Joseph Gallieni

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Joseph Simon Gallieni

Joseph Simon Gallieni (Saint Beat, 24 de Abril de 1849 - 27 de Maio de 1916) foi um líder militar francês nas colônias francesas e na Primeira Guerra Mundial.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Ele estudou na famosa Prytanée National Militaire, em La Flèche, e mais tarde na academia militar École Spéciale Militaire de Saint-Cyr, tornando-se um segundo tenente após lutar na Guerra franco-prussiana (1870-1871). Ele foi promovido a primeiro tenente em 1873 e capitão em 1878.

Após servir no departamento ultramarino francês de Martinica, Gallieni tornou-se governador do Sudão Francês, onde conseguiu acabar com uma revolta da população local liderada por Mahmadu Lamine. De 1892 a 1896 serviu na Indochina Francesa comandando a segunda divisão militar, até ser despachado para Madagascar. Lá novamente conseguiu com sucesso controlar uma revolta, dessa vez feita pela monarquia local. Ele foi governador de Madagascar até 1905, onde consolidou sua imagem de governante justo e honesto.

Gallieni se aposentou do exército em Abril de 1914, sendo reconvocado em Agosto para ajudar na defesa de Paris na Primeira Batalha do Marne.

Joseph Gallieni morreu em Maio de 1916, tendo recebido como homenagem póstuma o título de Marechal de França.

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.