Jussiape

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Jussiape
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Fundação 9 de julho de 1962
Gentílico jussiapense
Prefeito(a) Gilberto Freitas[1] (PSC)
(2013–2016)
Localização
Localização de Jussiape
Localização de Jussiape na Bahia
Jussiape está localizado em: Brasil
Jussiape
Localização de Jussiape no Brasil
13° 31' 01" S 41° 35' 34" O13° 31' 01" S 41° 35' 34" O
Unidade federativa  Bahia
Mesorregião Centro-Sul Baiano IBGE/2008 [2]
Microrregião Seabra IBGE/2008 [2]
Municípios limítrofes Rio de Contas, Barra da Estiva, Abaíra, Ituaçu e Mucugê.
Distância até a capital 760 km
Características geográficas
Área 523,395 km² [3]
População 8,031 hab. IBGE/2010[4]
Densidade 0,02 hab./km²
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,602 médio PNUD/2010[5]
PIB R$ 24 831,799 mil IBGE/2008[6]
PIB per capita R$ 2 971,73 IBGE/2008[6]
Página oficial

Jussiape[nota 1] é um município brasileiro do estado da Bahia na Chapada Diamantina. Localizado na Mesorregião do Centro-Sul Baiano e na Microrregião de Seabra. Sua população estimada em 2010 era de 8,031 habitantes, o município tem dois distritos, um de mesmo nome e o distrito Caraguataí.

História[editar | editar código-fonte]

Fundada a 9 de julho de 1962, Jussiape está localizado na parte meridional da Chapada Diamantina, limitando-se com os municípios de Abaíra, Ibicoara, Mucugê, Rio de Contas, Ituaçu e Barra da Estiva.

Geografia[editar | editar código-fonte]

O município é banhado pelo Rio das Contas e a sua sede fica situada nas margens deste rio. Está incluso no circuito do ouro e possui uma rica história, preserva seus costumes e suas tradições folclóricas e agrega em seu território belezas cênicas singulares como as cachoeiras do Canta galo e do Bicho, as grutas da Tapera e da Tabatinga, a Toca da Onça no Espinho, a Serra da Itobira, os garimpos antigos de Pedro Silva e Beta da Tavinha, o balneário Rio da Barra, em Caraguataí, os rios: Água Suja, das Contas e Taquarí, as barragens: Rosalvo Borges, João Batista Luz e Inácio Alencar dentre outras atrações turísticas. Há também, sítios arqueológicos significativos, a exemplo das representações pictóricas inéditas da Serra da Tapera e as pinturas rupestres do Espinho. Sua mancipação política ocorreu em 1962. Está localizada na microrregião de Seabra, no estado da Bahia com área territorial de 523 km² e dista 760 km da capital Salvador.

Notas

  1. Nota ortográfica: Segundo as normas ortográficas vigentes da língua portuguesa, este topônimo deveria ser grafado como Juciapê. Prescreve-se o uso da letra "c" para palavras de origem tupi. O nome vem do tupi lugar onde a caça bebe água (referindo-se ao Rio das Contas). Ao longo dos anos, a grafia foi alterada de juciapê para "Jussiape".

Referências

  1. http://atarde.uol.com.br/bahia/materias/1469134
  2. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  3. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  4. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  5. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Página visitada em 25 de agosto de 2013.
  6. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado da Bahia é um esboço relacionado ao WikiProjeto Nordeste do Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.