Jules Cambon

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Jules Cambon

Jules-Martin Cambon (Paris, 5 de abril de 1845Vevey, 19 de setembro de 1935) foi um diplomata francês.

Foi eleito para a cadeira 40 da Academia Francesa, em 1918.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Iniciou carreira como advogado (1866), serviu na Guerra Franco-Prussiana e integrou-se no serviço civil em 1871. Foi prefeito do departamento do Norte (1882) y do departamento do Ródano (1887-1891), e em 1891 foi designado Governador-geral da Argélia, onde tinha servido já em postos de menor relevância em 1874.

Foi nomeado embaixador da França em Washington em 1897, e nessa condição trabalhou na preparação dos documentos preliminares para o acordo de paz entre Espanha e Estados Unidos depois da Guerra Hispano-Americana de 1898. Foi um dos que contribuíram para a assinatura do Tratado de Paris de 1898. O seu trabalho nas negociações permitiu fortalecer as relações políticas entre Espanha e França.

Em 1902 foi nomeado embaixador em Madrid, e em 1907 em Berlim, onde permaneceria até ao início da Primeira Guerra Mundial em 1914. Durante o conflito chefiou a secção política do Ministério francês dos Negócios Estrangeiros. Foi membro da Academia Francesa. O seu irmão Paul Cambom foi também notável diplomata.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Francis Charmes
Academia Francesa - cadeira 40
19181935
Sucedido por
Lucien Lacaze
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.