Joseph Lamb

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Joseph Lamb, c. 1915

Joseph Francis Lamb (6 de Dezembro de 1887 — 3 de Setembro de 1960) foi compositor americano de ragtime. Seu estilo é mais clássico e quieto, do que os outros compositores do "Big Three" (Scott Joplin, James Scott e Joseph Lamb). E por sinal ele era o único compositor branco desse grupo.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Joseph Lamb nasceu em Montclair, Nova Jersey, filho de emigrantes irlandeses católicos[1] . Ele ensinou a si mesmo a tocar piano, e costumava adquirir as primeiras composições de Scott Joplin e James Scott. Quando estava comprando músicas no escritório de John Stark & Son, encontrou-se com seu ídolo Scott Joplin[1] . Joplin ficou impressionado com as suas composições e introduziu ele para o editor de ragtime clássico John Stark. Stark começou então a publicar suas músicas para a década, começando com "Sensation". Em 1911, Lamb casou-se com Henrietta Schultz e se mudou para Brooklyn, New York, e começou a trabalhar como arranjador e contabilista.

Nos anos 50, quando o interesse pelo ragtime ressurgia, Lamb compartilhou suas memórias de Scott Joplin e de outros compositores. Também compôs novos rags e publicou composições antigas que nunca foram publicadas.

Joseph F. Lamb morreu de um ataque cardíaco aos 72 anos, em 1960.

Obras mais importantes[editar | editar código-fonte]

  • "Bohemia Rag" (1919)
  • "Ragtime Nightingale" (1914)
  • "America Beauty Rag" (1913)
  • "Sensation" (1908)
  • "Top Liner Rag" (1916)

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]