Julie Payette

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Julie Payette

Astronauta da AEC
Nacionalidade Canadá canadense
Nascimento 20 de Outubro de 1963 (51 anos)
Montreal, Canadá
Outras ocupações Engenheira
Tempo no espaço 9d 19h 13m
Missões STS-96,STS-127
Insígnia
da missão
Sts-96-patch.png STS-127 patch.png

Julie Payette (Montreal, 20 de outubro de 1963) é uma engenheira e astronauta da Agência Espacial Canadense (AEC).

Formada em engenharia, entre 1986 e 1988 ela trabalhou para a IBM canadense como engenheira de sistemas. Em 1991, juntou-se ao departamento de ciências e comunicações do laboratório de pesquisa da IBM em Zurique, na Suíça, como cientista visitante por um ano. De volta ao Canadá em janeiro de 1992, trabalhou na Bell canadense como pesquisadora e responsável por um projeto de reconhecimento de voz pelo telefone com a criação de um sistema computadorizado de reconhecimento de voz.

Em junho de 1992, ela foi selecionada pela AEC, entre 5.330 inscritos, para um grupo de quatro astronautas a serem treinados pela agência espacial. Após o curso, ela trabalhou como conselheira técnica do Canadarm, um avançado sistema de braço robótico, criado como contribuição para a Estação Espacial Internacional.

Preparando-se para uma missão espacial, Julie tirou licença de piloto comercial, acumulando 120 horas de vôo como operadora de pesquisa a bordo de aeronave com gravidade reduzida. Em abril de 1996, ela também se qualificou como mergulhadora de mares profundos e piloto de jatos de treinamento da Força Aérea Canadense, entre 1996 e 1997, chegando a um total de 900 horas de vôo, sendo 450 horas em jatos de alta performance.

Payette começou o treinamento para especialista de missão no Centro Espacial Johnson em agosto de 1996, qualificando-se primeiramente para trabalhar em funções técnicas na seção de robótica do departamento de astronautas, até completar o curso integral de astronautas na primavera de 1998.

Em 27 de maio de 1999, foi ao espaço a bordo da missão STS-96 Discovery, em que ela serviu assumiu a responsabilidade pelos sistemas da estação e operou o braço robótico Canardarm em órbita, tornando-se o primeiro canadense a integrar uma missão de construção e a embarcar na ISS.

Atualmente trabalha como astronauta-chefe para a AEC, na função de CAPCOM - comunicadora de vôo - no Centro de Controle de Missão, em Houston, função em que atuou nas missões STS-114 e STS-121 do programa do ônibus espacial.[1] Em 15 de julho de 2009, dez anos depois de seu primeiro voo espacial, Payette subiu novamente ao espaço, como especialista de missão da STS-127 Endeavour, para dezesseis dias em órbita na ISS, como parte da equipe que finalizou a instalação do módulo japonês Kibo na estação.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referência[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]