José Guardiola

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

José Guardiola, (Barcelona, Catalunha, Espanha, 1930) é um cantor espanhol de música popular que cantou em castelhano e catalão. Ele fez principalmente versões de canções estrangeiras e atingiu o máximo da sua fama em Espanha e América Latina nos inícios da década de 1960 com versões de canções de canções como Sixteen Tons, Mack the Knife e Ya Mustafa. Ele ficou conhecido como o Crooner espanhol devido ao seu estilo e aos tipos de canções que ele cantava. Ele representou a Espanha no Festival Eurovisão da Canção 1963 e terminou em 12.º lugar nessa competição. Nesses tempos, ele também cantava algumas canções com a sua filha. Retirou-se da vida musical em 2008.

Precedido por
Victor Balaguer
com "Llámame"
Espanha no Festival Eurovisão da Canção
1963
Sucedido por
Los TNT
com "Caracola"

Êxitos de José Guardiola[editar | editar código-fonte]

Em castelhano[editar | editar código-fonte]

  • "Dieciséis toneladas" (Sixteen Tons original de Merle Travis)
  • "Mackie el Navaja" (Mack the Knife)
  • "Pequeña flor"
  • "Verde campiña"
  • "Di papá" -1962
  • "Nubes de colores" (Festival del Mediterráneo, 1962)
  • "Los niños del Pireo"
  • "Mustapha"
  • "Cuando Cuando" (original de Tony Renis 4.º lugar en el Festival de San Remo)
  • "La Balada del Vagabundo" (Pierantoni-Mapel)-1963
  • "Algo prodigioso" (tema no Festival Eurovisão da Canção 1963).
  • "Estrella errante"
  • "Venecia sin ti"
  • "La montaña"

Em catalão[editar | editar código-fonte]

  • La primera vegada
  • El vell carrer de l’aimada
  • Besa’m en silenci
  • Diumenge és sempre diumenge.(versión catalana de "Domenica è sempre domenica"), original de Renato Rascel"

Referências[editar | editar código-fonte]