John Wilkes Booth

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Se procura o jornalista e político radical inglês, veja John Wilkes.
John Wilkes Booth
Nome John Wilkes Booth
Nascimento 10 de maio de 1838
Bel Air, Maryland
 Estados Unidos
Morte 26 de abril de 1865 (26 anos)
Port Royal, Virginia
 Estados Unidos
Nacionalidade Povo dos Estados Unidos norte-americano
Pseudônimo(s) JB Wikes
Crime(s) Assassinato de Abraham Lincoln
Situação Morto desde 26 de abril de 1865

John Wilkes Booth (Bel Air, Maryland, 10 de maio de 1838Port Royal, Virginia, 26 de abril de 1865) foi um ator de teatro norte-americano que assassinou o presidente Abraham Lincoln em 14 de abril de 1865 no Teatro Ford, em Washington, D.C. Simpatizante dos Confederados, era veemente em seus protestos contra a administração Lincoln, e ficou ultrajado com a derrota do Sul na Guerra de Secessão. Era também fortemente contrário à abolição da escravidão nos Estados Unidos e à proposta de Lincoln de estender o direito de voto aos recém-emancipados escravos.

Pintura representando o assassinato de Abraham Lincoln

Booth e um grupo de co-conspiradores planejavam matar Lincoln, o vice-presidente Andrew Johnson e secretário de estado William Seward em uma trama para ajudar a causa confederada. Embora o Exército da Virgínia do Norte de Robert E. Lee houvesse se rendido quatro dias antes, Booth acreditava que a guerra ainda não estava perdida, pois as tropas do general confederado Joseph E. Johnston continuavam lutando contra o Exército da União. Dos conspiradores, apenas Booth conseguiu completar de forma bem-sucedida sua parte no plano. O assassino de Johnson desistiu; Seward foi ferido mas se recuperou; e Lincoln morreu na manhã seguinte em consequência de um único tiro que o atingiu na nuca - alterando o curso da história dos Estados Unidos nos estágios finais da Guerra Civil.

Após matar Lincoln, Booth fugiu a cavalo para o sul de Maryland. Doze dias depois, ele conseguiu chegar a uma fazenda no norte rural de Virgínia, mas foi perseguido e morto por soldados da União. Oito outros envolvidos foram julgados e condenados, e quatro enforcados pouco tempo depois.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido no estado de Maryland, filho de Junius Brutus Booth Senior, de origem inglesa. Tinha dois irmãos, Edwin e Junius Brutus Jr.

Advindo de uma família com tradição teatral, começou sua carreira em 1855 no teatro Charles Street em Baltimore. Aparece depois no Teatro Weatley's Arch Street, Filadélfia, em 1857, e mais tarde se muda para Richmond, Virgínia para uma temporada no Teatro Marshall. Nessa época começou a se identificar com a política sulista e era frequentemente visto em companhia de mulheres, na maioria atrizes.

Em 1861, uma atriz chamada Henrietta Irving, armada com uma faca, desfere um corte no seu rosto após ter descoberto que Booth não tinha intenções de se casar com ela.

Em 1863, juntamente com os companheiros de teatro John Ellster, Thomas Mears e George Pauncell, estabelece uma companhia de petróleo a qual chama de Dramatic Oil Company.

Contudo, um ano depois entrega a sua parte na companhia aos cuidados de seu irmão Junius e outro amigo, deixa o trabalho no teatro e inicia uma série de planos para retirar o então presidente Abraham Lincoln do poder, juntando-se assim a partidos que têm os mesmos interesses.

Cinco dias após o General Lee se render, Booth assassina o presidente Lincoln no Teatro Ford.

Há muitas coincidências entre John W. Booth e Lee Harvey Oswald, assassino do presidente Kennedy.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.