Juan de Borja

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
de Borja Llançol de Romaní
Cardeal da Santa Igreja Romana
Patriarca Latino de Constantinopla

Título

Cardeal-presbítero de Santa Susana
Ordenação e Nomeação
Nomeado Arcebispo 13 de setembro de 1483
Cardinalato
Criação 31 de agosto de 1492 pelo Papa Alexandre VI
Brasão
CardinalCoA PioM.svg
Dados Pessoais
Nascimento Valência, 1446
Falecimento Roma, 1 de agosto de 1503 (57 anos)
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Dom Juan de Borja Llançol de Romaní[1] , dito "O Maior"[2] (Valência, 1446 - Roma, 1 de agosto de 1503) foi um cardeal espanhol pertencente à poderosa família Borja. Foi arcebispo de Monreale e Patriarca Latino de Constantinopla.

Filho de Galceran de Moncada y Borja, primo do Papa Alexandre VI, e de Tecla Navarro de Alpicat, nasceu em Valência em 1446.

Em 13 de setembro de 1483 foi eleito arcebispo de Monreale. Mais tarde, foi consagrado bispo, mas nunca visitou sua diocese. Ele foi nomeado administrador apostólico da arquidiocese de Olomouc, na Morávia, mantendo a sé de 1493 a 1497.

Foi criado cardeal no primeiro consistório do Papa Alexandre VI, com o título de Cardeal-presbítero de Santa Susana, em 31 de agosto de 1492.

Em 8 de maio de 1494, foi a Nápoles para coroar o rei Afonso II.

No mesmo ano ele foi eleito bispo de Ferrara, combinando essa posição com a de Melfi. Teve vários postos diplomáticos, onde aprendeu a realçar suas habilidades, ao ponto de ser forçado a desistir de sua carreira diplomática para não manchar a do primo mais poderoso, César Bórgia.

Em 24 de abril de 1503 ganhou o Patriarcado Latino de Constantinopla.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Segundo algumas fontes, Juan de Borja Lançol de Romaní ou Juan de Borja Lanzol de Romaní.
  2. Em diferenciação ao seu primo mais novo, também Juan de Borja Llançol de Romaní
Precedido por
Ausias Despuig
Brasão arquiepiscopal
Arcebispo de Monreale

1483 - 1503
Sucedido por
Juan Castellar y de Borja
Precedido por
Lorenzo Cibo de Mari
Brasão cardinalício
Cardeal-presbítero de Santa Susana

1492 - 1503
Sucedido por
Francesco Soderini
Precedido por
Juan de Borja Llançol de Romaní
Brasão episcopal
Bispo de Melfi

1494 - 1498
Sucedido por
Raffaele di Ceva, O.F.M.
Precedido por
Bartolomeo della Rovere, O.F.M.
Brasão episcopal
Bispo de Ferrara

1494 - 1503
Sucedido por
Alfonso Rossetti
Precedido por
Giovanni Michiel
Brasão arquiepiscopal
Patriarca Latino de Constantinopla

1503
Sucedido por
Francisco Lloris y de Borja