Johne Rotz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Johne Rotz (em latim), John Rose (em língua inglesa) ou Jean Rotz (em língua francesa) (nascido no século XVI), foi um cartógrafo escocês do Renascimento. Trabalhou em Dieppe, na França. Pouco se sabe acerca deste cartógrafo além da época em que viveu e de uma de suas obras, inscritas nos denominados "Mapas de Dieppe".

Biografia[editar | editar código-fonte]

De pai escocês, pode ter acompanhado a expedição de Jean Parmentier a Sumatra em 1529 e vertamente esteve na costa do Brasil em 1539[1] . O seu trabalho terá sido influenciado em larga medida por estas primeiras viagens a serviço da França, levando-o a criar mapas bastante iluminados[1] ,[2] .

Não tendo logrado sucesso em empregar-se junto a Francisco I de França, Rotz foi para a Inglaterra em 1542 onde entrou ao serviço de Henrique VIII da Inglaterra[3] .

Mapas conhecidos[editar | editar código-fonte]

Carta de Jean Rotz (Boke of Idrography, 1542).
Boke of Idrography (1542)

Esta carta, actualmente na British Library em Londres, foi oferecida pelo autor ao rei Henrique VIII de Inglaterra. Constitui-se em um mapa-múndi que apresenta as costas da África e da Ásia, com a Índia e com a China, ainda aparentemente mostra partes da Austrália, duzentos anos de sua descoberta oficial pelo capitão britânico James Cook.

Notas

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.