Judith Rossner

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Judith Rossner (Nova Iorque, 31 de março de 1935 — Nova Iorque, 9 de agosto de 2005) foi uma escritora estadunidense.

Divorciada, escreveu três romances sem sucesso nenhum, que mal davam para sustentar os dois filhos. Só obteve sucesso ao escrever o livro De bar em bar (Looking for Mr. Goodbar). Os editores chegaram a adiantar-lhe os vencimentos sobre o livro. A história foi inspirada num caso verídico: o assassinato de Roseann Quinn, uma professora irlandesa, em seu apartamento, onde morava sozinha, em Nova Iorque.

Com o sucesso do livro, Judith largou o emprego de datilógrafa numa clínica, dedicando-se exclusivamente a escrever.

De bar em bar vendeu 725 mil exemplares logo nas primeiras edições, e mais dois milhões de exemplares em edição de bolso. Em 1977 foi adaptado para o cinema pelo diretor Richard Brooks,( filme que no Brasil foi chamado de À procura de Mr. Goodbar), com a atriz Diane Keaton interpretando a protagonista.

Judith Rossner morreu aos 70 anos, em decorrência de complicações decorrentes de diabete e leucemia huehuehue batata

.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • To the Precipice (À beira do precipício, 1966);
  • Nine Months in the Life of an Old Maid (1969);
  • Any Minute I Can Split (1972);
  • Looking for Mr. Goodbar (De bar em bar, 1975);
  • Attachments (Transas, 1977)
  • Emmeline (1980)
  • August (Agosto, 1983)
  • Olivia (1994)
  • Perfidia (Perfídia, 1997)