Johnny Q. Public

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Johnny Q. Public
Informação geral
Origem Springfield, Missouri
País  Estados Unidos
Gênero(s) Grunge
Rock Moderno
Rock Cristão
Rock Alternativo
Período em atividade 1993-2001
Gravadora(s) Gotee Records
Roadrunner Records
Integrantes Dan Fritz
Shawn Turner
Ken Bassham
Brad Barnerd
Nathan McCorkle
Ex-integrantes Brian DuVall
Oran Thornton

Johnny Q. Public é uma banda cristã de Rock Alternativo da cidade de Springfield, no Missouri. Apesar de seu som ser bastante moderno, a banda possui influências de Led Zeppelin e Cream.[1] A banda não é só conhecida pela sua música, como também é conhecida pela sua teologia carismática em shows ao vivo.[2]

História[editar | editar código-fonte]

Quando os integrantes do Johnny Q. Public assinaram com a Gotee Records, a idade dos integrantes era em média de 15 a 23 anos.[2] [3] A assinatura com a gravadora veio depois da banda gravar uma demo com produção de Steve Griffith.[3] Seu primeiro álbum, Extra*Ordinary foi lançado em 1995 e garantiu a divulgação no mainstream pela Elektra Records.[4] Dan Fritz, vocalista da banda, referiu-se ao período em que lançaram Extra*Ordinary como um "Turbilhão de Loucura".[5] A música Body Be ganhou exposição no mainstream depois que o vídeo começou a rodar na programação da MTV. Eles fizeram turnês por três anos antes de tentar gravar seu próximo álbum, e durante este espaço de tempo, a banda sofreu alterações. Durante 1998 o guitarrista Oran Thornton se casou com a cantora gospel Miss Angie, irmã do guitarrista Shawn Turner, e saiu do Johnny Q. Public para se juntar ao Flick. O baterista Brian DuVall também sai da banda e é subsituido por Nate McCorkle, ex-baterista do Morella's Forest.

Seu segundo álbum, Welcome to Earth, foi lançado pela Gotee e ao mesmo tempo, pela Roadrunner Records.[5] Seu som se deslocou em uma direção mais pop com toques de Hard rock. A revista HM Magazine comparou a banda ao Newsboys, afirmando que a banda poderia facilmente receber transmissão pelas rádios em ambos os mercados cristão e mainstream.[6] Em suporte ao álbum, eles fizeram uma turnê ao lado da banda Bleach e do Skillet.[7]

O Johnny Q. Public, por motivos desconhecidos, se dissolveu em 2001.[8]

Integrantes[editar | editar código-fonte]

  • Dan Fritz - Vocais (1993-2001)
  • Shawn Turner - Guitarra (1993-2001)
  • Ken Bassham - Baixo (1993-2000)
  • Brian DuVall - Bateria (1993-1998)
  • Nathan McCorkie - Bateria (1998-2001)
  • Oran Thornton - Guitarra (1993-1998)
  • Brad Barnerd - Guitarra (1998-2001)

Discografia[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Brown, Bruce A.. (July 1995). "Reviews / Extra*Ordinary". CCM Magazine 18 (1): 63, 65. ISSN 1524-7848.
  2. a b Powell, Mark Allan. Encyclopedia of Contemporary Christian Music. First printing ed. Peabody, Massachusetts: Hendrickson Publishers, 2002. 452 p. ISBN 1-56563-679-1
  3. a b Crump, Andrew. (May / June 1995). "meet johnny q. public". HM Magazine (53): 18. ISSN 1066-6923.
  4. Brown, Bruce A.. (June 1996). "On The Beat: Rock / Alternative". CCM Magazine 18 (12): 14. ISSN 1524-7848.
  5. a b Bandoppler, Treble. (September / October 2000). "Welcome Back Johnny". HM Magazine (85): 50–51. ISSN 1066-6923.
  6. Van Pelt, Doug. (September / October 2000). "Reviews / Welcome to Earth". HM Magazine (85): 65. ISSN 1066-6923.
  7. (November / December 2000) "Hard News". HM Magazine (86): 25. ISSN 1066-6923.
  8. (June 2001) "Signings & Deals". CBA Marketplace 34 (6). ISSN 1092-7239. OCLC 36184061.