José Alberto Reis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes fiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde janeiro de 2014) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes fiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes fiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
José Alberto Reis
Informação geral
Nome completo José Alberto Cibrão Afonso Reis
Origem Guimarães
País Portugal Portugal
Instrumento(s) vocal
Período em atividade 1983 - presente
Página oficial http://www.josealbertoreis.com

José Alberto Cibrão Afonso Reis mais conhecido por José Alberto Reis[1] é um cantor português.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Deu o seu primeiro espectáculo em 1983 em Marco de Canaveses, onde interpretou "Nesta tarde sem fim" com base num poema de Fernando Pessoa.

Em 1985 assinou contrato com a EMI - Valentim de Carvalho. O seu produtor foi o conhecido Mário Martins.

Em 1987 lança os singles "Amo-te" e "Setembro".

Compõe e grava o disco "Sonhando". "Eterna Melodia", versão de Bertin Osborne, foi um grande sucesso.

Em 1989 lança o trabalho "Abraça-me Assim" que se torna disco de prata. Participa no Festival RTP da Canção com "Palavras Cruzadas", inédito de Carlos Paião, que fica em 4º lugar.

"Sol Maior", um inédito de Carlos Paião, foi musicado por José Alberto em homenagem ao músico.

O disco "Encanto" é editado em 1990 e em 1993 muda para a editora Vidisco.

Com o álbum "Alma Rebelde" (1994) consegue o seu segundo disco de prata e dois anos mais tarde o disco de ouro.

Lança o disco "De Alma e Coração" em 1995. No ano de 1997 comemora os dez anos de carreira com a edição da colectânea "O Melhor" (de José Alberto Reis) com os seus melhores êxitos.

Em 1999, lança o álbum "Confia em Mim". Em 2001 é lançado novo disco, "Mágoa", com treze temas, metade dos quais da sua autoria. Convida o cantor brasileiro Vinícius para um dueto em "Dois Amigos".

Em 2004 lança o disco "Amor intemporal".

Em 2006 comemora 20 anos de carreira com a gravação ao vivo de um CD duplo e de um DVD com os seus principais êxitos.

Em Maio de 2003 actuou no Coliseu dos Recreios. Para cantar ‘Vieste ao Mundo para ser Feliz’, o cantor foi acompanhado por coro infantil que contou com a participação especial da filha Helena. É Conhecido como Julio Iglesias português

Casado, vive de momento em Ermesinde numa moradia de 4 pisos onde compõe e grava algumas das suas músicas tem um filho que ao contrario do pai toca guitarra numa banda de heavy metal de nome junkywax

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns[editar | editar código-fonte]

Anexo:Discografia de José Alberto Reis

  • Encanto (1990)
  • Eterna Melodia (1992)
  • Os Maiores Êxitos (1993)
  • Alma Rebelde (1994)
  • De Alma e Coração (1995)
  • Segredos (1996)
  • Amo-te (1996)
  • O Melhor (1997)
  • Confia em mim (1999)
  • Mágoa (2001)
  • Para Sempre (2003)
  • Amor Intemporal (2004)
  • Romântico (2005)
  • Ao vivo 20 anos (2006)
  • Sozinho (2008)
  • Destino (2011)]]

Referências

  1. Certidão de lista de associadas da Audiogest (pdf) IGAC/Ministério da Cultura (2007-07-25). Visitado em 9 de Janeiro de 2014. Cópia arquivada em 24 de Dezembro de 2013.