José Bonifácio (São Paulo)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de José Bonifácio
Bandeira de José Bonifácio
Brasão de José Bonifácio
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 24 de junho de 1906
Fundação 1906
Gentílico bonifaciense[1]
Prefeito(a) Edmilson Pereira Alves (Partido dos Trabalhadores PT)
(2013–2016)
Localização
Localização de José Bonifácio
Localização de José Bonifácio em São Paulo
José Bonifácio está localizado em: Brasil
José Bonifácio
Localização de José Bonifácio no Brasil
21° 03' 10" S 49° 41' 16" O21° 03' 10" S 49° 41' 16" O
Unidade federativa  São Paulo
Mesorregião São José do Rio Preto IBGE/2008 [2]
Microrregião São José do Rio Preto IBGE/2008 [2]
Municípios limítrofes Barbosa, Ubarana, Mendonça, Nova Aliança, Jaci, Neves Paulista, Nipoã, Planalto, Zacarias
Distância até a capital 467 km[3]
Características geográficas
Área 859,9 km² [4]
População 32 763 hab. Censo IBGE/2010[4]
Densidade 38,1 hab./km²
Altitude 458 m
Clima Tropical subquente ou Tropical de altitude (CwaCfa
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,817 muito alto PNUD/2000 [5]
PIB R$ 741 693 mil IBGE/2009[6]
PIB per capita R$ 22 785,58 IBGE/2009[6]
Página oficial

José Bonifácio é um município brasileiro do estado de São Paulo. Tem uma população de 32.763 habitantes (IBGE/2010) e uma área de 859.9 km².[4] José Bonifácio pertence à Microrregião de São José do Rio Preto.

Localiza-se no norte/noroeste do estado, 467 km da cidade de São Paulo.[3]

História[editar | editar código-fonte]

O marco inicial de fundação da cidade se deu em lugar usado para pouso de boiadas, em 1906, à margem esquerda do córrego Cerradão. O local foi escolhido pelo fundador José Crescencio de Souza, para construir os três primeiros casebres de pau-a-pique, na via que ficou conhecida como "Rua do sapo", onde havia muitos desses anfíbios. Atualmente esse ponto é o cruzamento da Rua 13 de Maio, antiga Rua do Comércio e primeiro centro da povoação, com a Avenida 9 de Julho.

Dois anos depois, em 1908, se juntaram os irmãos Manuel, Justino e Carlos Rodrigues de Sant'Anna, que decidiram doar treze alqueires de terra à Igreja para constituição de um Patrimônio. O pequeno povoado que se formava tomou emprestado o nome do riacho à beira do qual nasceu. A primeira capela foi construída em 1913, tendo como padroeiro, São João Batista. No ano seguinte, pela "Lei Nº. 1.415" de 7 de julho de 1914, a Vila Cerradão é alçada à Distrito de Paz.

A partir de 1918, quando Antônio Gonçalves da Silva assume o cargo de escrivão de paz, ocorrem importantes avanços, tornando-se ele, um dos principais líderes pela emancipação política da localidade. Desse esforço, por determinação da Lei Nº 2.007 de 23 de dezembro de 1924, o distrito é transferido do município de São José do Rio Preto para o de Mirassol, com a denominação de José Bonifácio, em homenagem ao Patriarca da Independência do Brasil.

Constrói-se a estrada interligando o distrito, desde o Salto do Avanhandava até Rio Preto. Cria-se o Correio Federal, fundam-se as Escolas Reunidas, além de iniciar o arruamento da sede distrital. A antiga capela é substituída em 1919 por outra de alvenaria, com a frente para a atual Avenida Campos Sales, ou seja, voltada para o nascer do Sol. Essa capela, na década de 1940, foi demolida, após ser edificada a atual igreja, face a face à anterior, contrariando a tradição, acima citada, para aproveitar o largo existente. O autor desse templo foi o Cônego Maurício Caputo, que contratou o construtor bonifaciano, Manoel da Silva Oliveira. Por fim, Monsenhor Ângelo Angioni concretiza, na década de 1990, o sonho acalentado desde a origem, de ter as naves laterais em forma de cruz, com as ampliações concluídas da matriz.

Decorridos vinte anos da fundação, pela Lei Nº 2.177 de 28 de dezembro de 1926, é criado o Município de José Bonifácio, instalado solenemente em 6 de junho de 1927, sendo eleitos para primeiro presidente da Câmara Municipal João Domingues do Amaral e, Pedro Brandão dos Reis, primeiro vice-presidente. O primeiro prefeito foi Carlos Cassetari e primeiro vice-prefeito, Saturnino da Silva Queiroz.

Completando o ciclo, a Comarca de José Bonifácio foi criada em 30 de novembro de 1938, pelo Decreto Nº 9.775, desmembrando-se da Comarca de Rio Preto. O Dr. Euclides Custódio da Silva foi designado primeiro juiz de direito e o Dr. Joaquim Bandeira de Melo o primeiro promotor público da Comarca de José Bonifácio.[7]

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 21º03'10" Sul e a uma longitude 49º41'18" Oeste, estando a uma altitude de 458 metros. Possui uma área de 859,9 km².

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

Clima[editar | editar código-fonte]

Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a temperatura mínima registrada em José Bonifácio foi de -0,5 ºC, ocorrida no dia 28 de junho de 2013. Já a máxima foi de 42,3 ºC, observada dia 21 de novembro de 2013. O maior acumulado de chuva registrado na cidade em 24 horas foi de 110,0 mm, em 24 de dezembro de 1998.[8]

Demografia[editar | editar código-fonte]

Dados do Censo - 2010[4]

População total: 32.763

  • Urbana: 29.684
  • Rural: 3.079
  • Homens: 16.351[9]
  • Mulheres: 16.412

Densidade demográfica (hab./km²): 38,1

Taxa de alfabetização: 94,1%[10]

Dados do Censo - 2000

(Fonte: IPEADATA)

Economia[editar | editar código-fonte]

O Setor terciário é o mais relevante da economia de José Bonifácio, com 62,3% do PIB. A Indústria corresponde a 29,1%. A Agropecuária é 8,4% do PIB.[11]

Rodovias[editar | editar código-fonte]

  • SP-425 - Rodovia Assis Chateaubriand
  • BR-153 - Rodovia Transbrasiliana

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Aulete[1]
  2. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  3. a b Distância entre José Bonifácio e o centro da cidade de São Paulo. Google Maps. Página visitada em 22 de junho de 2012.
  4. a b c d Censo Populacional 2010 - IBGE. IBGE.gov.br. Página visitada em 17 de setembro de 2011.
  5. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  6. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2005-2009. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 21 dez. 2011.
  7. Jorge Bitar, Emílio Capobianco, Abilio Cavalheiro e Paulo Larito. História da Cidade no site da Prefeitura. josebonifacio.sp.gov.br. Página visitada em 13 Julho 2011.
  8. Sistema de Monitoramento Agrometeorológico (Agritempo). Dados Meteorológicos - São Paulo. Página visitada em 15 de dezembro de 2012.
  9. SIDRA IBGE - Tabela 608 - População residente, por situação do domicílio e sexo. IBGE. Página visitada em 25 de agosto de 2011.
  10. Taxa de Alfabetização 2010 (zip). Censo 2010 IBGE: Indicadores Sociais Municipais. IBGE.gov.br. Página visitada em 23 de janeiro de 2012.
  11. Perfil Municipal da SEADE. SEADE.gov.br. Página visitada em 16 Julho 2011.