John Sheldon Doud Eisenhower

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
John Eisenhower
John Eisenhower on USS Eisenhower.jpeg
John Eisenhower
45ºEmbaixador dos Estados Unidos na Bélgica
Mandato 14 de maio de 196928 de setembro de 1971
Antecessor(a) Ridgway B. Knight
Sucessor(a) Robert Strausz-Hupé
Serviço Militar
Exército dos Estados Unidos
Mandato Brigadeiro General
19441963
2ª Guerra
Guerra da Coreia
Vida
Nome completo John Sheldon Doud Eisenhower
Nascimento 03 de agosto de 1922
Denver, CO
 Estados Unidos
Morte 21 de dezembro de 2013 (91 anos)
Trappe, MD
 Estados Unidos
Progenitores Mãe: Mamie Eisenhower
Pai: Dwight D. Eisenhower
Dados pessoais
Cônjuge Barbara Jean Thompson(1947-1986)
--Dwight David II(1948-)
--Barbara Anne(1949-)
--Susan(1951-)
--Mary Jean(1955-)
____________
Joanne Thompson(1988-2013)
Partido Republicano
Independente
Profissão Diplomata
Historiador
Militar

John Sheldon Doud Eisenhower (Denver, 3 de agosto de 1922Trappe, 21 de dezembro de 2013) foi um diplomata, historiador e militar americano, filho do 34º Presidente dos Estados Unidos da América, Dwight D. Eisenhower.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

John foi o segundo filho de Dwight Eisenhower e sua esposa, Mamie Doud Eisenhower. O primeiro filho do casal, seu irmão Doud, morreu aos 3 anos de idade, em 1921, vítima de escarlatina. John seguiu os passos de seu pai e ingressou na Academia Militar dos Estados Unidos, de onde foi enviado para os campos de batalha da Segunda Guerra Mundial; mais precisamente no desembarque da Normandia, sob controle de seu pai, o então general Eisenhower. Após o fim da 2ª Guerra, John manteve sua carreira militar, servindo na Guerra da Coréia.

Nos anos 60, tornou-se militar da reserva, passando a seguir carreira diplomática. Durante a administração de Richard Nixon (que foi vice-presidente de Eisenhower nos anos 50), John Eisenhower tornou-se o 45º embaixador dos Estados Unidos na Bélgica, entre 14 de Maio de 1969 e 28 de Setembro de 1971. Após este período, serviu à agências e comitês dos presidentes Nixon e Ford, para assuntos internos dos Estados Unidos. Sua expertise em assuntos militares e diplomáticos lhe permitiu publicar diversos livros, abordando temas dos mais variados em ambas as áreas.

Eisenhower casou-se 2 vezes. No primeiro casamento(1947-1986), com Barbara Jean Thompson; teve 4 filhos. Após divorciar-se, casou-se novamente em 1988, com Joanne Thompson; com quem permaneceu até a morte. O casal não teve filhos.

John faleceu em Trappe, Maryland; em 21 de Dezembro de 2013, aos 91 anos [2] [3] [4] .

Referências

  1. John Sheldon Doud Eisenhower: Biographical fast facts (em inglês). Accuracy Project. Página visitada em 23 de dezembro de 2013.
  2. Associated Press (21 de Dezembro de 2013). John Eisenhower, Historian and Son of the President, Dies at 91 (em Inglês). The New York Times. Página visitada em 23 de Dezembro de 2013.
  3. E.F.E. (22 de Dezembro de 2013). Morre aos 91 anos o historiador John Eisenhower, filho de Dwight Eisenhower (em Português). TERRA. Página visitada em 23 de Dezembro de 2013.
  4. E.F.E. (22 de Dezembro de 2013). Morre aos 91 anos o historiador John Eisenhower, filho de Dwight Eisenhower. R7. Página visitada em 23 de Dezembro de 2013.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.