma, masculino e feminino) foram disputados pela primeira vez;
  • Taekwondo: o outro esporte estreante teve oito categorias de peso;
  • Tiro: entraram no programa as provas femininas de Fossa olímpica e Skeet;
  • Triatlo: o esporte estreou com as provas masculina e feminina;
  • Vela: a classe 49er foi incluída no programa;

No total, foram distribuídas vinte e sete medalhas de ouro a mais que em 1996. Abaixo a lista de modalidades que foram disputadas nos Jogos. Os esportes aquáticos (natação, nado sincronizado, saltos ornamentais e polo aquático) são regulamentados pelo mesmo órgão (FINA), enquanto o voleibol e o voleibol de praia são ambos administrados pela FIVB. Em parênteses o número de eventos em cada modalidade:

Nações participantes[editar | editar código-fonte]

Países participantes.

Ao todo, 199 Comitês Olímpicos Nacionais enviaram representantes nos Jogos de Sydney, dois a mais do que nos Jogos de 1996. Eritreia, Micronésia e Palau fizeram suas estreias em Jogos Olímpicos.

O Afeganistão foi o único país que participou dos Jogos de 1996 e não esteve em Sydney. Quatro atletas timorenses competiram como Atletas Olímpicos Individuais (IOA).

Fatos e destaques[editar | editar código-fonte]

Nancy Johnson e sua medalha.
Marion Jones (ao centro) na prova dos 200m.

Quadro de medalhas[editar | editar código-fonte]

O quadro abaixo é o oficial do Comitê Olímpico Internacional, atualizado após os casos de devolução de medalhas envolvendo a atleta Marion Jones por doping.[30] A alteração mais recente foi causada pela desclassificação do ciclista estadunidense Lance Armstrong após confissão de casos de doping.[31]

 Ordem  País Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze GoldSilverBronze medals.svg Ordem
por total
1 Estados UnidosUSA Estados Unidos 37 24 32 93 1
2 RússiaRUS Rússia 32 28 29 89 2
3 ChinaCHN China 28 16 14 58 3
4 AustráliaAUS Austrália 16 25 17 58 4
5 AlemanhaGER Alemanha 13 17 26 56 5
6 FrançaFRA França 13 14 11 38 6
7 ItáliaITA Itália 13 8 13 34 7
8 Países BaixosNED Países Baixos 12 9 4 25 11
9 CubaCUB Cuba 11 11 7 29 8
10 Grã-BretanhaGBR Grã-Bretanha 11 10 7 28 9
49 MoçambiqueMOZ Moçambique 1     1 65
52 BrasilBRA Brasil   6 6 12 21
69 PortugalPOR Portugal     2 2 58
Fonte: Olympic Museum
Os demais países lusófonos não conquistaram medalhas.

Marion Jones, ganhadora de três medalhas de ouro e duas medalhas de bronze para os Estados Unidos, renunciou-as em outubro de 2007 depois de confessar que tinha tomado tetrahidrogestrinona (THG) de setembro de 2000 a julho de 2001. O COI formalmente cassou Jones e sua equipe de revezamento de suas cinco medalhas, apesar de que às suas colegas de equipe foi oferecido um caso para manter suas medalhas. No fim, a equipe de Jones teve suas medalhas reintegradas. Jones também foi proibida de competir por dois anos pela IAAF.

Em 2 de agosto de 2008, o Comitê Olímpico Internacional cassou a medalha de ouro da equipe masculina dos Estados Unidos do revezamento 4x400 metros, depois que Antonio Pettigrew admitiu ter usado uma substância proibida. Três dos quatro corredores no final do evento, incluindo Pettigrew e os gêmeos Alvin e Calvin Harrison, e na rodada preliminar o corredor Jerome Young, todos admitiram ou testaram positivo para substâncias dopantes. Somente Angelo Taylor, que também correu em fases preliminares, e o recordista mundial Michael Johnson não foram implicados. A medalha foi a quinta medalha de ouro para o recordista mundial Johnson, que afirmou que ele já tinha planejado devolver a medalha, porque ele se sentiu "enganado, traído e decepcionado" pelo testemunho de Pettigrew. A posição da medalha de ouro para esta prova está vaga.

Em 28 de abril de 2010, o COI cassou a China de sua medalha de bronze da competição feminina por equipe para a utilização de um ginasta menor de idade. A medalha foi concedida aos Estados Unidos.[32]

Cerimônias[editar | editar código-fonte]

Um momento da Cerimônia de Abertura

Cerimônia de abertura[editar | editar código-fonte]

Cerimônia de encerramento[editar | editar código-fonte]

Fogos na Baía de Sydney com as cores olímpicas na Cerimônia de Encerramento.

Os maiores Jogos Olímpicos de todos os tempos em número de atletas e de países ocorreram num clima de paz e com uma excelente organização, que levaram o presidente do COI Juan Antonio Samaranch a dizer, na Cerimônia de Encerramento:

Estou muito orgulhoso e feliz de declarar que vocês apresentaram ao mundo os melhores Jogos Olímpicos de todos os tempos.
 
Juan Antonio Samaranch.[33] .

Referências

  1. a b Olímpiadas UOL. Sidney, 2000 - História das Olimpíadas - UOL Olimpíadas 2012 (em português).
  2. Sítio oficial do Comitê Olímpico Internacional (COI). Sydney 2000 (em inglês).
  3. Sítio oficial do Comitê Olímpico Internacional (COI). Resultados da 101ª reunião do COI, que escolheu Sydney sede dos Jogos de 2000 (em inglês).
  4. Sydney 2000 – Auditor Slams Costs liebreich.com, 23 April 2003
  5. Cópia do arquivo do Wayback Machine archived Auditor's report, pages 10–11. 'Olympic Co-ordination Authority ... OCA's current report on the actual result ... Total net impact in A$$ million: ... 1,326.1'
  6. Saulwick, Jacob. "No medals for economic benefits of the Games", Business Day, 12 April 2008. Página visitada em 16 April 2008. The article is based largely on a recent study by James Giesecke and John Madden from the Centre of Policy Studies at Monash University.
  7. Sítio oficial do Comitê Olímpico Internacional (COI). Logotipo dos Jogos de Sydney (em francês).
  8. Sítio oficial do Comitê Olímpico Internacional (COI). Olly, Syd e Millie, mascotes dos Jogos de 2000 (em francês).
  9. Sítio oficial do Comitê Olímpico Internacional (COI). Medalha (em francês).
  10. Worldstadiums.com; Angelo Spampinato. Página sobre o ANZ Stadium (em inglês).
  11. Anzstadium.com.au. Sítio oficial do ANZ Stadium (em inglês).
  12. Aquaticcentre.com.au. Sítio oficial do Centro Aquático Internacional de Sydney (em inglês).
  13. Sítio oficial do Comitê Olímpico Internacional (COI). Tocha olímpica (em francês).
  14. CNNSI.com. Freeman inflama os Jogos acendendo a pira (em inglês).
  15. The Ney York Times.com. Jogos abertos com cerimônia e tributo (em inglês).
  16. The Ney York Times.com. Esposa do presidente do COI morre na Espanha (em inglês).
  17. BBC.com. Johnson atira para o primeiro ouro (em inglês).
  18. CNNSI.com. Destaques dos Jogos (em inglês).
  19. TIME.com. Konstantinos Kenteris (em inglês).
  20. CNNSI.com. Trajetória de Marion Jones (em inglês).
  21. Globoesporte.com. Resultados de Marion Jones são cassados (em português).
  22. BBC.com. Jones devolve suas medalhas olímpicas (em inglês).
  23. CNNSI.com. Resultados dos 800m (em inglês).
  24. Folha Online.com. Camarões vence nos pênaltis e fica com o ouro (em português).
  25. CNNSI.com. Colombiana Urrutia conquista o primeiro ouro de seu país (em inglês).
  26. Team GB.com. Steve Redgrave - Sydney 2000 (em inglês).
  27. BBC Sports.com. Primeira medalha para o Vietnã (em inglês).
  28. CNNSI.com. Nadador compete por amor ao esporte (em inglês).
  29. Rediff.com. Taliban deseja ter banimento revogado (em inglês).
  30. Comitê Olímpico Internacional (9 de dezembro de 2009). IOC reallocates Marion Jones’ medals (em inglês). Visitado em 28 de abril de 2010.
  31. IOC Statement on Lance Armstrong Comitê Olímpico Internacional (17 de janeiro de 2013). Visitado em 18 de janeiro de 2013.
  32. O Estado de São Paulo. COI tira medalha da China das Olimpíadas de 2000 (em português).
  33. BBC.com (1 de outubro de 2000). Os melhores Jogos? (em inglês).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons
Commons Categoria no Commons