Juan de Borja Llançol de Romaní

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
de Borja Llançol de Romaní
Cardeal da Santa Igreja Romana

Título

Cardeal-diácono de Santa Maria em Via Lata
Ordenação e nomeação
Ordenação episcopal 19 de setembro de 1494
Nomeado arcebispo 1496
Cardinalato
Criação 19 de fevereiro de 1496 pelo Papa Alexandre VI
Brasão
CardinalCoA PioM.svg
Dados pessoais
Nascimento Valência, 1470
Morte Fossombrone, 17 de janeiro de 1500 (30 anos)
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Dom Juan de Borja Llançol de Romaní[1] , dito "O Menor"[2] (Valência, 1470 - Fossombrone, 17 de janeiro de 1500) foi um cardeal espanhol pertencente à poderosa família Borja. Foi arcebispo de Cápua e administrador apostólico da Arquidiocese de Valência.

Filho de Jofre de Borja Llançol, 9.º Barão de Villalonga, e Juana de Moncada, sobrinha do Papa Alexandre VI, nasceu em Valência em 1470. Era irmão do também cardeal Pedro Luis de Borja Llançol de Romaní.

Em 19 de setembro de 1494 foi eleito bispo de Melfi, da qual iria se demitir em 3 de dezembro de 1498. Enquanto isso, em 1496, foi promovido a metropolita de Cápua, de onde se retirou em 15 de outubro de 1498.

O Papa Alexandre VI o elevou ao posto de cardeal no consistório de 19 de fevereiro de 1496. Foi vigário do Papa para Roma, fazendo residência no Palácio do Vaticano. Em 1498, a ele foi confiado várias posições políticas, primeiro em Perugia, em seguida, em Viterbo. Obtém a administração da arquidiocese de Valência, mas nunca chegou a visitar a diocese. Foi nomeado como comandante das tropas papais e marchando em direção a Bolonha adoeceu e morreu em 17 de janeiro de 1500 em Fossombrone (de acordo com outras fontes em Urbino) com 30 anos de idade.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Segundo algumas fontes, Juan de Borja Lançol de Romaní ou Juan de Borja Lanzol de Romaní.
  2. Em diferenciação ao seu primo mais velho, também Juan de Borja Llançol de Romaní, Patriarca Latino de Constantinopla
Precedido por
Francesco Caracciolo
Brasão episcopal
Bispo de Melfi

1494 - 1498
Sucedido por
Juan de Borja Llançol de Romaní
Precedido por
Giordano Gaetano
Brasão arquiepiscopal
Arcebispo de Cápua

1496 - 1498
Sucedido por
Juan López
Precedido por
Rodrigo de Borja y Borja
Brasão cardinalício
Cardeal-diácono de Santa Maria em Via Lata

1496 - 1500
Sucedido por
Pedro Luis de Borja Llançol de Romaní