Juan Castillo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Juan Castillo
Juan Castillo 2.JPG
Informações pessoais
Nome completo Juan Guillermo Castillo Iriart
Data de nasc. 17 de Abril de 1978 (36 anos)
Local de nasc. Montevidéu, Uruguai
Altura 1,81 m
Destro
Apelido Castídolo
Informações profissionais
Clube atual Colômbia Deportivo Pasto
Número 1
Posição Goleiro
Clubes de juventude
1989–1998
1998
Uruguai Santa Bernardina
Uruguai Defensor Sporting
Clubes profissionais1
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
1999–2006
2001
2006–2007
2008–2009
2010
2011
2012
2012
2013
2013–2014
2014–
Uruguai Defensor Sporting
Uruguai Huracán Buceo (emp.)
Uruguai Peñarol
Brasil Botafogo
Colômbia Deportivo Cali
Chile Colo-Colo
Uruguai Liverpool
México Querétaro
Uruguai Danubio
Uruguai Peñarol
Colômbia Deportivo Pasto
122 000(0)
030 000(0)
038 000(0)
039 000(0)
031 000(0)
030 000(0)
015 000(0)
012 000(0)
013 000(0)
022 000(0)
002 000(0)
Seleção nacional3
2007– Flag of Uruguay.svg Uruguai 013 000(0)


1 Partidas e gols pelo clube profissional
contam apenas partidas das ligas nacionais,
atualizados até 7 de Janeiro de 2012.


3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 12 de Março de 2011.

Juan Guillermo Castillo Iriart, conhecido como Juan Castillo (Montevidéu, 17 de abril de 1978), é um futebolista uruguaio que atua como goleiro. Atualmente joga pelo Deportivo Pasto.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Castillo foi revelado pelo Defensor Sporting em 1999. Após uma rápida passagem pelo Huracán Buceo por empréstimo, voltou ao Defensor onde se firmou como titular. Em 2006, chegou ao Peñarol e à Seleção Uruguaia de Futebol, onde estreou em 12 de setembro de 2007.[1]

Em 2008, Castillo começou a atuar pelo seu primeiro clube estrangeiro. Acertou com o Botafogo para ser o titular do gol do clube, um dos mais tradicionais do futebol brasileiro.[2] Fez sua estréia pela equipe em jogo contra o Stabæk, da Noruega pela Copa Peregrino, da qual foi campeão. No dia 22 de Janeiro de 2008, foi novamente convocado a seleção uruguaia, agora representando o Botafogo para um jogo amistoso contra a seleção colombiana no dia 6 de Fevereiro de 2008.[3]

Mesmo já sendo idolatrado pela torcida, Castillo confirmou a expectativas de acabar com o problema de goleiros no Botafogo no seu quarto jogo pela equipe, 4 a 1 em cima do Friburguense pelo Campeonato Carioca de 2008, no qual Castillo defendeu a cobrança de pênalti de Victor Hugo do Friburguense. Tomou seu primeiro gol pelo time carioca no mesmo jogo, onde falhou no jogo áereo, sua principal deficiência. Mesmo assim, conquistou a torcida botafoguense com boas atuações e declarações em clássicos contra os rivais Flamengo e Fluminense.

No dia 17 de junho de 2008, Castillo atuou pela primeira vez como titular em um jogo oficial defendendo a Seleção Uruguaia, na vitória de 6 a 0 da equipe sobre a Seleção Peruana, pelas Eliminatórias da Copa do mundo de 2010. Enquanto isso, Castillo seguia como titular do gol botafoguense. Entretanto, após a eliminação do Botafogo na Copa do Brasil de 2008, Castillo começou a ser mal visto pela torcida. Na ocasião, o Botafogo havia vencido o Corinthians por 2 x 1 no primeiro jogo da semifinal; mas no segundo jogo o clube paulista venceu pelo mesmo placar, com Castillo cometendo falhas nos dois gols adversários, e o Corinthians se classificou para a final após a vencer a disputa por pênaltis. No Campeonato Brasileiro do mesmo ano, Castillo voltou a cometer falhas em diversos jogos, o que o fez perder a vaga de titular para Renan. No final da temporada de 2008 o goleiro sofreu uma contusão que o tirou dos gramados por 8 meses e teve dificuldades para recuperar a posição devido à boa fase de Renan e da chegada de Jefferson em 2009. Chegou a atuar pelo alvinegro em algumas partidas do Campeonato Brasileiro de 2009, mas novamente cometeu falhas, o que revoltou à torcida.

Finalmente, em busca de assegurar uma vaga no grupo da Seleção Uruguaia que disputaria à Copa do Mundo de 2010, o goleiro acertou sua transferência para o Deportivo Cali. O próprio goleiro vê sua chegada no clube colombiano como a chance de voltar a ter destaque como titular no futebol sul-americano.

Fez parte do grupo uruguaio que disputou a Copa do Mundo FIFA de 2010, mas não entrou em campo no Mundial.

Em 15 de fevereiro de 2012, foi anunciado como novo goleiro do Liverpool, do Uruguai.[4] No mesmo ano, acerta sua ida para o Querétaro.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Botafogo
Deportivo Cali
Seleção Uruguaia

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]