John Birch Society

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A John Birch Society é um movimento social conservador que defende a família e a liberdade individual contra todos os movimentos totalitaristas presentes e passados, inclusive o ecologismo, nazismo, marxismo, bolivarianismo e islamismo radical, entre outros. Para isso, defende o governo limitado.[1]

Foi fundada em 1958 por Robert W. Welch Jr., em Indianápolis, Indiana, e foi nomeada em homenagem a John Birch, um missionário Batista Norte Americano assassinado em 1945 pelos militantes do Partido Comunista da China, por pregar a fé cristã e, portanto, ter um ideologia diferente do ateísmo obrigatório dos regimes marxistas.[2] Atualmente sediada em Grand Chute, Wisconsin,[3] a sociedade tem filiais locais em todos os 50 estados dos Estados Unidos. Possui a American Opinion Publishing, que publica a revista The New American.[4]

Referências

  1. The JBS Mission The John Birch Society. Visitado em 2010-02-18.
  2. John Birch: A Patriotic Exemplar The John Birch Society. Visitado em 2008-07-18.
  3. Dan Barry, "Holding Firm Against Plots by Evildoers", The New York Times, June 25, 2009, accessed April 4, 2010.
  4. The New American

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.