Julieta dos Espíritos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Julieta dos Espíritos
Giulietta degli spiriti
 Itália /  França
1965 • cor • 137 min 
Direção Federico Fellini
Roteiro Federico Fellini
Ennio Flaiani
Tullio Pinelli
Brunello Rondi
Elenco Giulietta Masina
Sandra Milo
Federico Fellini
Valentina Cortese
Valeska Gert
Género drama
terror
comédia
cult
fantasia
Idioma italiano / francês
Página no IMDb (em inglês)

Julieta dos Espíritos[1] [2] (Giulietta degli spiriti, no original em italiano) é um filme franco-italiano de 1965, do gênero drama, terror, fantasia, comédia e cult dirigido por Federico Fellini, com música de Nino Rota e Eugene Walter, fotografia de Gianni Di Venanzo, edição de Ruggero Mastroianni e produção de Angelo Rizzoli.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Julieta, casada com um profissional bem-sucedido, vê seu mundo desmoronar quando descobre que seu marido mantém uma relação extra-conjugal. Tamanho é o impacto que Julieta passa a viver experiências de contatos com espíritos. O choque de percepção da personagem é magistralmente transferido ao espectador que já não percebe, no enredo, o que é real ou imaginário.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Giulietta Masina .... Giulietta Boldrini
  • Sandra Milo .... Suzy / Iris / Fanny
  • [Mario Pisu] .... Giorgio, marido de Giulietta
  • Valentina Cortese .... Valentina
  • Valeska Gert .... Pijma
  • José Luis de Villalonga .... amigo de Giorgio
  • Friedrich von Ledebur .... médium
  • Caterina Boratto .... mãe de Giulietta
  • Lou Gilbert .... avô
  • Luisa Della Noce .... Adele
  • Silvana Jachino .... Dolores
  • Milena Vukotic .... Elisabeta, a empregada

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

  • Globo de Ouro - Melhor filme em língua estrangeira.
  • Indicado ao Oscar de Melhor direção de arte e de melhor figurino.
  • Fita de Prata de Melhor fotografia do Sindicato dos Jornalistas Críticos de Cinema, Itália.
  • Fita de Prata de Melhor cenografia do Sindicato dos Jornalistas Críticos de Cinema, Itália.
  • Fita de Prata de Melhor atriz coadjuvante (Sandra Milo) do Sindicato dos Jornalistas Críticos de Cinema, Itália.

Referências


Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.