Johann Kaspar Lavater

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Johann Kaspar Lavater
Nascimento 15 de novembro de 1741
Zurique, Suíça
Morte 2 de janeiro de 1801
Zurique, Suíça
Nacionalidade Suíça Flag of Switzerland.svg

Pastor Johann Kaspar Lavater (15 de novembro de 1741, Zurique, Suíça - 2 de janeiro de 1801), filósofo, poeta e teólogo suíço; um entusiasta do magnetismo animal na Suíça. É considerado o fundador da fisiognomonia, a arte de conhecer a personalidade das pessoas através dos traços fisionômicos. Lavater escreveu célebres cartas a Imperatriz Maria Feodorawna, esposa do Imperador Paulo I da Rússia.

Nessas cartas, Lavater expressa ideias sobre o estado da alma após a morte e coloca que o mundo invisível deve ser penetrável para a alma separada do corpo, assim como ele o é durante o sono, que a alma aperfeiçoa em sua existência material as qualidades do corpo espiritual, veículo com que continuará a existir depois da morte e pelo qual conceberá e obrará em sua nova existência, diz ainda que o estado da alma depois da morte será fundado sempre neste princípio geral: o homem colhe o que houver plantado e que cada alma, separada do seu corpo se apresenta a si própria, depois da morte, tal como ela é na realidade, seu peso intrínseco, como que obedecendo à lei de gravitação, atraí-la-á aos abismos insondáveis ou às regiões luminosas, fluídicas e etéreas; e o bom Espírito elevar-se-á para os bons e o perverso será empurrado para os maus, atendendo à lei das afinidades.

Essas cartas – ao todo – foram escritas no período de 1796 a 1798 e enviadas de Zurique. Dezesseis anos antes, em Zurique e em Schaffhouse, Lavater teve ocasião de ser apresentado ao Conde e à Condessa do Norte, títulos usados então pelo Grão-Duque da Rússia e sua esposa em sua viagem pela Europa. Lavater estabelece nessas cartas que a alma, depois de deixar o corpo, pode inspirar ideias a qualquer pessoa que esteja apta a receber-lhe a luz, e assim fazer-se comunicar por escrito a algum amigo deixado na Terra.

Reunidas num único volume, as cartas foram publicadas em Petersburgo, em 1858.

Pelo que Lavater expos em sua época ele pode ser considerado um precursor de Allan Kardec. Nessas correspondências trocadas com a Imperatriz ele encaminhou cartas recebidas de um espírito desencarnado (psicografadas).

Informações retiradas do livro O porquê da vida - Léon Denis - 22 edição 2006 - editora FEB.


Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Johann Kaspar Lavater
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Portal A Wikipédia possui o portal: