Jorge Jesus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde janeiro de 2013). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde janeiro de 2013). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Jorge Jesus
Jorge Jesus.jpg
Informações pessoais
Nome completo Jorge Fernando Pinheiro de Jesus
Data de nasc. 24 de Julho de 1954 (60 anos)
Local de nasc. Amadora,  Portugal
Informações profissionais
Clube atual Sport Lisboa e Benfica
Posição Treinador
Clubes de juventude
1970-1971
1971-1973
Estrela da Amadora
Sporting
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1973-1974
1974-1975
1975-1976
1976-1977
1977-1978
1978-1979
1979-1980
1980-1983
1983-1985
1985-1987
1987-1988
1988-1989
Peniche (E)
Olhanense (E)
Sporting
Belenenses
Riopele
Juv. Évora
U. Leiria
V. Setúbal
Farense
Estrela da Amadora
Benf.C.Branco
Almancilense
Times que treinou
1989-1993
1993-1998
1998-2000
2000-2002
2002-2003
2003-2004
2004-2005
2005-2006
2006-2008
2008-2009
2009-
Amora
Felgueiras
Estrela da Amadora
V. Setúbal
Estrela da Amadora
V. Guimarães
Moreirense
U. Leiria
Belenenses
Sp. Braga
Benfica

Jorge Fernando Pinheiro de Jesus, mais conhecido como Jorge Jesus, (Amadora, 24 de Julho de 1954), é um treinador de futebol português que actualmente treina o Benfica.

Carreira como jogador[editar | editar código-fonte]

Jorge Jesus foi um jogador de futebol, filho de Virgolino António de Jesus que jogou no Sporting entre 1973 e 1976, período em que realizou 12 jogos, nos quais marcou 5 golos. Jorge Jesus representou, entre outros emblemas, o Belenenses e o Sporting.

Jorge Jesus retirou-se em 1989, com 35 anos, depois de passagens na segunda (no CF Estrela da Amadora) e terceira divisões.[1]

Carreira como treinador[editar | editar código-fonte]

Primeiros anos[editar | editar código-fonte]

Impulsivo, soube aproveitar os conhecimentos adquiridos em vários estágios no estrangeiro (nomeadamente com Johan Cruijff) para se lançar numa carreira de técnico de muito trabalho, com três títulos: 1 Campeonato da 3ª divisão, 1 edição da Segunda Divisão B e a última edição da Taça Intertoto, pelo Braga. Foi mais tardiamente na carreira, no Benfica, que conseguiu mais títulos: 2 Campeonatos, 1 Taça de Portugal e 4 Taças da Liga, alcançando um triplete inédito no futebol português, em 2014.

O primeiro clube que treinou foi o Amora, tendo-se sagrado campeão nacional da 3ª Divisão. Seguidamente, orientou o FC Felgueiras que subiu desde a 2ª Divisão B até à primeira liga do futebol português (1ª participação deste clube no principal campeonato). Os seus serviços foram recrutados sucessivamente por CF Estrela da Amadora, Vitória de Setúbal e Vitória de Guimarães (todos no escalão principal).[carece de fontes?]

No entanto, Jorge Jesus teve também alguns momentos menos felizes, como as descidas de divisão com o Felgueiras (1995/1996), o clube que tinha subido, e com o Moreirense (2004/2005).

Orientou a equipa principal do Clube de Futebol "Os Belenenses", tendo conseguido, na época de 2006/07, o 5º lugar na Liga, a presença na final da Taça de Portugal e a qualificação para a Taça UEFA.

A 20 de Maio de 2008 foi oficialmente contratado pelo Sporting Clube de Braga como treinador para a época 2008/2009, levando, nesta época, a equipa até aos oitavos-de-final da Taça UEFA, ganhando inclusivamente a última edição da Taça Intertoto, algo nunca antes conseguido pelo clube.[2]

Benfica[editar | editar código-fonte]

2009–10[editar | editar código-fonte]

No final da época 2008/2009, após várias especulações, foi anunciado um princípio de acordo entre o Benfica e Sporting de Braga para a contratação do treinador por 700 mil euros em compensação.[3] O acordo foi confirmado e Jorge Jesus substituiu Quique Flores no comando do Sport Lisboa e Benfica, sendo contratado por um período de dois anos, mais um de opção.[4] Durante a apresentação oficial como treinador do Benfica mostrou-se bastante confiante no seu trabalho ao dizer que chegava ao clube com a certeza de que iria ser campeão.

Comigo a equipa vai jogar o dobro
Jesus, na sua apresentação como treinador do Benfica.[5]

No seu primeiro ano, ele levou o Benfica ao Campeonato Nacional a 9 de Maio de 2010, dando assim ao clube lisboeta o seu 32º título na mais importante prova do futebol português, derrotando o Rio Ave em casa por 2-1 (apenas com duas derrotas na liga e 78 golos marcados), também chegando aos quartos-de-final da Liga Europa, perdendo com o Liverpool num resultado agregado de 5-3.

Jorge Jesus como treinador do Benfica.

A 5 de Outubro de 2009, Jorge Jesus alcançou a vitória 100 no Campeonato Português, com um 3-1 frente ao Paços de Ferreira. No mês seguinte, teve o seu primeiro Derby de Lisboa, que terminou com um empate fora 0-0. No final daquela época vitoriosa, que também trouxe a Taça da Liga, o treinador foi recompensado com uma extensão de contrato, sendo prolongado até 2013.[6]

2010–11[editar | editar código-fonte]

Em 2011, o treinador alcançou a primeira vitória do Benfica na Alemanha, após um 2-0 ao VfB Stuttgart. Esta vitória permitiu a Jesus bater o recorde de Jimmy Hagan em 1972-1973, com 16 vitórias consecutivas.[7] No entanto, esta época foi de menos sucesso do que a anterior, o clube conquistou a segunda Taça da Liga consecutiva e realizou um bom trajeto na Liga Europa.

2011–12[editar | editar código-fonte]

A 7 de Dezembro de 2011, na última jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões, num jogo disputado no Estádio da Luz contra o Oţelul Galaţi, tornou-se o treinador benfiquista com mais vitórias nas competições da UEFA, batendo a marca de 20 vitórias de Sven-Göran Eriksson.[8]

A 12 de Janeiro de 2012, leva o Benfica ao 8º lugar do ranking dos melhores clubes do mundo na época 2011/12, segundo a IFFHS, tornando-se a melhor equipa portuguesa nesse período.[9]

A 11 de Fevereiro de 2012, após uma vitória por 4-1 sobre o Nacional da Madeira para o Campeonato Português atinge a 100ª vitória ao comando dos "encarnados" em competições oficiais.[10]

Termina a época 2011/2012 com a terceira vitória consecutiva na Taça da Liga, o segundo lugar no campeonato nacional e os quartos-de-final da Liga dos Campeões, tendo sido eliminado pelo Chelsea, que viria a sagrar-se campeão europeu.

2012–13[editar | editar código-fonte]

A 10 de Dezembro de 2012, após vitória do Benfica por 3-1 na casa do rival Sporting, Jorge Jesus tornou-se no treinador português com mais vitórias no Derby da Capital, ao vencer sete jogos em nove, ultrapassando Toni (seis em dez).[11]

A 2 de Maio de 2013, Jorge Jesus chegou à nona final europeia do Benfica (recorde nacional) reafirmando o prestígio do clube na Europa.[12] Ao vencer por 3-1 o Fenerbahçe, o Benfica apurou-se para a final da Liga Europa da UEFA de 2012–13, algo festejado dado que o clube não atingia uma final europeia desde a Taça dos Clubes Campeões Europeus de 1989–90.[13]

2013–14[editar | editar código-fonte]

Após a época anterior, a 1ª Jornada desta nova época começou com uma derrota frente ao Marítimo (1-2), a partir daí, o Benfica não voltou a perder para o Campeonato em 28 jogos, conseguindo a maior sequência de vitórias (11).

A 11 de Fevereiro de 2014, Jorge Jesus conseguiu a sua décima vitória (2–0) frente ao Sporting, que empatou dois e ganhou um.

A 20 de Abril de 2014, Jesus conquistou o segundo campeonato português da sua carreira e o 33º título de campeão nacional do Benfica, estabelecendo um novo recorde nacional.

A 7 de Maio de 2014, Jesus venceu a sua quarta Taça da Liga (a 5ª do Benfica), por 2-0, frente ao Rio Ave, outro recorde nacional. A 14 de Maio, disputou a final da Liga Europa contra o Sevilha (após eliminar a Juventus em Turim) que não ganhou após desempate por grandes penalidades.

A 18 de Maio de 2014, Jorge Jesus fez a décima dobradinha do clube (recorde nacional) vencendo a sua primeira Taça de Portugal (a 25ª do Benfica), ao vencer o Rio Ave por 1-0. Assim, terminou a temporada 2013-14, com o triplete nacional inédito, ao vencer o Campeonato, Taça de Portugal e Taça da Liga.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Clube[editar | editar código-fonte]

Amora
Sp. Braga
Benfica

Prémios individuais[editar | editar código-fonte]

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Actualizado a 7 de Março de 2013.

Equipa País De A Jogos
J V E D Vitórias % GM GS +/-
Felgueiras Portugal 1 Novembro 1993 12 Maio 1996 98 38 28 32 32.65 119 107 +12
Felgueiras Portugal 23 Fevereiro 1997 11 Janeiro 1998 34 17 6 11 50 43 34 +9
União da Madeira Portugal 11 Abril 1998 17 Maio 1998 6 2 2 2 33.33 8 7 +1
Estrela da Amadora Portugal 1 Julho 1998 14 Maio 2000 73 23 28 22 31.51 79 79 0
Vitória de Setúbal Portugal 4 Outubro 2000 22 Janeiro 2002 30 18 5 7 60 58 40 +18
Estrela da Amadora Portugal 2 Fevereiro 2002 4 Março 2003 41 21 9 11 51.22 50 41 +9
Vitória de Guimarães Portugal 10 Dezembro 2003 10 Maio 2004 22 7 6 9 31.82 17 21 -4
Moreirense Portugal 5 Abril 2005 24 Maio 2005 7 2 3 2 28.57 9 7 +2
União Leiria Portugal 26 Setembro 2005 11 Maio 2006 30 13 6 11 43.33 43 34 +9
Belenenses Portugal 12 Maio 2006 19 Maio 2008 75 33 15 27 44 94 78 +16
Sporting de Braga Portugal 20 Maio 2008 16 Junho 2009 53 27 14 12 50.94 77 35 +42
Benfica Portugal 17 Junho 2009 Present 197 137 31 29 69.54 423 167 +256
Total 666 338 153 175 50.75 1020 650 +370

Desempenho como treinador[editar | editar código-fonte]

Época 2006-07 2007-08 2008-09 2009-10 2010-11 2011-12 2012-13 2013-14
Clube Belenenses Sporting de Braga Benfica
Competições
Liga
Taça F 4ªE 4ªE 4ªE 1/2 1/8 F V
Taça da Liga 3ªE 1ªFG V V V 1/2 V
Supertaça - - - - F - - -
Liga dos Campeões - - - - FG 1/4 FG FG
Liga Europa - 1ªF 1/8 1/4 1/2 - F F

Referências

  1. Jorge Jesus (em português) Zerozero. Visitado em 4 de Novembro de 2011.
  2. JORGE JESUS É O TREINADOR Scbraga.pt (20 de Maio de 2008).
  3. COMUNICADO - Princípio de acordo entre Benfica e Braga (PDF) SLBenfica.pt e CMVM.pt (15 de Junho de 2009).
  4. COMUNICADO - Contratação do treinador Jorge Jesus pelo Benfica (PDF) SLBenfica.pt e CMVM.pt (16 de Junho de 2009).
  5. Jorge Jesus: "Comigo vão jogar o dobro" (em português) Jornal de Notícias. Visitado em 4 de Novembro de 2011.
  6. Jorge Jesus signs new Benfica deal (em inglês) UEFA (14 de Maio de 2010).
  7. Benfica estabelece recorde de vitórias consecutivas Jornal Record (24 de Fevereiro de 2011).
  8. MaisFutebol (7 de Dezembro de 2011). Jesus bate recorde de Eriksson (em português) Maisfutebol.iol.pt. Visitado em 8 de Dezembro de 2011.
  9. http://sol.sapo.pt/inicio/Desporto/Interior.aspx?content_id=38616
  10. Jorge Jesus conseguiu 100ª vitória ao comando das "águias" (em português) SIC Notícias (11 de Fevereiro de 2012). Visitado em 11 de Fevereiro de 2012.
  11. http://www.abola.pt/nnh/ver.aspx?id=369827
  12. A primeira final europeia de Jorge Jesus será a nona para o Benfica Público (2 de Maio de 2013). Visitado em 24 Março de 2014.
  13. Nunes, João Miguel (3 de Maio de 2013). Benfica festeja a ida à final da Liga Europa RTP Notícias. Visitado em 25 de setembro de 2013.
  14. [1] IFFHS Iffhs.de. Visitado em 10 January 2014.


Ligações externas[editar | editar código-fonte]