Joias da Coroa Britânica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
As Joias da Coroa Britânica, incluindo ainda o Trono de Santo Eduardo.

As Joias da Coroa Britânica, (em inglês: Crown Jewels of the United Kingdom), são vestimentas e símbolos usados pelos soberanos britânicos durante a Coroação e nas demais cerimônias de Estado.[1]

A coleção inclui numerosos cetros, coroas, orbes, espadas e anéis, sendo uma das mais extensas coleções reais da atualidade. Grande parte destes ornamentos foram adquiridos pelos reis antes do século XV, constituindo obejtos de imenso valor histórico.

Coroas[editar | editar código-fonte]

  • Coroa de Santo Eduardo: Confeccionada em 1661 e usada em todas as cerimônias oficiais desde então. Como é considerada muito pesada e "difícil" de usar, foi designada somente para a coroação. É também representada no Brasão do Reino Unido, sendo o mais reconhecido símbolo da realeza britânica.[2]
  • Coroa Imperial do Estado: Confeccionada em 1937 para uso de Jorge VI nas cerimônias oficias, em substituição à Coroa de Santo Eduardo. Existiu em diversas versões desde o Predefinição:Sséc. A versão mais recente é semelhante à delicada coroa de diamantes usada pela rainha Vitória a partir de 1838.
  • Diadema de Estado de Jorge IV: Foi confecionada especialmente para a rainha Alexandra durante a Coroação de Jorge IV. Foi utilizada também na coroação da Rainha Vitória e, mais recentemente, de Elizabeth II. Atualmente integra o acervo da The Queen's Jewels (ou Joias da Rainha). Ainda é usada com frequência na Cerimônia de Abertura do Parlamento.

Jewel House[editar | editar código-fonte]

A Jewel House é uma instituição ligada à Torre de Londres cujo objetivo é de preservar e zelar pela segurança das Joias da Coroa. A instituição foi estabelecida no reinado de Jorge III, apesar das joias serem armazenadas neste local desde 1303.

Na cultura popular[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. The British Monarchy. The Crown Jewels. Visitado em 19.07.2012.
  2. Facts & Information. St. Edward's Crown. Visitado em 19.07.2012.