Jornal da Manhã (Ponta Grossa)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jornal da Manhã (Ponta Grossa)
Jornal da Manhã
Razão social Editora Jornal da Manhã de Ponta Grossa S.A
Periodicidade diário
Formato standard
Proprietário Grupo Tribuna de Comunicação
Diretor Eloir Rodrigues e Márcio Krzyuy
Fundação 4 de Julho de 1954
Sede Ponta Grossa
Página oficial www.jmnews.com.br

Jornal da Manhã é um jornal diário, sediado em Ponta Grossa. Fundado em 4 de julho de 1954, o Jornal da Manhã é o mais antigo jornal em circulação ininterrupta em Ponta Grossa e região dos Campos Gerais, no Centro-Sul do Paraná.

Estrutura[editar | editar código-fonte]

Localizado em uma sede central e de amplo espaço, o Jornal da Manhã possui o que há de mais moderno em equipamento e estrutura, tendo assim as ferramentas necessárias para concretizar um jornal de qualidade e credibilidade em toda a região dos Campos Gerais.

O Jornal é impresso na Grafinorte, a maior gráfica de diversos do interior do Paraná e uma das mais modernas do Brasil.

Linha Editorial[editar | editar código-fonte]

O Jornal da Manhã pauta sua linha editorial pelo conceito do “Jornalismo Público”. Trata-se de um conceito surgido ainda na década de 50, nos Estados Unidos, mas que tem ganhado espaço em todo o mundo, justamente por seu compromisso com a cidadania.

Mais do que pautar a discussão sobre temas de interesse do público, esse tipo de jornalismo procura propor soluções para os problemas das comunidades. Ou seja, os meios de comunicação vão além da tarefa de meramente informar ou retratar a realidade. Há uma preocupação em intervir na realidade. E essa intervenção ocorre de diversas maneiras.

Uma delas é através do agendamento temático direcionado. Isto é, direcionando as pautas para temas de amplo interesse coletivo. Outro mecanismo é o engajamento. Há um envolvimento maior do jornal e do jornalista com as causas da comunidade. E é aí que surgem as bandeiras em defesa dos projetos da cidade, da região, do Estado e do País.

A partir do momento em que há a combinação destes dois fatores (agendamento e engajamento), outros mecanismos de aplicação do jornalismo público surgem naturalmente. É o caso, por exemplo, da interação com o público. O jornal pauta discussões de interesse da coletividade e atiça a disposição da comunidade em participar do processo jornalístico.

O leitor sente a necessidade de fazer parte do debate, expondo suas idéias e fazendo contraponto a outras opiniões. E com isso, o leitor inverte a própria lógica de agendamento dos meios de comunicação. Porque agora não é o jornal que está, de uma certa forma, impondo “sobre” o que ele deve pensar e “de que forma” ele deve pensar.

Ao escrever diretamente no jornal, sem os filtros dos jornalistas e das empresas jornalísticas, o leitor toma em suas mãos as rédeas da chamada “agenda setting”. Ele tem a oportunidade de pautar ou redirecionar as discussões.

Essa interação com o leitor realça outra importante característica do jornalismo público, que é, justamente, a pluralidade, um dos preceitos básicos do código deontológico jornalístico. Na medida em que o jornal abre espaço para a manifestação, indiscriminada, de diferentes correntes de pensamento, permitindo o debate de idéias, ele reafirma o compromisso com o conceito de imparcialidade – que, apesar de utópico, deve ser um alvo a ser atingido.

Seguindo esse conceito de jornalismo público, o Jornal da Manhã adota uma linha editorial que alia a tradição à modernidade em favor da informação. O JM ganha força no cenário local e regional como o “jornal dos ponta-grossenses”, em defesa de Ponta Grossa e dos Campos Gerais.

Formato[editar | editar código-fonte]

De terça a sábado O Jornal da Manhã circula de terça-feira a sábado com três cadernos principais: Primeiro Caderno, “Mix” (sociais e entretenimento) e Classificados.

Domingos Aos domingos o JM conta, além do Primeiro Caderno, do Mix, e do Classificados, com os cadernos “Bola” (Esportes), Imóveis e Autos & Cia., assim como a revista Urbe.

Extras Em determinados dias da semana o Jornal da Manhã circula com conteúdos especiais. Nas quartas-feiras, por exemplo, o jornal publica também os suplementos “Casa” (Decoração & Construção), “Saber” (Educação & Pesquisa), “Saúde” e “Digital” (Tecnologia & Informática). Quinzenalmente, aos sábados, também é publicado o suplemento “Safra”, trazendo notícias voltadas para o agronegócio.

Editorias Especiais[editar | editar código-fonte]

Dossiê JM Aos domingos o Jornal da Manhã abre espaço para reportagens investigativas, que ganham destaque na editoria “Dossiê JM”. São assuntos trabalhados minuciosamente pela nossa equipe de jornalistas, durante toda a semana, e que são apresentados aos leitores aos domingos, num formato gráfico, numa abordagem jornalística e numa linguagem textual diferenciados.

Cadernos[editar | editar código-fonte]

MIX O Caderno Mix circula diariamente, unindo informação, entretenimento e serviço ao leitor. O espaço apresenta reportagens sobre televisão e cinema, assim como aborda o mundo artístico. Também conta com espaço voltado ao humor, com piadas e anedotas ilustradas. Passatempos como sudoku (jogo de lógica e raciocínio) e palavras-cruzadas são oferecidos diariamente ao leitor. Guia de lazer, com as principais exposições e atrações artísticas, bem como os filmes em cartaz no cinema, são atualizados periodicamente.

Persona e Pub O Caderno Mix conta com duas colunas sociais. Na capa, está a “Persona”, com a cobertura e abordagem dos principais eventos sociais locais. A coluna apresenta informações e notícias comentadas sobre a vida social ponta-grossense. Na contracapa do Caderno Mix está a coluna social “Pub”, voltada ao público jovem. O espaço apresenta diariamente as novidades do cenário noturno local, com as dicas das principais festas, casas noturnas e bares, bem como informações sobre música, shows e espetáculos voltados a esse público.

BOLA Veiculado aos domingos, o caderno Bola possui um proposta diferenciada de abordar e apresentar o esporte. Além da cobertura dos eventos e competições factuais, traz entrevistas e reportagens especiais com atletas e personagens de Ponta Grossa e região. Além de um conteúdo com qualidade, o Bola também tem um destaque para o projeto gráfico. E ao utilizar o aspecto visual, com tabelas, gráficos e informações, aumenta assim o interesse do leitor sobre o assunto esporte. Com a divulgação das diversas modalidades, o caderno promove a valorização do esporte – seja amador ou profissional – como um agente transformador, um caminho para a inclusão e a cidadania.

CLASSIFICADOS Este é o maior e mais completo caderno de classificados dos Campos Gerais. Aqui o leitor encontra excelentes oportunidades de negócios. O caderno inclui anúncios de empregos, veículos, imóveis e serviços, entre outros. Sua circulação é diária. E os anúncios publicados na edição impressa do jornal também são veiculados no portal jmnews.com.br.

IMÓVEIS Aqui o leitor do Jornal da Manhã tem a cidade em suas mãos. As principais imobiliárias de Ponta Grossa estão reunidas no caderno de Imóveis do JM, que também é o maior e mais completo de toda a região dos Campos Gerais. São dezenas de imobiliárias que publicam nas páginas do jornal milhares de anúncios de imóveis, oferecendo uma ampla gama de oportunidades de negócios.

AUTOS & CIA Este caderno mescla notícias e oportunidades de negócios sobre o mercado de automóveis. As reportagens abordam temas como lançamentos, comportamento do mercado e dicas de serviços sobre a manutenção e cuidados com os veículos. O caderno também reúne as principais empresas de Ponta Grossa e região que atuam na compra e venda de automóveis, bem como na prestação de serviços.


Revista[editar | editar código-fonte]

URBE Primeira revista semanal dos Campos Gerais, a Urbe circula aos domingos. O produto apresenta um conceito diferenciado de jornalismo ao leitor, trazendo textos interpretativos e informações diversificadas, que atende às expectativas dos leitores. A revista busca unir lazer, entretenimento e comportamento em um produto específico, abordando temas como moda, saúde, dicas de gastronomia e bebidas, beleza, cultura, televisão e humor. A Urbe é produzida em papel diferenciado, sendo grampeada e refilada.

Suplementos[editar | editar código-fonte]

SAÚDE Inserido no contexto do jornalismo público que norteia todo o Jornal da Manhã, o caderno Saúde oferece informações que visam contribuir com a melhoria na qualidade de vida do leitor. Através de editorias que procuram abrigar notícias sobre os principais assuntos relacionados à saúde de jovens, adultos e também do público que já chegou à terceira idade, esse suplemento procura ser atual e acompanhar as novas técnicas de tratamento oferecidas pela medicina moderna. Paralelo a isso, o caderno abre espaço para dicas sobre estética e orientações sobre alimentação saudável. Especialistas de vários setores da medicina também oferecem sua contribuição através de artigos e entrevistas.

DIGITAL Abrir espaço para as principais notícias sobre informática, games e outras áreas da tecnologia. Esse é um dos principais objetivos do caderno Digital, divulgado mensalmente pelo JM. A publicação procura trazer aos leitores informações atualizadas sobre lançamentos, as novidades da internet, o conteúdo das principais pesquisas em desenvolvimento nas escolas técnicas e de ensino superior de Ponta Grossa. Tudo isso acrescido de dados úteis sobre cursos e palestras nessa área. Colunistas especiais também contribuem com a publicação, ajudando os leitores na interpretação dos principais fatos noticiados e comentando as novas tendências em desenvolvimento na rede mundial de computadores.

SABER Direcionar atenção às pesquisas e estudos iniciados, em andamento e concluídos pelas instituições de ensino da cidade em diversas áreas e cursos é o objetivo do suplemento “Saber”. As reportagens privilegiam questões sobre o desenvolvimento da Educação regional. São seções: “Pesquisa”, com espaço para análises científicas em desenvolvimento; “É fato”, que aborda estudos já concluídos; “Saber em teste”, com dicas como as de concursos e premiações com inscrições abertas, sites de interesse de acadêmicos e pesquisadores; “Conhecer”, com contribuições de especialistas esclarecendo dúvidas, e “Saiba em notícia”, que apresenta matérias de investimentos educacionais de órgãos públicos. O foco do “Saber” é valorizar a produção científica das universidades e faculdades da cidade, públicas e privadas.

CASA Casa é um suplemento criado não só para especialistas de arquitetura, engenharia e design de interiores, mas também para os leitores interessados em soluções práticas para reformas, construções e decoração. Os assuntos são abordados em reportagens e colunas especializadas, mostrando as tendências e novidades do ramo. Além de levar informação especializada a um público específico, o Casa busca dispor de um guia com conteúdo de grande relevância para o leitor. Nele constam dados referentes a oportunidades de negócios na área, tanto na indicação de profissionais, quanto na disposição de contatos de lojas especializadas. A idéia do guia é servir como uma verdadeira prestação de serviço ao leitor.

SAFRA Trata-se de um suplemento desenvolvido especialmente para atender a uma demanda grande de agricultores, pecuaristas e pesquisadores. Com circulação quinzenal, aos sábados, suas páginas oferecem notícias sobre agronegócios, e trazem textos de especialistas em legislação, agricultura, pecuária, pesquisa e cooperativismo. SAFRANEWS - Juntamente com o suplemento Safra, o Jornal da Manhã oferece o portal SafraNews. Através de uma parceria, o portal oferece as mesmas informações veiculadas no suplemento Safra do Jornal da Manhã, e no Safra publicado pela Tribuna do Norte, de Apucarana (PR). A essas informações somam-se outras notícias atualizadas, oferecidas no Plantão de Notícias. O SafraNews também oferece dados climáticos, agenda de eventos, informações econômicas e análise de mercado.

JMnews[editar | editar código-fonte]

O Jornal da Manhã conta com um portal de notícias atualizado constantemente. O site www.jmnews.com.br traz as mesmas informações encontradas na versão impressa do jornal, incluindo os classificados, e coloca em destaque notícias do momento no canal Plantão.

O funcionamento do portal visa garantir maior credibilidade e velocidade de acesso do leitor às informações. À medida que os repórteres chegam com a notícia na redação do Jornal da Manhã, as informações são colocadas no Plantão, destacando o que acontece em Ponta Grossa e na região dos Campos Gerais. Além disso, parcerias com diversas agências de notícias garantem que informações do Brasil e do Mundo cheguem até o leitor com a mesma qualidade das notícias locais do JM.

A atualização constante garante ao leitor, também, a prestação de serviços como programação local dos cinemas, condições meteorológicas e telefones úteis. O portal JMnews é o único jornal eletrônico dos Campos Gerais produzindo conteúdo próprio, e oferecendo a informação no momento em que ela acontece. Um jornalista é o editor responsável pelo conteúdo para internet, adaptando a notícia para o site.

O site também traz todo o conteúdo do jornal impresso, inclusive os suplementos. Para agilizar a busca de informação, cada canal possui um sistema único de cores. O visitante assimila esse sistema de forma subconsciente, associando as cores aos assuntos. Outro atrativo é a leitura digital, que permite folhear o jornal no monitor do computador, dando ao internauta a sensação de que está realmente diante do jornal impresso.

Circulação[editar | editar código-fonte]

A área de circulação do Jornal da Manhã abrange um total de 22 municípios (ver lista completa abaixo) localizados na região dos Campos Gerais, no Centro-Sul do Paraná. Trata-se de uma das regiões mais ricas do Estado. Com uma economia sustentada principalmente na indústria e na agropecuária, a região possui quase 1 milhão de habitantes que, por ano, gastam mais de R$ 6 bilhões.

Ponta Grossa destaca-se no cenário regional e estadual também pelo poder econômico. Quarta cidade no ranking populacional do Paraná, com 310 mil habitantes, Ponta Grossa é destino certo para quem está em busca de negócios promissores. Sozinho, o Município consome mais de R$ 2,7 bilhões por ano (estimado Instituto Target Marketing para 2007). A cidade é a quinta do Estado no ranking do consumo.


Área de abrangência[editar | editar código-fonte]

  • Arapoti
  • Carambeí
  • Castro
  • Guamiranga
  • Imbaú
  • Ipiranga
  • Irati
  • Ivaí
  • Jaguariaíva
  • Ortigueira
  • Palmeira
  • Piraí do Sul
  • Porto Amazonas
  • Ponta Grossa
  • Prudentópolis
  • Reserva
  • São João do Triunfo
  • Sengés
  • Teixeira Soares
  • Telêmaco Borba
  • Tibagi
  • Ventania

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre meios de comunicação ou jornalismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.