Jota Quest

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jota Quest
Jota Quest no Via Funchal em 2010.
Informação geral
Origem Belo Horizonte, Minas Gerais
País  Brasil
Gênero(s) Pop rock, pop, funk, rock,
disco, acid jazz, soul
Período em atividade 1993 – atualmente
Gravadora(s) Sony BMG, Epic Records
Afiliação(ões) Wilson Sideral, Nando Reis
Influência(s) Jamiroquai, Barão Vermelho, U2,Legião Urbana, Cazuza, Titãs, Os Paralamas do Sucesso, Rock Brasileiro
Página oficial www.jotaquest.com.br
Integrantes
Rogério Flausino (Vocal)
Marco Túlio (Guitarra)
PJ (Baixo)
Paulinho Fonseca (Bateria)
Márcio Buzelin (Teclado)

Jota Quest é uma banda de pop rock formada em Belo Horizonte, em 1993. Nasceu com o nome J.Quest, por inspiração do desenho animado Jonny Quest. Para não serem processados pela Hanna-Barbera[carece de fontes?], o grupo teve de mudar o nome da banda para Jota Quest no final da década de 1990. Há também uma versão que diz que a alteração foi feita por Tim Maia, que, ao se referir à banda num show, falou: "Alô segurança, deixa a rapaziada do JOTA Quest aí, num precisa tirar o JOTA Quest não".[1] A banda também encontrou inspiração na banda de acid jazz Jamiroquai[2] . Foi por gostar de black music (soul/funk/disco) e acid jazz que o baixista PJ e o baterista Paulinho Fonseca resolveram formar uma banda. Em seguida, o guitarrista Marco Túlio Lara e o tecladista Márcio Buzelin juntaram-se ao grupo. Rogério Flausino começou sua atuação no conjunto após ser escolhido num teste com mais de dezoito candidatos.

Em 1996, foram contratados pela Sony Music e gravaram o primeiro álbum J. Quest, que trouxe as canções "As Dores do Mundo" (de Hyldon) e "Encontrar Alguém".

História[editar | editar código-fonte]

O grupo fez seu primeiro show como J. Quest inspirado no desenho animado Jonny Quest e na banda de acid jazz Jamiroquai, ideia do baixista PJ (ainda que nenhum dos integrantes fosse fã do desenho). Na época, o grupo circulou pelo circuito de bares e faculdades de Belo Horizonte e chegou a reunir mais de duas mil pessoas por apresentação. Com isso, a banda foi conquistando espaço. o contrato com a Sony Music veio em seguida e o primeiro disco foi lançado em agosto de 1996. O visual dos anos 70, representado na capa do álbum de estreia por roupas características e enormes perucas black power da época, agradaram ao público e à mídia. Não demorou muito para as músicas "Dores do Mundo" e "Encontrar Alguém" – sucessos em Belo Horizonte - conquistarem as rádios de todo o Brasil. Mas levou um tempo ainda para se apresentarem na televisão. No dia 11 de janeiro de 1997, eles foram convidados pela Xuxa a irem se apresentar no progarama que na época se chamava "Xuxa Hits" da Rede Globo. Foi a primeira apresentação do Jota Quest na televisão aberta.[carece de fontes?]

Em 1998, já assinando como Jota Quest, a banda lançou o trabalho De Volta ao Planeta..., consolidando sua carreira em todo o país. A música "Fácil" foi uma das faixas mais tocadas da época e o grupo conquistou seu primeiro disco de Platina por vender mais de 250 mil cópias do disco.[carece de fontes?]

Em 2000, o conjunto lançou o disco Oxigênio, trazendo várias baladas românticas como "Dias Melhores".

Em 2002 foi lançado o disco Discotecagem Pop Variada. Rogério Flausino foi convidado pela Disney para cantar a versão brasileira a trilha sonora do filme Planeta do Tesouro. Seu título é "Estou Aqui" (I'm Still Here).[carece de fontes?]

Em 2003, nos dias 1 e 2 de maio, foi realizada a gravação do disco MTV ao vivo, na Praça do Papa (Praça Israel Pinheiro, em Belo Horizonte, com transmissão na MTV Brasil. Primeiro álbum ao vivo do grupo, o trabalho, reuniu seus maiores hits e contou com a participação especial de Arnaldo Antunes e Thaíde. No mesmo ano, o Jota Quest foi o único grupo em toda a América Latina a ser convidado para participar da trilha sonora do filme Homem Aranha 2 com versão para o tema do desenho animado do herói (regravada anteriormente pelas bandas Ramones e Aerosmith) com letra de Rogério Flausino.[carece de fontes?]

Em 2005, quatro anos sem um trabalho inédito, o grupo gravou Até Onde Vai, que chegou às lojas em outubro daquele ano.[carece de fontes?]

Dez anos depois do lançamento do primeiro CD, a banda marca presença no cenário pop rock brasileiro. Ao todo são seis CDs, milhares de shows e recordes de público por todo o Brasil, apresentações nos Estados Unidos e, recentemente, na Europa, onde participou da abertura do Rock in Rio Lisboa, dividindo palco com Carlos Santana e Roger Waters.[carece de fontes?]

No ano de 2008, a banda lança La Plata, gravado no estúdio Minério de Ferro, após três anos da gravação do até então último álbum, Até Onde Vai que de 2005 foi a turnê mais longa do Jota Quest, chegando a lançar o DVD Até Onde vai, que foi gravado no dia 3 Setembro de 2006, no Anfiteatro Pôr-do-Sol em Porto Alegre, Rio Grande do Sul. [carece de fontes?] A canção "La Plata" esteve na trilha sonora da novela "Cama de Gato", e a balada romântica "Vem andar comigo" foi tema de Caras e Bocas.[carece de fontes?]

No segundo semestre de 2010, o conjunto lançou para o mercado latino o seu primeiro álbum em espanhol, intitulado de Dias Mejores. O álbum foi lançado primeiramente na Argentina.[carece de fontes?]

Em 30 de março de 2011, chegou às rádios a canção intitulada "É Preciso (A Próxima Parada)". No início de março, o Jota Quest anunciou uma turnê comemorativa aos 15 anos de carreira. A "J15 – 15 Anos na Moral" será uma espécie de festa com 5 horas de duração, onde a banda apresentará um show de três horas com três novas faixas e várias participações especiais como Pitty, Marcelo Falcão do O Rappa e da mais nova parceria com Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá ambos ex-integrantes da Legião Urbana. Em um desses shows da turnê, no dia 30 de setembro, a banda tocou na quarta edição do Rock in Rio no antepenúltimo dia sendo um dos melhores shows do festival.[3] Em Maio é lançado o box Quinze, primeira coletânia da banda, contendo quase quarenta faixas, sendo três inéditas. [4] Ainda em fase de celebração de aniversário da banda, em dezembro de 2011 foi gravado um show especial da turnê "Quinze", contendo várias participações especiais no Credicard Hall, e o projeto foi lançado em CD e DVD em Maio de 2012 com o título Multishow ao Vivo: Jota Quest - Folia & Caos. Em Julho de 2012 foi lançado mais um álbum em CD e DVD, dessa vez, o registro do show no Rock in Rio 2011. A mais nova música de trabalho é Tempos Modernos. Em Março de 2013 a banda lança uma nova compilação intitulada Mega Hits, primeiro álbum lançado exclusivamente de forma digital em projeto da Sony Music. Além de 23 sucessos de carreira, o álbum traz duas regravações de antigos sucessos: Quero Que Tudo Vá para o Inferno de Roberto Carlos, e Pra Frente Brasil, sucesso da década de 1970. [5]

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Recordes[editar | editar código-fonte]

  • O Jota Quest é líder de downloads pagos no Brasil, com mais de três milhões de músicas baixadas, até março de 2013[6] .

Prêmios e nomeações[editar | editar código-fonte]

Ano Organização Prêmio Nomeação Resultado Ref
2013 Grammy Latino Melhor Álbum de Rock Brasileiro Jota Quest: Ao vivo no Rock in Rio Venceu [7]

Referências

  1. http://www.macacadareunida.hpg.com.br/curiosidades.htm
  2. BATE-PAPO COM Rogério Flausino -. Bate Papo UOL (22/04/2010 às 15h00).
  3. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas PopLine
  4. Jota Quest lança sua primeira coletânea em comemoração aos 15 anos de estrada Pedro Zuazo, Jornal Extra-O Globo Online (16/05/2011). Página visitada em 20 de Dezembro de 2012.
  5. Fabiano Matos. Jota Quest lança compilação digital no iTunes. Ligação Teen. Página visitada em 29 de março de 2013.
  6. portalsucesso.com.br/ Jota Quest lança coletânea no iTunes
  7. Indicados - 14a Entrega Anual do Latin GRAMMY. Grammy Latino. Arquivado do original em 5 de março de 2014. Página visitada em 5 de março de 2014.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikiquote Citações no Wikiquote
Commons Categoria no Commons