Joss Stone

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Joss Stone
Joss Stone @ Stockholm jazz fest 06.jpg
Joss Stone no festival de Jazz em Estocolmo, no dia 19 de Julho de 2009.
Informação geral
Nome completo Joscelyn Eve Stoker
Também conhecido(a) como Jossie[1]
Nascimento 11 de Abril de 1987 (27 anos)
Origem Dover, Inglaterra
País  Reino Unido
Gênero(s) Soul, R&B, pop, blues
Ocupação(ões) Cantora, Compositora
Período em atividade 2003-atualidade
Outras ocupações Cantora, Compositora, atriz
Gravadora(s) Relentless, S-Curve, Virgin, Stone'd Records
Afiliação(ões) Angie Stone, Common, Smokey Robinson, John Legend, David A. Stewart, James Brown, SuperHeavy, Betty Wright, Jonathan Shorten, Conner Reeves, Brian Nelson, Yes Sir Boss, Mariah Carey, Alicia Keys, Christina Aguilera, Lauryn Hill
Página oficial Site oficial

Joscelyn Eve Stoker (Dover, 11 de Abril de 1987)[1] , mais conhecida por seu nome artístico Joss Stone, é uma cantora e compositora inglesa de soul e R&B e actriz, ganhadora de vários BRIT Awards[2] e de um Grammy Award.[3]

Stone vendeu mais de onze milhões de álbuns em todo o mundo. Nos Estados Unidos ela vendeu com três álbuns 2,722,000 cópias de discos e no Reino Unido ela vendeu, com dois álbuns, 2 milhões de discos. Ela foi premiada pela RIAA com disco de platina por Mind, Body & Soul, e disco de ouro por The Soul Sessions e Introducing Joss Stone.

Stone, já vendeu 152 mil cópias de seus três discos anteriores no Brasil, segundo a revista semanal Veja.[4] [5]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Joss Stone nasceu em Dover, Kent, Inglaterra e passou a sua adolescência na vila de Ashill, Devon. Cresceu escutando uma grande variedade de gêneros musicais, incluindo R&B e soul music cantados por artistas como Dusty Springfield e Aretha Franklin. Em interpretando a música de Donna Summer, "On the Radio". "Viciei-me em música soul principalmente por causa dos vocais que exigia. Tem que se ter boa voz para cantar música soul e eu sempre gostei disso, desde pequena", contou à MTV News.

Em 2002, saiu da Inglaterra para uma audição em Nova York com Steve Greenberg, o chefe do setor executivo da S-Curve Records. Ela também assinou um contrato global com a BMG Music Publishing no Reino Unido.

Desde então, ela se apresentou com artistas como Blondie e Gladys Knight. Foi nomeada a porta-voz da varejista Gap, embora, segundo consta, tenha sido despedida por causa de boatos que afirmavam que ela vivia com Beau Dozier (filho do produtor Lamont Dozier), então com vinte e cinco anos, enquanto ela tinha apenas dezessete.

The Soul Sessions[editar | editar código-fonte]

Após assinar um contrato com a S-Curve, Stone foi para Miami (Flórida) para começar a trabalhar no seu primeiro álbum, The Soul Sessions (As Sessões de Soul), lançado a 16 de Setembro de 2003. Colaborou com artistas de credenciais sólidas na cena soul de Miami como: Betty Wright, Benny Latimore, Timmy Thomas e Little Beaver. Também trabalhou com os artistas contemporâneos Angie Stone e The Roots.

O álbum consiste em covers de soul music pouco conhecidas de Wright, Franklin, Laura Lee e Bettye Swann. Lançado no final de 2003, alcançou o top cinco da parada de álbuns britânica e o top quarenta da Billboard 200, a parada de álbuns estadunidense. O primeiro single, "Fell in Love with a Boy", uma regravação da música "Fell in Love with a Girl" do The White Stripes, alcançou o top vinte da parada de singles britânica. O segundo single, "Super Duper Love", também alcançou o top vinte em Inglaterra.

Mind, Body & Soul[editar | editar código-fonte]

Joss Stone

Após conseguir aclamação crítica por The Soul Sessions, Stone gravou seu segundo álbum, Mind, Body & Soul (Mente, Corpo & Alma), lançado em 28 de Setembro de 2004, dessa vez composto de músicas originais. Ele provou ser um sucesso ainda maior que seu antecessor, já que estreou em primeiro lugar na parada de álbuns britânica (quebrando o recorde de cantora mais jovem a chegar ao topo da parada britânica, antes pertencente a Avril Lavigne), porém não conseguiu entrar no top dez da Billboard 200, onde chegou ao número onze. O primeiro single, "You Had Me", tornou-se seu primeiro sucesso a entrar no top dez do Reino Unido. Seus procedentes "Right to Be Wrong" e "Spoiled" alcançaram o top quarenta e "Don't Cha Wanna Ride", o top vinte. "Spoiled" também conseguiu chegar ao número cinquenta e quatro na parada de R&B/hip-hop dos Estados Unidos.

Em 14 de Novembro de 2004, Stone juntou-se à Band Aid 20 em prol da problemática região de Darfur, no extremo oeste do Sudão. O grupo, composto por artistas como o vocalista do Coldplay Chris Martin e o vocalista do U2 Bono, regravou a música "Do They Know It's Christmas?", de 1984, escrita pelos organizadores da Band Aid Bob Geldof e Midge Ure. Apesar de certo criticismo, o single tornou-se o mais vendido de 2004 no Reino Unido, além de ter sido o número um no Natal.[6] [7]

Stone em 2005

Em 9 de Fevereiro de 2005, Stone foi indicada a três Brit Awards, dos quais ganhou dois – "Artista Solo Feminina Britânica" e "Artista Britânica de Música Urbana". Também foi indicada a três Grammy Awards no mesmo ano – "Melhor Artista Revelação", "Melhor Performance Vocal Feminina de Pop" por "You Had Me" e "Melhor Álbum Vocal de Pop" por Mind, Body & Soul –, onde ela cantou descalça no palco com a cantora de rock Melissa Etheridge, em tributo à cantora de blues rock Janis Joplin. Sua performance de "Cry Baby"/"Piece of My Heart" foi lançada como single e, graças à grande quantidade de downloads digitais, tornou-se seu primeiro single a entrar na Billboard Hot 100, ao alcançar o número trinta de dois na parada. Em Julho de 2005, emprestou seus talentos vocais à trilha sonora do filme Quarteto Fantástico, de 2005, cantando a música "What Ever Happened to the Heroes", escrita por Pink, Billymann e Christopher Rojas.

Em 2 de Julho de 2005, Stone se apresentou no Live 8, no Hyde Park, em Londres, e fez um dueto com a lenda do funk James Brown no chat show britânico Friday Night with Jonathan Ross. Em 5 de Fevereiro de 2006, ela se juntou a Stevie Wonder, India.Arie e John Legend, onde cantaram um medley com os sucessos de Wonder no show de pré-jogo do 40º Super Bowl. Três dias depois, ela ajudou a cantar um medley com os sucessos do cantor Sly Stone, líder da banda Sly & the Family Stone.

Introducing Joss Stone[editar | editar código-fonte]

O terceiro álbum de Stone, Introducing Joss Stone (Apresentando Joss Stone) foi lançado em 6 de Março de 2007, incluindo produção por Raphael Saadiq e colaborações com Lauryn Hill, Common e Joi. O primeiro single foi Tell Me 'Bout It, que foi número vinte e oito na parada britânica.

Trabalhos como atriz[editar | editar código-fonte]

Stone fez sua estreia no cinema com o filme de fantasia épica Eragon, baseado no romance homônimo, lançado em 15 de Dezembro de 2006 nos Estados Unidos e no Reino Unido. No filme, Stone interpreta a bruxa Angela.

Em 2005 fez uma pequena aparição no seriado American Dreams. no 3° epiódio da 3ª temporada.

Em 2009, Joss interpretou o papel de Ana de Cleves na série dramática da Showtime The Tudors.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Álbuns[editar | editar código-fonte]

Ano CD Vendas nos EUA Vendas Mundias
2003 The Soul Sessions 981,000 5,000,000
2004 Mind, Body & Soul 1,300,000 6,000,000
2007 Introducing Joss Stone 652,000 2,000,000
2009 Colour Me Free! 100,000 500,000
2011 LP1 200,000 680,000
2012 The Soul Sessions Volume 2 250,000 750,000

Singles[editar | editar código-fonte]

Ano e maio Single Álbum Posições nas paradas[8] [9]
RU Estados Unidos
2004 "Fell In Love With A Boy" The Soul Sessions 18
"Super Duper Love (Are You Diggin' On Me?) (Part 1)" 18
"You Had Me" Mind, Body & Soul 9
"Right To Be Wrong" 29
2005 "Spoiled" 32
"Don't Cha Wanna Ride" 20
"Cry Baby/Piece of My Heart" (with Melissa Etheridge) Lançamento digital 32
2006 "Cry Baby Cry"
(Santana com Sean Paul e Joss Stone)
All That I Am
e The Trinity (CD bônus)
71
2007 "Tell Me 'Bout It" Introducing Joss Stone 28 83
"Tell Me What We're Gonna Do Now" 84
"Sing" (Com Annie Lennox e mais 21 cantoras) Songs Of Mass Destruction
"L-O-V-E" Introducing Joss Stone 100
2008 "Baby Baby Baby"
2009 "Free Me" Colour Me Free
2011 "Karma" LP1
"—" denota singles lançados que não entraram nas paradas musicais.

DVDs[editar | editar código-fonte]

Mind, Body & Soul Sessions: Live in New York City

B-sides e inéditas[editar | editar código-fonte]

  • "It's a Man's Man's World" (de James Brown, single de "Super Duper Love")
  • "Holding Out for a Hero" (single de "You Had Me")
  • "The Player" (single de "Right to Be Wrong")
  • "Lonely Without You" - Joss Stone e Mick Jagger (trilha sonora de Alfie - O Sedutor)
  • "Alfie (trilha sonora de Alfie - O Sedutor)
  • "Wicked Time" - Joss Stone e Nadirah "Nadz" (Trilha Sonora de Alfie - O Sedutor)
  • "Issues" - Joss Stone e Mr. G
  • "The Right Time" (da campanha da Gap)
  • "What Ever Happened to the Heroes" (Trilha Sonora de Quarteto Fantástico)
  • "Under Pressure" (tributo ao Queen)
  • "God Only Knows"
  • "Love Sneakin' Up on You" - Joss Stone e Sting
  • "When Love Comes to Town" - (Herbie Hancock, Jonny Lang e Joss Stone)
  • "Cry Baby Cry" (Carlos Santana, Sean Paul e Joss Stone)
  • "Treat Me Right (I'm Yours for Life)" (trilha sonora de Desperate Housewives)
  • "Come Together Now"
  • "Stir It Up" - Joss Stone e Patti LaBelle (trilha sonora de O Galinho Chicken Little)
  • "Calling It Christmas" - Joss Stone e Elton John
  • "Erica" - Joss Stone e Dead Celebrity Status
  • "Family Affair" - Joss Stone, John Legend e Van Hunt
  • 2007: "Flower Child"
  • 2007: "Busful Of Love"
  • 2007: "L-O-V-E"
  • 2007: Como prenda de natal para os seus fãs, Joss Stone publicou no seu site Imeem uma compilação com 8 canções ("Bus Full Of Love", "Did I Forget?", "Don't Worry" (de CJ Hilton), "I Can't Breathe" (de Antonia Jenae), "Love What You're Given", "Mama's Got A Brand New Bag", "Mr. Wankerman", "What If I?")
  • 2008: "Just Walk On By" - Randy Jackson, Three 6 Mafia e Joss Stone (participação no novo álbum de Randy Jackson (Randy Jackson's Music Club, Volume One)
  • 2008: "How Can You Mend A Broken Heart?" - Al Green e Joss Stone para a trilha sonora do filme "Sexo e a Cidade (Portugal)" ou "Sex and the City (Brasil)"

Clipografia[editar | editar código-fonte]

  • "Fell In Love With A Boy"
  • "Super Duper Love (Are You Diggin' On Me?) (Part 1)"
  • "You Had Me"
  • "Right To Be Wrong"
  • "Spoiled"
  • "Don't Cha Wanna Ride"
  • "Tell Me 'Bout It"
  • "Tell Me What We're Gonna Do Now"
  • "Baby Baby Baby"
  • "Karma"
  • "Miracle Worker" (SuperHeavy)
  • "The High Road"
  • "The Love We Had (Stays On My Mind)"

Músicas em Novelas da Rede Globo[editar | editar código-fonte]

Ano Música Novela Tema do(s) Personagem(s)
2004 "Super Duper Love" Da Cor do Pecado Tina (Karina Bacchi)
"Right to Be Wrong" Como uma Onda Nina e Daniel (Alinne Moraes e Ricardo Pereira)
2007 "Baby Baby Baby" Sete Pecados Nenhum
2009 "Tip of My Tongue" (Something Sally featuring Joss Stone) Caminho das Índias Aída e Dario (Totia Meirelles e Victor Fasano)

Parcerias[editar | editar código-fonte]

Desde o começo de sua carreira, Joss Stone acumula inúmeras parcerias com os mais diversos artistas dos mais diversos gêneros musicais. Também acúmula parcerias com cantores que marcaram a história da música, como Stevie Wonder, James Brown, Mick Jagger, Smokey Robson, Ringo Starr, dentre outros.

Recordes[editar | editar código-fonte]

  • A cantora bateu um recorde na história da música por ter sido a cantora mais jovem a debutar com um álbum em primeiro lugar na UK Albums Chart.[carece de fontes?]
  • A cantora bateu um recorde na história da música por ter sido a primeira cantora inglesa a debutar com um álbum em segundo lugar na Billboard 200.[carece de fontes?]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Grammy[editar | editar código-fonte]

O prêmio Grammy é realizado desde 1958. Joss Stone foi indicada a cinco Grammys e ganhou o apelido de "Diva do Soul"

Ano Nomeação Categoria Resultado
2005 Joss Stone Melhor Artista Revelação Indicada
Mind, Body & Soul Melhor Álbum Vocal de Pop Indicada
"You Had Me" Melhor Performance Vocal Feminina de Pop Indicada
2007 "Family Affair" Melhor Performance de R&B por um Duo ou Grupo com Vocais Venceu
2009 The Way I See It Melhor Álbum de R&B Indicada

Referências

  1. a b IMDB. Biography for Joss Stone (em inglês). Página visitada em 10 de Dezembro de 2009.
  2. Lista dos vencedores dos BRIT (em inglês).
  3. Lista dos vencedores do Grammy (em inglês).
  4. Música: O sucesso do R&B no Brasil - Edição 2140 - Revista VEJA veja.abril.com.br. Página visitada em 11 de abril de 2012.
  5. A alma do negócio - Edição 2140 - Revista VEJA veja.abril.com.br. Página visitada em 11 de abril de 2012.
  6. everyHit.com search results www.everyhit.co.uk. Página visitada em 11 de abril de 2012.[ligação inativa]
  7. Culture & The Arts - Telegraph www.telegraph.co.uk. Página visitada em 11 de abril de 2012.
  8. Chart Stats – Joss Stone Chart Stats. Página visitada em 2008-03-04.
  9. Joss Stone > Charts & Awards > Billboard Singles (em inglês) Allmusic. Página visitada em 2008-03-01.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikiquote Citações no Wikiquote
Commons Imagens e media no Commons