Junkers F-13

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde março de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Junkers F-13 no Deutschen Museum

O Junkers F-13 produzido pela empresa Alemã Junkers, também conhecido como F 13, foi o primeiro avião totalmente metálico. Seu primeiro vôo ocorreu em 25 de junho de 1919.

Histórico[editar | editar código-fonte]

O Junkers F-13 foi desenvolvido com a designação de J13. O primeiro modelo construído foi batizado como Annelise, em homenagem à filha de Hugo Junkers.

Foi utilizado em diversos países, como exemplo nos Estados Unidos, Argentina, Brasil, Bulgária Irã e Rússia. Nos Estados Unidos, era vendido como JL6 pela Junkers-Larsen Corporation.

Este modelo foi utilizado por uma companhia aérea formada exclusivamente por aviões Junkers, a "Junkers Luftverkehr" até que esta fosse fundida com a Lufthansa. Foram construídos aproximadamente 330 aeronaves com inúmeras variações, desde pequenos detalhes na fuselagem até uma variação como hidroavião. Em Portugal, um F-13 operado pelos Serviços Aéreos Portugueses, foi o terceiro avião civil registado, recebendo a matrícula "C-PAAC".

Alverca, Portugal - 13 de Maio de 1929

Foi fabricado até a década de 1940.

Ícone de esboço Este artigo sobre aviação, integrado ao Projeto Aviação, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.