John Fenn

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
John Fenn Medalha Nobel
Química
Nacionalidade Estados Unidos Estadunidense
Residência  Estados Unidos
Nascimento 15 de junho de 1917
Local Nova Iorque
Morte 10 de dezembro de 2010 (93 anos)
Local Richmond
Atividade
Campo(s) Química
Instituições Universidade de Princeton, Universidade Yale, Virginia Commonwealth University
Alma mater Berea College, Universidade Yale
Prêmio(s) Nobel prize medal.svg Nobel de Química (2002)

John Bennett Fenn (Nova Iorque, 15 de junho de 1917Richmond, 10 de dezembro de 2010[1] ) foi um químico estadunidense.

Doutorou-se em química pela Universidade de Yale em 1940. Foi catedrático de Engenharia Química na Universidade de Yale até 1987, e atualmente exerce a função de engenheiro de pesquisas na Universidade de Virginia.

Em 1988 publicou o método ESI (Electro Spray Ionization), uma nova técnica baseada na espectrometria de massa que permitiu detectar e analisar proteínas.

Em 2002 compartilhou o Nobel de Química com o japonês Koichi Tanaka e o suíço Kurt Wüthrich, pelo “desenvolvimento de métodos de identificação e análise estrutural de macromoléculas biológicas” que tem contribuído para o melhor entendimento dos processos vitais.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
William Standish Knowles, Ryoji Noyori e Barry Sharpless
Nobel de Química
2002
com Koichi Tanaka e Kurt Wüthrich
Sucedido por
Peter Agre e Roderick MacKinnon


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) químico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.