Juromenha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Localização da Freguesia de Jorumenha (Nª. Sra. do Loreto)
Portugal Juromenha  
—  freguesia portuguesa extinta  —
Fortaleza de_Jeromenha
Fortaleza de_Jeromenha
Juromenha está localizado em: Portugal Continental
Juromenha
Localização de Juromenha em
38° 44' 28" N 7° 14' 23" O
Concelho primitivo Alandroal
Concelho (s) atual (is) Alandroal
Freguesia (s) atual (is) Alandroal (Nossa Senhora da Conceição), São Brás dos Matos (Mina do Bugalho) e Juromenha
Extinção 2013
Área
 - Total 33,05 km²
População (2011)
 - Total 107
    • Densidade 3,2/km2 
Gentílico: mineiro
Orago Nossa Senhora do Loreto

Juromenha foi uma freguesia portuguesa do concelho do Alandroal, com 32,08 km² de área e 107 habitantes (2011). Densidade: 3,3 hab/km². Tinha o nome alternativo de Nossa Senhora do Loreto. Antigo concelho de Portugal extinto em 1836, tendo como freguesias: Matriz de Juromenha, São Brás dos Matos e Vila Real (esta última, desde 1815, de jure mas não de facto).

Foi extinta em 2013, no âmbito de uma reforma administrativa nacional, tendo sido agregada às freguesias de São Brás dos Matos (Mina do Bugalho) e Nossa Senhora da Conceição (Alandroal), para formar uma nova freguesia denominada União das Freguesias de Alandroal (Nossa Senhora da Conceição), São Brás dos Matos (Mina do Bugalho) e Juromenha com sede em Nossa Senhora da Conceição.[1]

Demografia[editar | editar código-fonte]

               Evolução da População Entre 1864 e 2011                 

Evolução da  População  1864 / 2011; Variação da População  1864 / 2011;

                 Os Grupos Etários Em 2001 e 2011                   

A População em 2001; A População em 2011;

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localizada na extremidade nordeste do concelho, a freguesia de Juromenha tem por vizinhos as localidades de São Brás dos Matos (Mina do Bugalho) a sul e oeste, os municípios de Vila Viçosa a noroeste, Elvas a norte e o Território de Olivença a sueste.

História[editar | editar código-fonte]

Juromenha foi sede de concelho, extinto cerca de 1836, sendo que dele faziam parte as freguesias de Juromenha e de São Brás dos Matos. Tinha, em 1801, 823 habitantes. Pertencia ao concelho e à freguesia de Juromenha a localidade de Vila Real (situada para lá do Guadiana, administrada desde 1801 por Espanha, integrando o município de Olivença).

São antigas as origens de Juromenha, que ocupou a honrosa função de sentinela do rio Guadiana, que corre a seus pés.

Foi conquistada aos mouros (então com o nome de Julumaniya, que por uma leitura imprópria do árabe foi transcrita por alguns historiadores como Chelmena) por D.Afonso Henriques, em 1167. Entrou depois nos domínios da Ordem de Avis, a quem foi doada pelo rei D.Sancho I. Nela decorreram alguns episódios importantes durante as guerras da Restauração (século XVII) e Peninsular (século XIX). Fez parte da diocese de Elvas até 1882, data em que a mesma foi extinta.

Após a sua anexação no concelho do Alandroal, Juromenha iniciou um processo de declínio, acentuado na década de 1920, quando a população abandonou totalmente o espaço intramuros, desenvolvendo-se o arrabalde em torno da ermida de Santo António, que é hoje o núcleo fundamental da vila.

Personalidades[editar | editar código-fonte]

António Gomes Freire de Andrade, nasceu em Juromenha em 1685 e faleceu no Rio de Janeiro em 1 de Janeiro de 1763; foi um nobre militar e administrador colonial português; primeiro conde de Bobadela (concelho de Oliveira do Hospital) por carta de 20 de Dezembro de 1758.

Património[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Diário da República, 1.ª Série, n.º 19, Lei n.º 11-A/2013 de 28 de janeiro (Reorganização administrativa do território das freguesias). Acedido a 2 de fevereiro de 2013.
Ícone de esboço Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.