Junta da Andaluzia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Palácio de San Telmo, sede da presidência da Junta da Andaluzia

A Junta da Andaluzia é a instituição em que se organiza o governo da Andaluzia, que administra politicamente a comunidades autônoma homónima do sul da Espanha. É constituída pelo Parlamento da Andaluzia, pelo Presidente da Junta da Andaluzia e pelo Conselho de Governo.

Em 2005 manejou um orçamento superior a 25 000 milhões * de euros e tinha mais de 200 000 empregados diretos.

Parlamento[editar | editar código-fonte]

O Parlamento desta comunidade autônoma é a assembleia legislativa, que tem como principais funções aprovar orçamentos, elaborar leis e a eleição do Presidente da Junta da Andaluzia.

Presidente[editar | editar código-fonte]

O Presidente da Junta da Andaluzia é o representante supremo da comunidade autônoma e o representante ordinário do Estado da mesma; sua eleição tem lugar pelo voto favorável da maioria absoluta do Parlamento da Andaluzia e sua nomeação corresponde ao rei.

Conselho de Governo[editar | editar código-fonte]

O Conselho de Governo é o órgão político e administrativo superior da comunidade, que corresponde o exercício do poder regulamentário e o desempenho da função executiva e administrativa da Junta da Andaluzia. É composto pelo Presidente do Conselho e os conselheiros dos diversos departamentos.