Judaísmo conservador

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Judaísmo conservador é o nome dado a um dos movimentos judaicos (ao lado da ortodoxia, da corrente liberal ou reformista, do reconstrucionismo e do "Jewish Renewal". Esse nome é utilizado primariamente nos Estados Unidos da América e no Canadá, sendo o movimento conhecido em outros países, inclusive no Brasil e em Israel, como movimento "massorti" (grafia alternativa: "masorti")

Causa[editar | editar código-fonte]

Esse movimento consiste na idéia de que o desenvolvimento da cultura do seu povo pode ter influências de outras civilizações, mas sem perder suas características próprias. Assim essa doutrina não admite modificações profundas em suas liturgias e crenças, mas permite a adaptação de alguns hábitos de acordo com a necessidade de seus fieis. Seus judeus conservadores têm a obrigação de obedecer todos os ensinamentos do judaísmo como, por exemplo, as leis relativas ao Shabat e a uma dieta casher. Em uma boa partes das congregações judaicas conservadoras o serviço é igualitário e inclusivo: homens e mulheres sentam-se juntos nos serviços religiosos, compõem o minián e sobem ao púlpito para ler na Torá. Isso não é o caso, entretanto, de várias e importantes sinagogas, tanto nos EUA, como na Grã-Bretanha e em Israel. Mulheres podem ser ordenadas como rabinas.

Geralmente essa doutrina é vista, talvez injustamente, como um meio termo entre os ortodoxos, à sua direita, e os reformistas, à sua esquerda.

Há diversos websites que representam o movimento conservador. O judaísmo conservador/massortí é composto de várias organizações. Nos EUA, isso inclui, por exemplo, a Rabbinical Assembly (Assembléia Rabínica), a Association of Conservative Rabbis (Associação dos Rabinos Conservadores) e a United Synagogue of Conservative Judaism, que é a associação das congregações conservadoras/massortís. O maior seminário rabínico do movimento é o JTS (Jewish Theological Seminary).

Judaísmo Conservador no Brasil[editar | editar código-fonte]

No Brasil não há um website específico para todo o movimento conservador/massortí; cada sinagoga ou congregação tem o seu próprio site, entre os quais estão a CJB (Congregação Judaica do Brasil) no Rio de Janeiro; a Comunidade Shalom e a Congregação Israelita Paulista - CIP em São Paulo, sendo que esta última está filiada tanto ao movimento conservador/massortí quanto ao movimento reformista.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre judaísmo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.