Jorge I da Saxônia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jorge I
Rei da Saxônia
Georg von Sachsen 1895.jpg
Jorge em retrato de Franz Kops (1895)
Governo
Reinado 19 de junho de 1902
15 de outubro de 1904
Consorte Maria Ana de Bragança, Princesa da Saxónia
Casa Real Wettin
Vida
Nascimento 23 de agosto de 1832
Flagge Königreich Sachsen (1815-1918).svg Dresden
Morte 15 de outubro de 1904 (72 anos)
Flagge Königreich Sachsen (1815-1918).svg Dresden
Sepultamento Hofkirche, Dresden, Alemanha
Filhos Princesa Maria Joana
Princesa Isabel Albertina
Matilde da Saxónia
Frederico Augusto III da Saxônia
Maria Josefa da Saxônia
Príncipe João Jorge
Príncipe Maximiliano Guilherme
Príncipe Alberto Carlos
Pai João I da Saxónia
Mãe Amélia Augusta da Baviera

Jorge da Saxônia (em alemão: Friedrich August Georg Ludwig Wilhelm Maximilian Karl Maria Nepomuk Baptist Xaver Cyriacus Romanus; 8 de agosto de 183215 de outubro de 1904) foi o sexto rei da Saxônia e um membro da Casa de Wettin.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido em Dresden, a capital da Saxônia, Jorge era o segundo filho do rei João I da Saxónia e de sua esposa, a princesa Amélia Augusta da Baviera, filha de Maximiliano I.

No dia 11 de maio de 1859, no Palácio de Belém, ele desposou a infanta D. Maria Ana de Bragança, a segunda filha da rainha D. Maria II de Portugal e de seu consorte, Fernando de Saxe-Coburgo-Gota (Fernando II), de quem era parente distante.

Jorge serviu, sob o comando de seu irmão mais velho, Alberto, na Guerra Austro-prussiana de 1866 e na Guerra Franco-prussiana. O príncipe era um Generalfeldmarschall antes de sua ascensão. Quando ficou claro que o rei Alberto e sua esposa, a rainha Carola, não teriam filhos, Jorge foi nomeado o herdeiro presuntivo do trono.

Sucedeu Alberto como rei da Saxônia em 19 de junho de 1902. Seu reinado durou apenas dois anos.

Jorge morreu em seu castelo em Pillnitz, sendo sucedido por seu filho mais velho, Frederico Augusto III.

Descendência[editar | editar código-fonte]

Ele e sua esposa tiveram oito filhos, dos quais seis sobreviveram à infância:

Ver também[editar | editar código-fonte]