José María Urquinaona e Bidot

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

José María de Urquinaona y Bidot (Cádis, 1814 - Barcelona, 1883) fui um eclesiástico espanhol. Formado no seminário de Cádis, foi ordenado sacerdote em 1837. Bispo das Canárias em 1868, em 1877 foi nomeado bispo de Barcelona, cargo que ocupou até à sua morte. Construiu o novo seminário de Barcelona (1879), que dotou com o Museu de Geologia e com a Academia Filosófico-científica de São Tomás de Aquino. Pelas festas do Milénio de Montserrat (1880) conseguiu do Papa Leão XIII a proclamação do patronado da Virgem de Montserrat sobre o Principado da Catalunha, e a Coroação da Virgem. Desempenhou diversos cargos eclesiásticos e assistiu ao Concílio Vaticano I como secretário dos bispos espanhóis. Eleito senador em representação da província eclesiástica catalã (1879), defendeu em Madrid os interesses proteccionistas da indústria catalã (1882), pelo que foi recebido como herói.

Faleceu em Barcelona, e foi sepultado na Basílica de la Mercè. A cidade homenageou-o dando o seu nome a uma das praças mais centrais de Barcelona.

Precedido por
Joaquín Lluch y Garriga
Bispo das Canárias
1868 – 1878
Sucedido por
José Proceso Pozuelo y Herrero
Precedido por
Joaquín Lluch y Garriga
Bispo de Barcelona
1878 – 1883
Sucedido por
Jaime Catalá y Albosa