Jordi Savall

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jordi Savall

Jordi Savall i Bernadet (Igualada, Espanha, 1 de Agosto de 1941) é um músico e compositor catalão, especialista em viola de gamba. Especializou-se na música medieval, tendo já traduzido inúmeros manuscritos de origens várias: mourisca, turca, grega e espanhola.

Em 1974 formou, com a sua esposa, Montserrat Figueras — uma brilhante cantora também catalã —, o grupo Ensemble Hesperion XX, cujo esforço tende a revitalizar a música original antiga, do século VII e próximos.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Savall começou a estudar música aos seis anos em Igualada. Em 1965 terminou os seus estudos superiores de música e violoncelo no Conservatório de Barcelona.

Em 1968 mudou-se para Basileia na Suíça com o objectivo de ampliar a sua formação na Schola Cantorum Basiliensis, reivindicando um instrumento antigo quase esquecido, a viola de gamba, e defendendo a importância da música antiga da Península Ibérica. Neste centro foi discípulo de August Wenzinger, a quem sucedeu em 1973.

Em 1970 iniciou uma carreira muito exitosa como intérprete de viola de gamba, da qual é considerado pela crítica um dos maiores intérpretes.

Entre 1974 e 1989 fundou três conjuntos, Hespèrion XX em 1974 (Hespèrion XXI desde o ano 2000), La Capella Reial de Catalunya em 1987 e Le Concert des Nations em 1989. Conjuntos com repertórios, que vão desde a Idade Média ao início do século XIX, sempre interpretados com o máximo rigor histórico.

Dirigiu orquestras de prestígio como a Orquestra Gulbenkian, a Orquestra Camerata de Salzburgo, a Wiener Kammerorchester e a Philarmonia Baroque Orchestra de San Francisco.

Jordi Savall recebeu numerosas distinções durante os seus mais de 25 anos de carreira. Destas se destacam: em 1988 foi condecorado Officier de l'Ordre des Artes et des Lettres pelo Ministério de Cultura francés; em 1990 recebeu o Prêmio Creu de Sant Jordi da Generalidade da Catalunha; em 1998 o Ministério de Cultura de Espanha entregou-lhe a Medalha de Ouro de Belas Artes; desde 1999 é membro de honra da Konzerthaus de Viena e em 2006 recebeu o Doctoramento Honoris Causa pela Universidade da Catalunha.

A sua discografía supera a centena de gravações em diferentes editoras, pelas quais recebeu mais de cinquenta prémios internacionais. Desde 1998 edita os seus discos através da sua própria editora: ALIA VOX.

O seu trabalho também inclui música para banda sonora de filmes. Destas se destaca a do filme Todas as manhãs do mundo, pela qual ganhou um César em 1992.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]