John Kiffmeyer

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
John Kiffmeyer
Informação geral
Também conhecido(a) como Al Sobrante
Nascimento 11 de julho de 1969 (45 anos)
Local de nascimento El Sobrante, Califórnia
 Estados Unidos
Gênero(s) Punk rock
Ocupação(ões) músico, produtor musical
Instrumento(s) bateria
Período em atividade 1988 - 1995 (músico)
1995 - hoje (produtor musical)
Afiliação(ões) Green Day

John Kiffmeyer (El Sobrante, 11 de julho de 1969) também conhecido por Al Sobrante, foi o baterista original da banda punk Green Day[1] . Ganhou o seu apelido em referência à sua cidade natal, El Sobrante. Teve aulas de bateria com Tré Cool (atual baterista do Green Day) antes e durante de sua estadia na banda. Saiu da banda para concluir a faculdade. John ficou na banda até 1991, tendo gravado com o Green Day até o mesmo ano, ou seja, tudo que o Green Day lançou até o ano de 1991 teve a bateria de John, o álbum Kerplunk! de 1992, a bateria é de Tré Cool,o qual entra no lugar de John, fechando assim a formação da banda.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Al nasceu como John Kiffmeyer, que fugiu de casa quando ainda era bem novo. Devido a fatos desconhecidos, ele sofreu um acidente um pouco fora da cidade de El Sobrante, na Califórnia, deixando-o inconsciente. John acordou, perdendo sua memória do que aparentemente poderia ter sido só uma queda. Ele se achou em um lugar muito estranho, perto de uma placa que dizia "El Sobrante". Ainda recuperando-se de seus ferimentos, ele confundiu o nome e leu "Al Sobrante" então ele começou a achar que aquele era o seu verdadeiro nome.

Não encontrando nada para ele por ali, John – agora Al – continuou correndo até que ele encontrou uma casa em uma montanha. Lá ele conheceu um garoto chamado Frank (verdadeiro nome de Tré Cool), tocando bateria na sua garagem. Extasiado pelo talento do garoto, Al implorou para que Frank o ensinasse a tocar. Uma vez que Al não tinha a mínima idéia de onde vinha, Frank deixou que ele morasse em sua garagem. Anos depois, Al estava tocando na bateria de Frank quando ele foi descoberto por dois garotos (Billie e Mike), que, ironicamente, estavam à procura de um baterista. Uma vez que Frank estava fora ensaiando com sua outra banda, e ele tinha uma bateria para tocar em casa, Al pegou a bateria de Frank e foi embora com os garotos. Juntos, eles formaram uma banda chamada Sweet Children, e que eventualmente, mudaram seu nome para Green Day.

Pelo fato do Al não gostar muito da luz do sol, o Green Day sempre tocou em lugares fechados, ou onde fosse escuro. Até que um dia, os garotos estavam planejando fazer um show na cidade de "El Sobrante". Al congelou, confuso sobre o que estava escutando. Billie e Mike explicaram para ele que El Sobrante era perto da cidade. Al ficou bastante ansioso em tocar lá, esperando encontrar respostas de quem ele era e de onde tinha vindo.

Depois que os shows terminaram em El Sobrante, Al correu pelas portas dos fundos, pelas ruas à noite procurando por algum sinal. Horas depois, ele encontrou uma casa abandonada. O nome na caixa de correio dizia "Kiffmeyer"... Poderia ser isto algo que ficou de sua casa?

Tendo certeza que não tinha ninguém por perto para vê-lo, Al invadiu a casa, esperando encontrar respostas. Ele encontrou o que procurava em um velho e intocável quarto. Lá, ele encontrou uma foto sua bem jovem, atrás da foto estava escrito "John, 1981". Finalmente, ele sabia quem ele era. Ele era John Kiffmeyer. Daquele dia em diante, ele usou ambos os nomes, trocando os dois apenas por diversão.

Saída da banda[editar | editar código-fonte]

Em 1990, ele deixou a banda para cursar a Universidade Estadual de Humboldt, em Arcata, Califórnia. John mais tarde se juntou a banda Ne'er Do Wells, deixando de repente em 1994. Após uma temporada com a banda punk The Ritalins, ele se tornou gerente do Shruggs até sua separação. Recentemente, ele produziu "The Lobom Funka Album" dos Troublemakers, uma banda de garagem de Sacramento, Califórnia.

Ele agora vive em São Francisco, Califórnia, e é casado com a cineasta experimental e professora da Universidade Estadual de São Francisco, Greta Snider. Atualmente ele trabalha como diretor de fotografia, especializado em tela verde e produção de trabalhos, principalmente comerciais.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]