Johannes Hentschel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Johannes Hentschel
Nascimento 10 de Maio de 1908
Berlim
Morte 27 de abril de 1982 (73 anos)
Achern
Nacionalidade Alemanha alemão
Ocupação mecânico

Johannes Hentschel (10 de maio de 190827 de abril de 1982) foi um mecânico alemão que trabalhou nas instalações da Chancelaria do Reich.

Nascido em Berlim, Hentschel foi contratado em julho de 1934. Em janeiro de 1945, foi designada a ele a tarefa de administrar instalações de água e ventilação da casamata de Hitler. Deixou o Führerbunker quando enfermeiras e soldados do Exército Vermelho chegaram ao local, em 2 de maio de 1945. Apesar de explicar para os oficiais soviéticos que ele não tinha nenhuma relação com a SS, Hentschel foi levado para uma prisão na Sibéria, onde foi liberado somente em 1949.[1] Morreu em Achern.

Referências

  1. O'Donnell, 1978, pág. 240

Leitura complementar[editar | editar código-fonte]

  • Joachimsthaler, Anton. Hitlers Ende: Legenden und Dokumente. Trans Bögler, Helmut (1996).
  • O'Donnell, James. The Bunker (2001).