José Luiz Fiorin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2009).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
José Luiz Fiorin
Nascimento 20 de fevereiro de 1942 (72 anos)
Birigui
Nacionalidade Brasil
Ocupação professor e linguista

José Luiz Fiorin (Birigui, 20 de fevereiro de 1942) é um renomado professor e linguista brasileiro. É um dos maiores especialistas brasileiros em Pragmática, Semiótica e Análise do Discurso, com centenas de publicações nessas áreas.

É graduado em Letras pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Penápolis (1970), defendeu mestrado em Lingüística pela Universidade de São Paulo (1980) e doutorado em Lingüística pela Universidade de São Paulo (1983). Fez pós-doutorado na École des Hautes Etudes en Sciences Sociales, (Paris, França), (1983-1984) e na Universidade de Bucareste, (Bucareste, Romênia), (1991-1992). Atualmente é Professor Associado do Departamento de Lingüística da FFLCH da Universidade de São Paulo. Foi membro do Conselho Deliberativo do CNPq (2000-2004) e Representante da Área de Letras e Ligüística na CAPES (1995-1999). Tem experiência na área de Lingüística, com ênfase em Teoria e Análise Lingüística, atuando principalmente nos seguintes temas: enunciação, estratégias discursivas, procedimentos de constituição do sentido do discurso e do texto, produção dos discursos sociais verbais.

José Luiz Fiorin tem uma intensa atividade acadêmica, ocupando cargos importantes na USP e em diversas associações: foi chefe do Departamento de Linguística da FFLCH/USP, membro do Conselho Deliberativo da ANPPOLL (Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Letras e Linguística) e consultor da FAPESP (Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado de São Paulo). Também já foi membro do Conselho Deliberativo do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), do Conselho Deliberativo da ABRALIN (Associação Brasileira de Linguística), representante da área de Letras e Linguística na CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), presidente do GEL (Grupo de Estudos Linguísticos do Estado de São Paulo), professor da UNESP e da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Penápolis.

Títulos Acadêmicos[editar | editar código-fonte]

  • 1994: Livre-docência. Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
  • 1991-1992: Pós-Doutorado. Universidade de Bucareste; Bucareste, Romênia.
  • 1983-1984: Pós-Doutorado. École des Hautes Études en Sciences Sociales; Paris, França.
  • 1980-1983: Doutorado em Lingüística. Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

Tese: A religião da imanência: uma leitura de discursos presidenciais (1964-1978); Orientador: Izidoro Blikstein.

  • 1976-1980: Mestrado em Lingüística. Universidade de São Paulo, USP, Brasil.

Dissertação: A ilusão da liberdade discursiva: uma análise das prédicas de Antônio Conselheiro; Orientador: Izidoro Blikstein.

  • 1966-1970: Graduação em Letras. Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Penápolis, SP, Brasil.
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.