Jogos Paralímpicos de Inverno de 2010

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
X Jogos Paraolímpicos de Inverno
Vancouver 2010
Dados
Slogan With glowing hearts
(pt: Com corações brilhando)
Des plus brillants exploits
(pt: Dos feitos mais brilhantes)
País anfitrião  Canadá
Atletas 506 de 44 países
Eventos 64 em 5 modalidades
Cerimônia de abertura 12 de março
Cerimônia de encerramento 21 de março
Abertura oficial Michaëlle Jean
Juramento do atleta Hervé Lord
Juramento do árbitro Linda Kirton
Tocha olímpica Zach Beaumont
Estádio principal BC Place
◄◄ Turim 2006 {{{evento}}} Sóchi 2014 ►►

Os Jogos Paraolímpicos de Inverno de 2010, oficialmente conhecidos como Jogos da X Paraolimpíada de Inverno, aconteceram em Vancouver e Whistler, na província canadense da Columbia Britânica, entre 12 e 21 de Março de 2010. A cerimônia de abertura foi realizada no estádio BC Place, em Vancouver, e o encerramento na Praça das Medalhas em Whistler.

Esta foi a segunda edição das Paraolimpíadas realizada no Canadá, depois das Paraolimpíadas de Verão de 1976 em Toronto.

Em 7 de Junho de 2006, o Príncipe Edward, como membro da Família Real do Canadá, e patrono da Associação Paraolímpica Britânica, hasteou a bandeira dos Jogos Paraolímpicos no Vancouver City Hall.

Revezamento da tocha[editar | editar código-fonte]

O mesmo design da tocha olímpica foi usado, mas com outra cor (azul metálico como o logo das Paraolímpiadas). Em 3 de março de 2010, a tocha começou sua jornada atravessando o Canadá, saindo de Ottawa e indo até Vancouver.[1] O revezamento teve por volta de 600 portadores em 10 cidades canadenses de três províncias:[2]

Mascote[editar | editar código-fonte]

Sumi, mascote dos Jogos Paraolímpicos de Vancouver.
O slalom para atletas sentados foi um dos eventos do esqui alpino.

O mascote dos Jogos foi um animal híbrido chamado Sumi. Sumi foi baseado em lendas locais e é um espírito guardião com as asas de um pássaro trovão, corpo de um urso preto e um chapéu de baleia orca. Ele vive nas Montanhas da Colúmbia Britânica e é um ambientalista apaixonado. Foi a primeira mascote paraolímpica apresentada ao mesmo tempo do que a olímpica.[3]

Para comemorar a realização do evento, 17 moedas comemorativas de dólar canadense foram lançadas em circulação. Duas delas tinham a temática de esportes paraolímpicos : curling em cadeira de rodas (lançada em 11 de julho de 2007) e a do hóquei sobre trenó (lançada em 18 de março de 2010, durante os Jogos). As moedas são sem a frase Dei Gratia Regina do seu lado reverso, fazendo com que estas sejam as primeiras moedas sem esta frase desde 1911.[carece de fontes?]

Eventos[editar | editar código-fonte]

Cinco esportes estiveram no programa dos Jogos:

Delegações[editar | editar código-fonte]

Quarenta e quatro países enviaram atletas para os Jogos Paraolímpicos de 2010. Este foi um aumento de cinco países com relação a edição anterior em Turim. Quatro países participaram pela primeira vez dos Jogos: Argentina, Bósnia e Herzegovina, Romênia e Sérvia. Islândia e Países Baixos que não haviam participado em 2006 retornaram nesta edição. O único país que esteve presente em Turim e não participou nesta edição foi a Letônia.

O número entre parênteses indica o número de atletas por país.[4]

Sedes[editar | editar código-fonte]

UBC Thunderbird Arena onde foram disputadas as partidas de hóquei sobre trenó.

Da mesma forma que nas Olimpíadas, foram usadas sedes em Vancouver e em Whistler. Não houve a necessidade de se construir arenas para o evento, já que a maioria estava em plenas condições de uso ou foi reformada. Vancouver sediou os esportes coletivos, enquanto Whistler sediou os eventos individuais.

Locais de competição[editar | editar código-fonte]

Vancouver
Whistler

Sedes não-esportivas[editar | editar código-fonte]

  • BC Place: arena de futebol americano que sediou a cerimônia de abertura. Foi a primeira cerimônia de abertura em arena coberta desde as Paraolímpiadas de Nagano em 1998.[9]
  • Centro de Imprensa de Whistler: localizado no Centro de Conferências de Whistler.[10] [11]
  • Centro de Imprensa de Vancouver: localizado no Centro de Convenções de Vancouver.[10] [11]
  • Vilas Olímpicas: Por questões de distância, Vancouver e Whistler tiveram vilas olímpicas próprias.[12] [13]
  • Praça das Medalhas de Whistler: local onde ocorreram as cerimônias de premiação de alguns eventos realizados em Whistler e a Cerimônia de Encerramento.[14]

Calendário[editar | editar código-fonte]

Esse foi o calendário das competições dos Jogos de 2010.[15] [16]

 ●  Cerimônia de abertura        Dia de competição        Dia de final  ●  Cerimônia de encerramento
Março 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 T
Cerimônias
Biatlo ● ● ●
● ● ●
● ● ●
● ● ●
12
Curling em cadeira de rodas 1
Esqui alpino ● ●
● ●
● ●
● ●
● ● ●
● ● ●
● ● ●
● ● ●
● ● ●
● ● ●
30
Esqui cross-country ● ●
● ●
● ● ●
● ● ●
● ● ●
● ● ●
20
Hóquei sobre trenó 1
Finais 6 6 6 4 8 12 6 10 6 64

Medalhas[editar | editar código-fonte]

Para ver o quadro completo, veja Quadro de medalhas dos Jogos Paraolímpicos de Inverno de 2010.
     País sede destacado.
 Ordem  País Medalha de ouro Medalha de prata Medalha de bronze Medals Paralympics.svg
1 GER Alemanha 13 5 6 24
2 RUS Rússia 12 16 10 38
3 CAN Canadá 10 5 4 19
4 SVK Eslováquia 6 2 3 11
5 UKR Ucrânia 5 8 6 19
TOTAL 64 65 63 192

Destaques[editar | editar código-fonte]

Brian McKeever do Canadá tornou-se o primeiro atleta a ser convocado para uma Paraolímpiada de Inverno e uma Olimpíada de Inverno no mesmo ano, mas ele não competiu nos Jogos Olímpicos. Ele estava programado para competir nos 50 km, mas o técnico canadense o substituiu por atletas que tinham tido melhor desempenho nos outros eventos.[17] [18] [19] Nas Paraolímpiadas ele ganhou três medalhas de ouro no esqui cross-country e competiu em dois do Biatlo.

A também canadense Viviane Forest se tornou a primeira para-atleta a ganhar uma medalha de ouro tanto nas Paraolímpiadas de Verão quanto nas Paraolímpiadas de Inverno. Forrest ganhou a medalha de ouro no downhill para deficientes visuais. Ela havia ganhado a medalha de ouro no golbol feminino em 2000 e 2004 .[20] [21]

Outra canadense, Lauren Woolstencroft quebrou o recorde de atleta com mais medalhas de ouro numa edição dos Jogos Paraolímpicos de Inverno, ganhando todos os cinco eventos do esqui alpino feminino em pé.[22]

Referências

  1. Paralympic torch relay begins 10 day journey
  2. Vancouver 2010 Paralympic Torch Relay starting point, torch design, uniform and emblem revealed - Feature Stories : Vancouver 2010 Winter Olympics. Visitado em 2 de Abril de 2010.
  3. Vancouver 2010 - Mascots. Meet the Mascots - Sumi (em inglês). Visitado em 23 de outubro de 2009.
  4. Vancouver 2010. Lista de atletas dos Jogos Paraolímpicos de Inverno (em inglês). Visitado em 13 de março de 2010.
  5. Vancouver 2010. Vancouver Olympic Centre (em inglês). Visitado em 22 de outubro de 2009.
  6. Vancouver 2010. UBC Thunderbird Arena (em inglês). Visitado em 22 de outubro de 2009.
  7. Vancouver 2010. Whistler Creekside (em inglês). Visitado em 22 de outubro de 2009.
  8. Vancouver 2010. Whistler Olympic Park (em inglês). Visitado em 22 de outubro de 2009.
  9. Vancouver 2010. BC Place (em inglês). Visitado em 22 de outubro de 2009.
  10. a b Vancouver 2010. Main Media Centre (em inglês). Visitado em 22 de outubro de 2009.
  11. a b Vancouver 2010. Whistler Media Centre (em inglês). Visitado em 22 de outubro de 2009.
  12. Vancouver 2010. Vancouver Olympic Village (em inglês). Visitado em 22 de outubro de 2009.
  13. Vancouver 2010. Whistler Olympic Village (em inglês). Visitado em 22 de outubro de 2009.
  14. Vancouver 2010. Whistler Medals Plaza (em inglês). Visitado em 22 de outubro de 2009.
  15. Vancouver 2010. Paralympic Schedule and Results (em inglês). Visitado em 2 de março de 2010.
  16. Vancouver 2010. Calendário oficial dos Jogos Paraolímpicos de Inverno (em inglês). Visitado em 13 de março de 2010.
  17. Vancouver Sun, "Legally blind skier embodies the Olympic ideal", Miro Cernetig, 17 de fevereiro de 2010 (acessado em 21 de março de 2010)
  18. Associated Press, "Canada's McKeever to ski at Olympics, Paralympics", Rachel Cohen, 17 de fevereiro de 2010 (acessado em 21 de março de 2010)
  19. Boston Herald, "Blind Olympian doesn’t believe in limits", Steve Kelley, 20 de fevereiro de 2010 (acessado em 21 de março de 2010)
  20. Vancouver Sun, "Paralympic para-alpine skiing: Canada’s Viviane Forest does the trifecta, wins visually impaired downhill gold", Mike Beamish, 18 de março de 2010 (acessado em 21 de março de 2010)
  21. Vancouver Sun, "Para-alpine star Viviane Forest has potential for huge Games medal haul", John Korobanik, 11 de março 2010 (acessado em 21 de março de 2010)
  22. Vancouver Sun, "Woolstencroft wins fifth gold medal", CanWest News Service, 21 de março de 2010 (acessado em 21 de março de 2010)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]